Audi anuncia novos SUVs

|0 comentários
Os novos Audi Q7 e TT estão ainda a arrefecer das suas apresentações e a Audi anuncia agora que terá um novo topo de gama SUV em 2019 designado Q8 a seguir ao lançamento de um Q5 eléctrico em 2018, mas já em 2016 chega o mais pequeno e acessível Q1.
A marca alemã espera passar de 52 para 60 modelos em 2020 e esta a investir (engolir em seco) 24 mil milhões de euros até 2019 para novos modelos - BMW e Mercedes a quanto obrigas. Há 2 mercados muito importantes para estes construtores: EUA e China, e SUVs são o que mais se vende nestes países.
O Q8 será uma versão tipo coupe do Q7, um pouco como o X6 está para o X5 ou Mercedes GLE está para o GLE Coupe.

Já o Q5 eléctrico, provavelmente chamado Q5 E-tron, será o primeiro Audi 100% eléctrico - terá uma autonomia de 500 quilómetros e pretende fazer frente ao Tesla Model X.

Momento "Destino Final" num Honda Jazz

|0 comentários
Será que o condutor deste Honda já parou de gritar? É que ao passar por debaixo de uma zona em construção trabalhadores deixaram cair um tubo metálico de 3 metros que perfurou, e com grande sorte, exactamente a meio do Honda Jazz.

Visto no worldcarfans

50 anos de Renault 16

|0 comentários
Um dos modelos mais icónicos da Renault faz 50 anos: o Renault 16 foi apresentado em 1965 no salão de Genebra como sucessor ao Frégate. Este é o primeiro automóvel que me recordo o meu par ter, e o meu avô teve um também - o primeiro automóvel familiar hatchback com banco traseiros reclináveis, uma invenção que veio mudar o mundo dos automóveis do segmento.

Além de o tornar pratico, era muito espaçoso no interior (346 a 1.200 litros no interior), modular (graças ao assento traseiro rebativel, deslizavel e era confortável, cortesia da suspensão independente de longo curso capaz de absorver as irregularidades das estradas portuguesas da altura. A isto acrescentava travões dianteiros de disco, boa performance (a versão mais fraca atingia os 150km\h) e até tinha vidros eléctricos - algo apenas reservados aos automóveis de luxo da época. 

A versão TS (Tourisme Sportif) de 1968 trazia equipamentos inovadoras como vidro traseiro que desembacia, limpa-vidros com 2 velocidades, espelho retrovisor com posição de dia e noite. No ano seguinte vidros eléctricos, faróis de marcha-atrás, tecto de abrir eléctrico e até podia ter assentos de couro. E em 1973 chega o Renault 16 TX, o modelo mais potente com um 1.6 litros de 93 cavalos capaz de atingir 175 km\h. 


E foi o Carro do Ano de 1966 batendo o Rolls-Royce Silver Shadow.

Opel ADAM com caixa automatizada Easytronic 3.0 disponível

|0 comentários
O Opel ADAM já está disponível com a mais recente geração da caixa de velocidades automatizada Easytronic 3.0 - também disponível para o Corsa. A Easytronic 3.0 da Opel é uma caixa manual robotizada de cinco velocidades de baixo atrito optimizada para motores de baixa cilindrada. 

No modo automático, o engrenar das velocidades e comando da embraiagem fazem-se através de actuadores electro-hidráulicos com a electrónica a seleccionar automaticamente a velocidade indicada para cada situação. Também tem um modo semiautomático com o condutor seleccionar a velocidade via o selector.

Segundo a Opel o ADAM 1.4 Easytronic com motor atmosférico de 1,4 litros e 87 cv de potência poupa, relativamente à versão de caixa manual, 0,4l/100km - consumo médio em ciclo misto é de 4,7 l/100 km.
O ADAM 1.4 Easytronic já está disponível em Portugal sendo proposto ao preço de 16.195 euros no modelo JAM e 17.095 euros no GLAM.

