BMW confirma desenvolvimento de automovel com célula de combustivel

|0 comentários
A BMW confirmou que, no seguimento do recente acordo com a Toyota, esta a ultimar um automovel movido com a mesma tecnologia do Toyota Mirai e que testes de estrada vão começar em breve - isto segundo o chefe de vendas e marketing Ian Robertson. 

Isso não significa que a marca alemã esteja a desistir das baterias - estão apenas a estudar a tecnologia e manter as hipóteses em aberto. Robertson aposta mais no avançar da tecnologia das baterias, como as baterias de ar-lítio e as de estado sólido, e que essas sejam a alternativa ao motor de combustão interna no futuro. 

Provavelmente teremos um concept qualquer em Genebra, talvez o i5 que tantos falaram ainda há pouco tempo - nos entretantos o BMW i3 e i8 continuam a ser um sucesso com a BMW a ter que aumentar a produção para conseguir satisfazer a procura.

30 anos de cadeia por test-drive longo demais

|1 comentários
Quando vi o título até fiquei assustado porque é algo que faço mais regularmente do que gostaria de admitir - digamos que em Paris virei várias às vezes para o lado errado porque não "percebia" o "droit" e "Gauche"... Mas voltando a noticia, que tinha que vir obviamente, dos Estados Unidos, onde o senhor Jeffrey Todd Crystal foi condenado a 30 anos de cadeia por abusar da definição de test-drive. 

Este senhor de 53 anos sempre foi um fã da Porsche e em 2011 foi a um concessionario da marca na Florida para ver um Panamera - que comprou...com um cheque careca. Ele conseguiu sair com o carro porque como era sexta-feira ao final da tarde e não foi possível verificar se o cheque tinha fundos. Ops! 
Só no dia seguinte é que deram pelo problema e tentaram contactar Jeffrey para fazer o pagamento, que foi adiando claro. Até que passado 2 semanas ele lá devolveu o Porsche ao concessionário...depois de ter feito 3.500 quilómetros com o Panamera!

Obviamente foi parar a tribunal e o juiz condenou-o a um total de 30 anos - o que parece exagerado. Excepto que ele já tinha feito a mesma coisa em 2004 e estava em liberdade condicional por roubo e fraude. 

Numa nota pessoal até acho que teve sorte - é que o senhor é afroamericano e ultimamente a Policia nos Estados Unidos está numa de matar primeiro perguntar depois...

Fui à internet e encontrei isto

|0 comentários
Sim, chegou o fim de semana - e começam os jantares de Natal. Lembrem-se: não beba e conduza, deixe-a no tablier!















[update videos]Toyota Mirai - o futuro?

|0 comentários
Cheguei muito perto do Toyota Mirai no salão automovel de Paris (ainda como concept), mas alguns sortudos (incluindo o pessoal do Auto Guide cujo vídeo incluo abaixo) tiveram a hipótese de conduzir (segundo a minha modesta opinião) "o futuro". Mais depois do vídeo.

E porque é que acho que os FCV, Fuel Cell Vehicle, são o futuro? Porque combina o melhor de ambos os mundos "clássico" e "eléctrico": o petróleo irá mais cedo ou mais tarde acabar e o eléctrico é muito mais eficiente e amiga do ambiente, se bem que as baterias limitam (em autonomia e tempo de carga) excessivamente a sua adopção. Aí entram os FCV's que são eléctricos emitindo apenas água e são abastecidos em menos de 5 minutos como um automóvel comum - única diferença é que usam hidrogénio e cada tanque permite, no caso do Mirai cerca de 490 quilómetros de autonomia. 

E porque é que devemos ficar de olho neste Toyota Mirai? Bem, há uns anos atrás a Toyota apresentou o primeiro Prius e na altura poucos ligaram a esse estranho automóvel e todos sabemos como isso correu. 
Será o Mirai (japonês para Futuro), tal como o Prius (japonês para "ir antes"), o começo de algo novo? 

- Não tão diferente
Para todos os efeitos o Mirai é como um outro automóvel qualquer - tem uma autonomia de 490 quilómetros, é abastecido numa bomba em 5 minutos. A única grande diferença é que usa hidrogénio e não gasolina. O hidrogénio é armazenado a 10.000psi em 2 tanques e depois passa pela célula de combustível que converte o hidrogénio comprimido em electricidade, recirculando a água produzida para preservar as membranas. A electricidade produzida é armazenada numa bateria de níquel que depois alimenta o motor eléctrico que move as rodas dianteiras. 

