Motores diesel Renault - avarias recorrentes

Um artigo interessante da Argus - uma revisão e sumário das avarias recorrentes dos motores diesel da Renault e grupo PSA apartir das notas técnicas que acederam, bem como as datas de produção afectadas ou apartir de quando o problema terá sido resolvido na fábrica. Desde já peço desculpa por alguma gralha na tradução que pode aparecer - avisem que corrijo. O artigo cobre problemas dos motores PSA e Renault, abaixo encontra a secção dedicada à Renault.

Motor Renault 1.5 dCi
Apresentado em 2001 o motor K9K teve vários problemas, desde o gripar da bomba de injecção Delphi ao partir da correia de distribuição (2009 a 2011) são os mais sérios e com o aparecimento do filtro de partículas apartir de 2010 nas versões Euro 6b surgiram novos problemas. O bloquear frequente do filtro de partículas FAP e sobretudo a degradação do fundo do motor até 2013 devido à degradação das capas das bielas. Não esquecer os injectores que até 2011 avariavam e a partir daí tornaram-se sensíveis a erros. Entre os últimos problemas constatados: fuga do radiador nos Clio 4 e Captur que pode partir o motor.
- Corte do motor até 24/08/11: Injectores;
- "Bater" do motor no ralenti e a quente de 2009 a 2013 (Clio III, Kangoo II, Mégane III, Scénic III, Modus, Logan, Sandero e Duster): Capas das bielas;
- Corte do motor (Mégane III e Scénic III): Sensor de pressão do colector de admissão;
- Corte do motor frio, fumo do escape, dificuldades de arranque até 28/05/13: actuador de admissão;
- Fuga de óleo ao nível do intercoooler do turbo até 17/07/13 (motor K9K 636 nos Mégane III e Scénic III): a mudar;
- Barulho do motor até 15/02/15 (Clio IV e Captur): distribuição e tensor;
- Perda de potência e arranque difícil até 27/07/15 (todos os modelos): válvula de escape;
- Risco de sobre-aquecimento e partir do motor (Clio IV e Captur) resultante de um micro-fuga do radiador: substituir radiador e/ou motor se necessário;
- Perda de liquido de arrefecimento até 18/12/17 (Clio IV e Captur): mangueira inferior;

Corte da bomba nos 1.5 dCi: o pior que pode acontecer com o bloco K9K é definitivamente a quebra do motor - uma fuga de óleo e o bloquear de válvula de descarga da bomba do óleo que cria uma sobre-pressão no filtro de óleo deformando-o. Não é um problema novo porque afecta todos os Clio II, Mégane II, Scénic II, Sandero I exceptuando os Captur, Mégane/Scénic IV, Talisman, Kadjar e Espace V - correcções foram feitas em fábrica para evitar este problema a partir de 03/08/2017. Este problema foi difícil de detectar devido a ser aleatório e só detectável durante mudança de óleo.


Motor Renault 1.6 dCi
- Não arranca e barulho do motor até 01/07/12 (nos Mégane/Scénic III) devido a extensão do corrente de distribuição: novo kit de distribuição;
- Corte do motor (Mégane III e Scénic III): sensor de pressão do colector de admissão;
- Quebra de potência, arranque difícil até 27/07/15 (todos os modelos): válvula de escape;
- Odor de combustível: mangueira entre a bomba e rampa de injecção (corrigido em Junho 2017 pela acção correctiva "0CBW");


Motor Renault 2.0 dCi
- Perda de potência até 08/02/13 no Koleos I: mangueira do intercooler e admissão;
- Instabilidades, vibrações, aviso "OBD" acendo nos Koleos II até 10/07/17: mangueira de vapores de óleo;

0 comentários: