[update]O teu automóvel dá-te asas

|0 comentários
Eis algo para passar o tempo - recordar as maiores asas/ailerons traseiros instaladas num automóvel. Sim, porque em certas coisas o tamanho importa para o que queres fazer...com o automóvel! Para fim desta lista só contam os ailerons ou asas montados pelos construtores - tuning não conta.


Mercedes-Benz 190E 2.5-16 Evo II - 1990
Os Mercedes 190 Evolution eram a resposta da Mercedes ao eterno rival, na estrada e nas pistas do DTM, o BMW M3 Sport Evolution - e segundo as regras do DTM a Mercedes produziu os Evo I e em 1990 o Evo II com a sua enorme asa traseira. Sim, 502 destas magnificas máquinas foram produzidas para a estrada.

A asa ajudou não só a aumentar o apoio aerodinâmico mas também melhorar o coeficiente aerodinâmico para 0,29 Cd. Curiosamente inicialmente a asa traseira era ilegal para a estrada porque tapava parte da visão para trás - a solução foi original: taparam com uma peça de plástico a parte de cima do vidro traseiro que ficava bloqueada pela asa traseira.



Mercedes C112 - 1991
Antes de falarmos do C112 temos que falar no seu antecessor - o Mercedes C111. Este foi um prototipo 100% funcional que a Mercedes usou para testar novas tecnologias - a certo ponto testaram um motor rotativo de 4 rotores!

Foi tão bem recebido e apreciado pelos fãs da marca que a Mercedes decidiu pegar em tudo o que aprendeu com o C111 e produzir uma versão para a estrada - o C112.

Tinha um V12 a gasolina em posição central, direção às 4 rodas, suspensão active body control e aerodinâmica activa.
Ambos os spoilers dianteiros e traseiros são activos com o traseiro a ter múltiplas posições. Podem ver minuto 3:20 do video abaixo.
Mas depois de receber mais de 700 cheques de deposito, a Mercedes mudou de ideias (ainda não se sabe bem porque) e resolveu não produzir o C112 e devolveu todo o dinheiro aos clientes. Segundo a historia, foi a maior devolução monetária de toda a historia automóvel.



Porsche Panamera Turbo - 2017
Se houvesse uma versão automóvel da cauda do majestoso pavão então seria a asa traseira do Porsche Panamera Turbo. A baixas velocidades está oculta não perturbando as linhas mais agradáveis à vista do segundo Panamera. Mas quando chega a altura certa, tal como no Pavão, esta abre-se e levanta para dar apoio aerodinâmico mas também para se exibir a quem segue atrás.
Esta asa tem mais de 300 componentes individuais ativados por 2 motores eléctricos para que as 3 peças que compõem a parte visível da asa sejam colocadas criando uma asa única de 147 centímetros que apartir dos 200 km\h inclina-se para gerar ainda mais apoio aerodinâmico. Uma magnifica fusão de função e design que apenas os alemães conseguem.



Ford GT - 2017
Confesso que não sou um dos maiores fãs do novo Ford GT mas admiro a engenharia por debaixo deste hiper-carro - especialmente a asa traseira activa.
Esta asa levanta e ajusta-se constantemente de forma automática graças a 2 atuadores apartir dos 145 km\h ao conduzir em modo Normal ou Wet (chuva) mas se for em Sport levanta a partir dos 110 km\h para dar apoio adicional. Também funciona como travão aerodinâmico em qualquer modo de condução a partir dos 120 km\h. Em modo Track fica fixa na posição de máximo apoio e em modo Vmax desce para, em conjunto com o fecho de algumas entradas de ar, melhorar a performance aerodinâmica e atingir uma maior velocidade de ponta.



Plymouth Roadrunner Superbird - 1970
Antes de falar no Plymouth Roadrunner Superbird temos que falar no Dodge Charger de 1968 que muitos de nós conhecemos da série de televisão 3 Duques ou do filme Bullit.

Quando foi desenhado o seu designer queria o maior apoio aerodinâmico possível mas infelizmente teve o efeito exactamente oposto e a grande velocidade o carro levantava. Daí que foi preciso criar para a competição o Dodge Charger Daytona e a minha versão favorita o Plymouth Roadrunner Superbird, principalmente pelo nome.
A Plymouth produziu versões de estrada para poder competir e incluía uma das mais incríveis asas traseiras além de autocolantes e uma buzina com o som do famoso Roadrunner (aka Pápá-léguas).

[update]Novo Ford Puma apresentado

|0 comentários
Mais um SUV da Ford, este é o novo Ford Puma, que vem substituir o EcoSport - apenas uma pergunta: porque é que de frente parece a cara de uma criança que entrou no quarto para encontrar os pais no "bem-bom"?


Sim, sou fã do pequeno coupe dos anos 90 baseado no Fiesta - mas 20 anos passados e SUVs é o que está a dar e como o EcoSport não deu em nada a Ford recupera este nome para um SUV segmento B como deve ser, neste caso com um design dinâmico tipo SUV-coupé tipo Toyota C-HR.



A linha das janelas é alta, limitando a superfície vidrada, recebe faróis específicos e se for para a versão ST-Line apresentada para-choques agressivos.

No interior temos o tablier do Fiesta e dependendo da versão poder receber um conjunto de instrumentos do condutor digital com um ecrã de 12,3 polegadas, tecto de abrir de vidro, sistemas audio B&O com 10 colunas, assentos com massagem à frente e com o modem 4G FordPass Connect poderá ter acesso aos serviços em linha do sistema SYNC3 e hotspot Wi-Fi.



Ao nível de tecnologias pode receber cruise control ativo, vigilância de ângulos mortos, travagem automática de emergência, ajuda à manutenção na faixa de rodagem e algo chamado "Local Hazard Warning" - informações sobre estado da estrada via crowd-sourcing.



Mecanicamente falando, sendo baseado no Fiesta a tração será apenas dianteira e recebe os mesmos motores - no lançamento terá 2 versões da motorização hibrida ligeira EcoBoost Hybrid que combina o 3 cilindros de 1.0 litros com um motor eléctrico (que substitui o alternador) de 11,5 kW alimentado por um sistema eléctrico de 48 volts EcoBoost Hybrid debitando 125 e 155 cavalos.

Mais adiante deverá chegar versões não híbridas EcoBoost destes motores, um motor diesel EcoBlue de 1.5 litros com 120 cavalos e a opção de caixa de dupla embraiagem de 7 velocidades. O problema da caixa de dupla embraiagem é que só estará disponível com o Ecoboost 125 cavalos e perde o sistema híbrido ligeiro que é de série na versão com caixa manual.
E no fim do ano devemos ter a versão ST com 200 cavalos!


update 27-03-2020

[update]Novo Hyundai i20 apresentado

|0 comentários
Este é o novo Hyundai i20, enfim temos imagens, videos e detalhes do mais recente Hyundai - talvez o mais eurocêntrico dos Hyundai.
A Hyundai chama-lhe Sensuous Sportiness, o novo design moderno, atlético e dinâmico que a marca coreana está aplicar à sua gama - disse acima que era um pouco eurocêntrico porque dá para ver um pouco de PSA, Volkswagen até de Ford neste novo Hyundai i20.
Uma grelha grande com várias extremidades/pontas, faróis ladeados pelas luzes diurnas, capot com nervuras, área vidrada lateral com um friso cromado que inverte no pilar D, temos uma faixa luminosa atrás e ou é de mim ou aquele "i20" atrás é bastante grande? Como que quisessem que todos saibam que é um i20...
Em termos de dimensão pouco muda - o comprimento aumenta 5 milímetros (para 4,04 metros), a distancia aumenta 1 centímetro e a largura cresce 3 centímetros. A altura diminui em 2 centímetros mas a capacidade da mala cresce 25 litros para um total de 351 litros. 

Infelizmente do interior nada temos, a Hyundai está a guardar isso para a abertura do salão. Debaixo do capot há uma mistura de novidades com o "velho e testado". O 3 cilindros turbo de 1.0 litros de 120 cavalos recebe de série um sistema híbrido ligeiro de 48 volts que será opcional na variante de 100 cavalos. Estas variantes podem ter caixa manual de 6 velocidades ou dupla embraiagem 7DCT. A gama começa porém no velho 3 cilindros de 1.2 litros com uma caixa de 5 velocidades a debitar 84 cavalos. Segundo a Hyundai este novo i20 apresenta uma redução de emissões de CO2 de 3 a 4% dependendo da versão, graças à redução de peso (4% mais leve em média) e graças ao novo sistema híbrido.
A nível de tecnologias recebe travagem automática de emergência capaz de detetar peões e ciclistas, cruise control ligado à navegação, ajuda à manutenção da faixa de rodagem, estacionamento autónomo e deteção de obstáculos em marcha-atrás.


update de 13-02-2020
Novos teasers do próximo Hyundai i20, aqui em N-Line.



post original 07-02-2020
Primeiro teaser do novo Hyundai i20 que deverá ser apresentado em Genebra - interessante...


[update]Novo Hyundai i30 - restyle

|0 comentários
Aproveitando o lançamento do i20 e i10 a Hyundai resolveu refrescar o i30 (incluindo a carrinha e N line) por fora e por dentro, novas tecnologias, opção híbrida ligeira recorrendo a um sistema de 48 volts e a versão carrinha passa a ter direito a uma versão N line!
Recebe novos para-choques, nova grelha dianteira com padrão 3D, novos faróis mais finos com opção LED Multifaceted Reflector e novas luzes diurnas em V. Atrás além dos novos para-coques recebe novos faróis LED em V em simetria com as dianteiras. Recebe ainda novas jantes de 16 e 17 polegadas.



Como disse acima, a linha N Line passa a estar disponível em todas as 3 carroçarias do i30 - hatchback, Fastback e agora carrinha. À frente temos grelha e para-choques específicos mais agressivos e abertos, jantes exclusivas de 17 e 18 polegadas - além das afinações das suspensões, chassis, direção e outros.




update 27-03-2020

[4ºupdate]Novo Kia Sorento

|0 comentários
Estas são as imagens da versão europeia do novo Kia Sorento que devia ser apresentado no salão automóvel de Genebra de 2020 - com as grandes diferenças são no interior e debaixo do capot.



No interior os europeus apenas vão ter assentos em preto, cinza ou bicolor preto e branco.





Debaixo do capot vamos ter uma versão híbrida clássica não-plug in associando o motor de 4 cilindros turbo de 1.6 litros a gasolina com um motor eléctrico de 59 cavalos alimentado por uma pequena bateria de 1,49 kWh. Esta versão deverá chegar antes do híbrido plug-in.

Update de 21-02-2020
Enfim alguns detalhes técnicos oficiais do novo Sorento.

Relativamente à geração anterior é 10 milímetros mais comprido (4,810 metros), a distancia entre eixos aumenta em 35 milímetros (2,815 metros), é mais largo em 10 milímetros (1,9 metros) e tem uma altura de 1,7 metros. Mesmo com este crescimento, em média, o novo Kia Sorento é 80 quilogramas mais leve que o modelo que substitui. Segundo a Kia é mais espaçoso no interior e é capaz de transportar 6 passageiros com a 3 fila fila de assentos a correrem em calhas para trocar espaço de pernas por espaço para bagagens.
Debaixo do capot terá inicialmente um motorização híbrida que combina um motor a gasolina de 1,6 litros turbo com 180 cavalos e 265 Nm de binário a trabalhar em conjunto com um motor eléctrico de 60 cavalos e 264 Nm de binário - tudo somado debita 230 cavalos e 350 Nm de binário. Mais adiante terá direito a um 4 cilindros turbo a gasolina de 2.5 litros com 280 cavalos e 421 Nm de binário acoplado à primeira caixa DCT de dupla embraiagem de oito velocidades da Kia e um 2,2 litros turbo diesel de 200 cavalos e 440 Nm de binário acoplado à mesma caixa DCT.

 A Kia também anunciou uma versão de alta performance e outra híbrida plug-in até ao fim de 2020.


update de 18-02-2020
Além das imagens abaixo que publicamos ontem, o site internacional da Kia publicou estes 2 videos do novo Kia Sorento.


update de 17-02-2020
Enfim imagens oficiais do novo Kia Sorento que inaugura algumas atualizações ao design dos Kia atuais - infelizmente a marca coreana apenas disponibilizou estas imagens sem qualquer detalhe técnico oficial.








Post original de 14-02-2020: teaser
A Kia vai apresentar no salão de Genebra o novo Sorento, e enquanto esperamos pelas imagens oficiais a marca coreana publicou alguns teasers.
Baseado numa nova plataforma é mais...quadrado que o modelo anterior, com muito menos curvas.

O interior foi claramente desenhado para o mercado norte-americano onde estes grandes SUVs são mais populares. E necessários - os americanos tendem a ser um pouco mais...largos.



Segundo a Kia o novo Sorento estará disponível com versões micro-híbridas e híbridas plug-in.