Basicamente todo este sistema FCV é uma bateria - a única diferença é que este Mirai usa hidrogénio e nas baterias como as do meu Twizy é uma reacção electroquimica que produz a electricidade para alimentar o motor eléctrico. Mas o pormenor é que uma bateria capaz de 490 quilómetros reais de autonomia seria grande, cara e pesada demais para um automóvel - este Mirai pesa 1850 quilogramas o que são menos 150 quilos que um Toyota Camry híbrido. 

- Preço 
Sim, é caro mas muito menos que a geração anterior de FCV's e o custo só pode descer. A Toyota conseguiu reduzir os custos de produção - adoptaram muitos dos sistemas e bateria dos actuais híbridos da marca, criaram um novo conversor que triplica a voltagem do sistema (reduz peso e custo) e reduziram ao máximo a quantidade dos catalizadores (platina por exemplo). 

- Infra-estructura
Mas apesar de todas as vantagens e desenvolvimentos o principal problema mantém-se: não há estações de abastecimento, cadeia de distribuição do combustível e o eterno problema de obter o hidrogénio. É que apesar de ser o elemento mais comum no universo está quase sempre associado a outro elemento químico. Actualmente muito do hidrogenio vem de combustiveis fosseis o que anula as vantagens ecológicas.  Essa questão ainda está em aberto portanto...

Relativamente à questão da rede de abastecimento a Toyota e a Air Liquide vão instalar até 2016 bombas de abastecimento nos estados de Connecticut, Massachusetts, Nova Jersey, Nova York e Rhode Island criando uma ligação entre Nova York e Boston. A Toyota já esta a investir numa rede de abastecimento na Califórnia e terá até fim 2015 20 postos de abastecimento e 40 até 2016. Relativamente à Europa:
- a Alemanha tem 15, planeia ter 50 até 2015 e 1000 em 2020. 
- o Japão tem 17 e espera ter 100 até 2016. 
- a Coreia do Sul planeia ter 160 até 2020. 
- o Reino Unido planeia ter 50 até algures em 2015 e 65 em 2020. 
- a Dinamarca planeia ter 15 até 2020. 

Mas o Mirai não ficara sozinho muito tempo - a Hyundai já comercializa na California o Tucson a hidrogénio, a BMW associou-se à Toyota para acederem à tecnologia do Mirai logo devem estar a preparar algo e a Honda deverá apresentar nos entretantos a versão final do FCEV concept (ou seja vão tirar a placa que diz "Protótipo") para substituir o FCX Clarity. Deste FCEV sabe-se que tem uma nova célula de combustível de 100 kW com uma densidade de 3.1 kW/L e segundo a Honda uma autonomia de 700 km. Mas enquanto a Honda planeia fazer o leasing do automóvel, a Toyota planeia vender ao cliente final. 

A questão é se é a altura certa para introduzir um automóvel com esta tecnologia e quanto tempo demorará "a vingar" - o Prius demorou cerca de 10 anos para se impor e tornar a tecnologia híbrida popular ao ponto que quase todos os construtores oferecem um híbrido nas suas gamas.

Update 18/12/2014

Land Rover Discovery Sport suja as rodas

|0 comentários
A Land Rover apresentou recentemente o novo Land Rover Discovery Sport, que tive hipotese de quase cair de dentro dele no salão automovel de Paris, e para provar que não é só para levar as crianças à escola a Land Rover levou uma série de jornalistas à Islandia para provar isso mesmo.


Regresso ao futuro - ecrãs tacteis

|0 comentários
Recentemente publiquei um vídeo de um automóvel equipado com ecrã táctil já nos anos 90, neste caso um Oldsmobile Toronado. Mas pelos vistos um sistema destes já estava disponível antes num Buick Riviera de 1986 - vejam em acção o "Graphic Control Center".


O que vê o automovel?

|0 comentários
Uma das tecnologias que mais atenção tem captado é a condução autónoma - um dos próximos grandes saltos na evolução automóvel que apesar não ser bem recebido por quem gosta de conduzir, a verdade é que permite relaxar na auto-estrada (por exemplo) em que a única coisa que se exige aio condutor é que não adormeça. E claro, permite reduzir os acidentes por erro humano. Mas alguma vez já se perguntou "como é que os automóveis autónomos vêem a estrada?"