DS4 Crossback a caminho

|0 comentários
Em Frankfurt devemos ter o restyling do DS4 mas segundo vários sites franceses também devemos ter uma versão crossover chamada Crossback.
Depois de ter recebido em Março novos motores (1.6 litros THP de 165 cavalos e 2.0 litros BlueHDi de 150 e 180 cavalos) chega em Setembro o restyling que ira apagar todas as marcas Citroen para ser apenas e só DS. No interior a grande novidade é um novo tablier e novo sistema multimédia que reduzirá o numero de botões.

A versão crossover Crossback deverá receber protecções de plástico na carroçaria, barras de tejadilho e tal como o Peugeot 2008 recebe o diferencial inteligente Grip Control. Debaixo do capot, e para cumprir as normas Euro6, vão estar os actuais 1.6 litros THP e 2.0 litros BlueHDi, e chegam os 1.2 litros PureTech de 130 cavalos e o 1.6 litros BlueHDi de 120 cavalos.

Sindicato começa a mexer na Volkswagen

|0 comentários
Da ultima vez que escrevi sobre a confusão que Piech arrancou na direcção da Volkswagen foi sobre como se prepara uma nova direcção para a marca e deixei uma suspeita no ar- actualmente o lugar de director da supervisão está ocupado por um ex-representante da força laboral que também detém muito poder no grupo Volkswagen. Será que eles vão abrir mão desse lugar de poder facilmente? Afinal posso ainda vir a ter razão.

O dirigente do sindicato do grupo Volkswagen Bernd Osterloh disse em entrevista que quer uma direcção mais pequena para o Grupo Volkswagen, que devia ter os responsáveis das marcas mais importantes do grupo e que devia ser dado mais poder de decisão aos gestores locais.

Com um reformular de direcção em curso e com Piech fora do caminho (provavelmente ainda vamos ouvir mais dele) parece que os sindicatos da Volkswagen preparam-se para ditar as suas regras.

Novo jogo Need For Speed a caminho

|0 comentários
A EA publicou o primeiro vídeo do que vai ser o próximo capitulo da saga Need For Speed e pelos vistos será mais um Underground. Sairá com o próximo filme?

Diário de bordo do Twizy actualizado

|0 comentários
Infelizmente como o post do Diário de Bordo está grande demais e sempre que o puxo para a frente acaba por ocultar tudo o resto - peço que cliquem aqui para irem para o artigo completo. Desta vez um marco foi ultrapassado.

Fui à internet e encontrei isto

|0 comentários
Sim, chegou o fim de semana - fonix! Estava a ver que nunca mais!
















[update video]McLaren 570S apresentado

|2 comentários
Depois do P1 GTR em Genebra, a McLaren trouxe ao Salão de Nova York uma completa novidade - o McLaren 570S, um desportivo abaixo do actual 650S e rival directo ao 911 Turbo mas não quer dizer que seja "fraquinho".

É o primeiro da Sports Series da Mclaren, os modelos "mais acessíveis" da marca e como o nome indica tem 570 cavalos e 600 Nm extraídos a 2 turbos de um V8 de 3.8 litros - ou seja, menos 80 que o mano 650S mas suficientes para estar taco-a-taco com os novos Audi R8 ou o Porsche 911 Turbo S. 0 aos 100km\h passam em 3.2 segundos e os 200 chegam ao fim de 9.5 segundos. Mas a Sport Series terá mais um modelo ligeiramente menos potente.

Em termos de designe é muito próximo a um P1 encolhido. Mecânicamente partilha a mesma célula central de fibra de carbono MonoCell dos P1 e 650S e o mesmo V8 biturbo M838TE se bem que com novos componentes.


O motor esta em posição central acoplado a uma caixa de velocidades DSG de 7 velocidades e os travões em cerâmica. Pesa apenas 1.313 quilogramas (sem fluidos) graças a chassis em fibra de carbono e carroçaria em alumínio. Mas ao contrario do manos mais potentes, esta Sports Series não recebe (nem como opção) a suspensão electrónica mas "mais comuns" barras de anti-rolamento.




Update 03-04-2015


Update 13-04-2015


Update 22-05-2015

Sir Stirling Moss conduz um Renault Twizy

|0 comentários
Quem gosta de automoveis ou segue o desporto automovel conhece Stirling Moss, um dos melhores condutores de sempre ao lado de nomes como Fangio. E para andar em Londres, onde mora, conduz um Renault Twizy! Fica aqui o video da Renault. 
Mas também não posso deixar 2 informações de fora: aquelas não são as janelas que a Renault vende e Moss mandou melhorar o conforto da suspensão. Algo que eu também gostaria de fazer...

Aston Martin no Alabama

|0 comentários
A Aston Martin está à procura de uma fabrica para o seu Crossover e segundo o seu CEO o estado do Alabama é a escolha obvia

Ainda não tomaram a decisão definitiva mas faz algum sentido tendo em conta que a Aston Martin assinou uma parceria com a Mercedes que tem uma fábrica no Alabama e porque os 2 maiores mercados de SUV's/Crossovers do mundo são a China e os EUA. É bem possivel que os próximos Aston Martin arrancam ao som de "Sweet home Alabama"...

Nova Toyota Hilux apresentada

|0 comentários
Eis a oitava geração da nova Toyota Hilux, um dos mais icónicos modelos da marca japonesa que já vendeu mais de 16 milhões de unidades desde o lançamento em 1968 - e tendo em conta que como provou o Top Gear é indestrutível, o mais certo é ainda estarem todas por aí!


Segundo a Toyota a Hilux mantém-se um veiculo capaz de lidar com tudo o que a natureza tiver, mas também é mais confortável e fácil de conduzir. 

Recebe um novo quadro e suspensão com novos amortecedores e molas com 3 especificações possíveis: standard, heavy duty, e comfort. 



Debaixo do capot, e dependendo do mercado, poderá ter um diesel de 2.8 litros com 177 cavalos e 450Nm de binário acoplado a uma caixa automática de 6 velocidades, um turbodiesel de 2.4 litros com 160 cavalos e 400Nm de binário, um 4 cilindros a gasolina de 2.7 litros de 164 cavalos e um 6 cilindros a gasolina com 4.0 litros e 278 cavalos. Estes motores podem estar disponíveis com uma caixa automática ou manual ambas de 6 velocidades.
Visto no Carscoops

[update videos]Renault Kwid apresentado na India

|1 comentários
Este é o Kwid, e é o Renault novo mais barato de sempre: o equivalente a 5.000 euros por um SUV compacto que em termos de dimensão fica entre um Twingo e um Clio. Como escrevi antes, os Dacia são vendidos em vários mercados do mundo como Renaults e este Kwid (nome curioso porque em inglês, a lingua oficial da India onde é fabricado, significa Uma libra) é mais um desses exemplos.


E é também um novo começo para a Dacia porque estreia a nova plataforma modular CMF-A para automóveis pequenos que depois deverá chegar aos outros modelos da gama. 

Nas versões destinadas ao mercado indiano o Renault Kwid custará entre 4.200 e 5.600 euros dependendo da versão - o que se recebe por esse dinheiro boa pergunta. Recebemos um SUV citadino com 3,68 metros de comprimento, 1,580 metros de largura e 18 centímetros de distancia ao solo, poderá ter equipamentos como o sistema multimédia MediaNav, ar condicionado e outros luxos. Mas sobre o que se esconde debaixo do capot é outra coisa - não se sabe nada. 

Se vai chegar à Europa é outra boa pergunta - para já será fabricado na India e a seguir na América latina, mas para vir para a Europa (como um Dacia certamente) teria que cumprir uma série de normas que o tornariam mais caro (teriam que instalar ABS, ESP, airbags cumprir a norma de emissões Euro6 - para terem uma ideia todo o equipamento de segurança é opcional na Índia e lá só cumprem normas Euro4 de emissões. Sei que o primeiro Logan não estava destinado à Europa e acabou por cá chegar, mas a nova plataforma não permite aproveitar as fábricas da Dacia que abastecem a Europa (Roménia e Marrocos) e todas as adaptações necessárias tornariam-no muito caro. Sem falar que iria roubar clientela ao Renault Captur que é o SUV compacto mais vendido na Europa. 


Este Kwid terá pela frente o Suzuki Alto que é o automóvel mais vendido na India - o Alto custa 246.163 rupias enquanto o Kwid começa nas 300.000 rupias, bem como a tentativa da Nissan a uma marca low-cost o Datsun Go que infelizmente não vende tanto quando a marca esperava.


Update 21-05-2015 - videos
"