[update]Carro Europeu do Ano 2015 - já começou!

|0 comentários
E a short-list foi anunciada: depois de vários ensaios a lista inicial e 33 automoveis concorrentes a este trofeu foi reduzida a apenas 7.


Secretamente estou a torcer pelo BMW Série 2 Active Tourer: a BMW ganha com um monovolume de tração dianteira...

Post original de 29/07/2014
Ainda vamos a meio de 2014 e já temos a lista dos candidatos à edição de 2015 do Automovel Europeu do Ano - é a lista preliminar de 33 automoveis (que ainda pode ser aumentada) e depois será reduzida até Dezembro. Vencedor será anunciado na abertura do salão automovel de Genebra de 2015.

Audi TT
BMW Série 2 Active Tourer
BMW Série 2 Coupe
BMW i8
BMW X4
Citroen C1
Citroen C4 Cactus
Fiat 500X
Ford EcoSport
Ford Mondeo
Hyundai i20
Infiniti Q50
Jeep Renegade
Kia Soul
Lexus NX
Lexus RC
Mercedes Classe C
Mercedes GLA
Mercedes Classe S Coupe
Nissan Pulsar
Nissan Qashqai
Nissan X-Trail
Opel Corsa
Peugeot 108
Porsche Macan
Renault Twingo
Skoda Fabia
Smart Forfour
Smart Fortwo
Subaru WRX STi
Suzuki Celerio
Toyota Aygo
Volkswagen Passat

Brisa oferece 1 ano de portagens grátis

|0 comentários
Uma promoção dá sempre jeito e se usa a Via Verde então leia bem: a Brisa iniciou a Campanha de Natal 2014, com um concurso através do qual irá premiar os utilizadores das suas auto-estradas com prémios de um ano de portagens grátis na rede Brisa. 

O concurso, que decorre até 6 de Janeiro, é simples - para participar os Clientes Via Verde (pessoas singulares, com identificadores das classes 1, 2 e 5) deverão registar-se no microsite criado para o efeito e viajar nas auto-estradas que integram a concessão Brisa, entre hoje e 06 de Janeiro de 2015. 

Por cada 10km viajados em troço portajado, será gerado um cupão electrónico. No final, a Brisa sorteará entre todas as transacções registadas, um prémio por dia, de 1 ano de portagens grátis na rede Brisa. O sorteio final decorrerá no dia 19 de Janeiro e os vencedores serão anunciados no dia 23 de Janeiro.

Renault revela novidades para o futuro

|0 comentários
Dentro da Renault existe um grupo de pessoas designado LSI que inclui engenheiros, designers e outros peritos que colaboram para desenvolver aquelas ideias pouco convencionais que faria muitos franzir o sobreolho à maioria. E vieram à poucos dias no evento Innovations@Renault em Paris para apresentar alguns desses projectos - alguns já para o futuro próximo.


Para terem uma ideia, este grupo foi responsável pelos EOLAB, NEXT e Twizy. Muito obrigado por esse ultimo... 

Projectos prontos para produção
Novo motor eléctrico: desenhado pela Renault, com a mesma performance dos actuais (65 kW/88 cavalos e 220 Nm de binário ), mas 10% mais pequeno e o conjunto carregador Camaleão/conversor estão agora contidos numa única controladora electrónica que é 25% mais pequena que a actual.

O motor passa a ser arrefecido a ar e apenas a controladora electrónica é arrefecida a água. Graças a melhoramentos a nível da gestão electrónica os tempos de carregamento foram reduzidos para a carga de 3kW e 11kW. Um inversor redesenhado oferece melhor eficiência reduzindo o consumo de energia. 

Novo motor bifuel gasolina-GPL: um novo motor bifuel Euro6 baseado no 3 cilindros de 0.9 litros que a Renault diz ser 20% mais eficiente que anterior motor GPL.

Inclui turbo, Stop&Start, recuperação de energia na travagem e modo ecologista. É um sistema que virá já de fábrica, ao contrario do que acontece hoje em dia que se tratam de modelos adaptados após produção - à venda em breve muito provavelmente na Dacia. 

Projectos longo prazo
Híbrido diesel HYDIVU: este é um prototipo para um sistema híbrido diesel para veiculo comerciais - baseado numa Renault Master equipado com o motor ENERGY dCi 165 Twin Turbo diesel. Tem um motor eléctrico de arranque-alternador de 12 kW/48 volts integrado na caixa de velocidades para ajudar o motor de combustão reduzindo consumos.

Recolhe energia durante a desaceleração e travagel que é armazenada numa bateria de 48 volts. Esta unidade inclui algo que a Renault chama de "Downspeeding" - relações de caixa mais longas para baixar os consumos em longas viagens, compensado por turbos de geometria variável desenvolvidos de raiz para este concept que fornecem muito do binário logo apartir das 1.000 rpm. Segundo a Renault, consegue reduzir os consumos em 10% em longas viagens. 

Projecto Motor "POWERFUL": motor de 2 cilindros 2 tempos com turbo e compressor a diesel...que combinação de palavras não é? Motores diesel a 2 tempos têm uma eficiência térmica de 50% quando os motores de 4 tempos conseguem apenas 35% mas são grandes demais para uso automóvel - pelo menos até agora segundo a Renault.

O projecto "POWERFUL" (POWERtrain for Future Light-duty) é um motor de 2 cilindros com metade do tamanho o 1.5 dCi da Renault e menos 40 quilogramas de peso (este novo motor pesa menos de 100 quilogramas) e produz o mesmo nível de ruído. Tem 730 centímetros cúbicos e tem turbo e compressor para desenvolver entre 48 a 68 cavalos e 112 a 145 Nm de binário apartir das 1.500rpm. Os testes iniciais são encorajadores mas ainda falta muito trabalho antes de avançar para a série. Este motor esta a ser desenvolvido para os países emergentes e deve custar menos a produzir que o actual 4 cilindros. Aparentemente o maior obstáculo no desenvolvimento deste motor é turbo que é caro demais para produzir. 

 Projecto "VELUD": este fez-me sorrir, se bem que provavelmente não ira acontecer - tiraram o lugar traseiro a um Twizy e adaptaram um pequeno atrelado de 2 rodas para transportar cargas até 150 quilogramas. 

A ideia é desenvolver uma viatura para entregas urbanas de mercadorias - para lojas ou serviços de entregas em centros urbanos. Aparentemente vão construir um (ou mais) protótipos antes de decidirem se avança para produção. Gostaria muito de o ver...

[update]2015 - O que vem aí

|0 comentários
2014 está a acabar, 2015 está a chegar com muitas novidades previstas. Algumas interessantes como um novo Opel Astra ou um "possivel" novo Alfa Romeo, outras nem tanto. Fica abaixo uma curta lista do que podemos esperar no próximo ano.

Alfa Romeo
4C Spider – versão de série deverá ser apresentada no salão de Detroit.
Giulia – será que é desta? no final de 2015 deveremos ter o rival do A4/Serie 3 da Alfa Romeo.


Aston Martin
Vantage GT3 – Genebra deverá connhecer o Vantage mais potente de todos.


Audi
Q7 – o SUV de topo da Audi deverá perder muito peso e ganhar melhor aspecto para o salão de Detroit em Janeiro.
A4 – nova geração deve ser apresentada no salão de Genebra. Treme Serie 3, treme!
R8 – deverá haver um concept em 2015, modelo final provavelmente só em 2016


Bentley
Grand Convertible – versão de série lá para o fim de 2015
SUV – esperemos que mais bem conseguido que o anterior, também no fim de 2015.


BMW
Série 1 – restyling em linha com o Serie 2 Active Tourer em Genebra
Série 2 Grand Active Tourer - versão de 7 lugares chega
Série 2 Grand Coupe - coupe 4 portas no 3º trimestre
Série 3 – restyling em Frankfurt e motores de 3 cilindros
Série 6 - restyling
Série 7 - nova geração
X1 – tração dianteira baseado na nova plataforma UKL


Citroën
C4 - restyling em Genebra
Berlingo - novo modelono 2º trimestre
DS5 - restyling em Genebra perdendo a designção/logos Citroen
DS4 - restyling em Genebra perdendo a designção/logos Citroen


Ferrari
458 Italia mk2 - no verão deveremos ter um novo 458 com motor turbo
LaFerrari XX – já em testes e no final de 2015 devemos ter a versão de pista do LaFerrari


Fiat
Compacto - fim 2015 ou inicio de 2016 algo não 500 chega à Fiat
Roadster – fim 2015 ou inicio de 2016 o roadster baseado no Mazda MX-5


Ford
Ka – low-cost global da Ford deve chegar no fim de 2015
EcoSport - restyling fim 2015 ou inicio de 2016 para tentar ser menos rupestre
Galaxy – nova geração em 2016


Honda
Civic Type R – chega em Genebra, mas já pode encomendar um...
Jazz – chega à Europa (enfim) no verão de 2015 depois de tirarem a placa de "Protótipo"
CR-V - chega à Europa (enfim) em Genebra depois de tirarem a placa de "Protótipo"
HR-V – chega à Europa (enfim) no verão de 2015 depois de tirarem a placa de "Protótipo"
NSX – chega enfim, mas curiosamente já venderam todos...


Hyundai
i30 - restyling em Genebra
i40 - restyling em Genebra
Veloster - restyling em Genebra
Santa Fe - restyling no fim de 2015


Jaguar
XJ - restyling em Genebra
XF – 2ª geração chega no verão de 2015 com a nova estrutura modular Jaguar
XE Sportbreak - versão carrinha no 4º trimestre


Jeep
Grand Cherokee - restyling no fim de 2015, salão de Los Angeles


Lamborghini
Huracan Spyder – mesmo a tempo do verão de 2015


Land Rover
Evoque - restyling
Evoque cabriolet – mulas de teste já foram avistadas. Será?


Maserati
Levante – SUV Maserati no fim 2015/inicio 2016


McLaren
Sports Series – Frankfurt 2015, nova gama acessivel da Mclaren


Mercedes
Mercedes-AMG Classe C 63 - 503 cavalos, é preciso dizer mais?
GLE – o ML recebe no verão um restyling e um novo nome
GLE coupé – chega a resposta da Mercedes ao BMW X6
GLC - em Frankfurt chega o substituto do GLK
Classe A - restyling em Frankfurt
Classe S Maybach - topo do topo do Série S chega em Genebra
Classe C hibrido plug-in - versão hibrida em Genebra
Classe C coupe - versão coupe chega em Novembro
Classe S Cabriolet - versão descapotavel no 4º trimestre
G63 AMG 4x4 - sim, vai haver mais um...


Mini
Cooper JCW – Genebra terá a versão mais potente do novo Mini Cooper
Clubman – no verão de 2015 e a tempo do regresso às aulas chega o novo Mini carrinha com 4 verdadeiras portas


Nissan
Juke Nismo RS – Juke com 215 cavalos em Genebra
370Z – mais um refrescar
Pulsar Nismo – Frankfurt deverá ter a versão de série


Opel
Karl – Junho trará o modelo mais acessivel da Opel
Astra – Frankfurt deverá receber a nova geração do Astra
Corsa OPC - versão de topo no 3º trimestre


Peugeot
Partner - novo modelo 3º trimestre
308 GTI - novo modelo 3º trimestre


Porsche
911 - restyling em Frankfurt 2015
911 GT3 RS – o mais potente dos Porsche 911 atmosféricos, e talvez o ultimo
Cayman/Boxster - restyling no fim 2015 (Los Angeles) com nova versão GT4.


Renault
Megane Crossover/Koleos – verão 2015 deverá trazer a versão Renault do Nissan Qashqai
Familiar 4 portas - apresentação no 2º trimestre
Megane - 4º trimestre

Rolls-Royce
Wraith descapotavel - Frankfurt deverá trazer a versão descapotavel do coupé Wraith


Seat
Leon ST Cupra – Genebra terá o Cupra Carrinha desportivo
Ibiza - restyling no verão de 2015
SUV – enfim a Seat recebe um SUV baseado no Lean, fim 2015/início 2016
Alhambra - restyle no 3º trimestre


Smart
ForTwo Cabriolet - Abril
ForTwo e ForFour Brabus - Abril


Skoda
Superb – Frankurt terá o maior Skoda de sempre


SsangYong
Tivoli – Junho trará versão de série dos concepts X100


Kia
Rio - restyle no 2º trimestre
Venga - restyle no 2º trimestre
Cee´d - restyle no 3º trimestre


Tesla
Model X – SUV chega no outono


Toyota
Avensis - restyling exterior e motores diesel BMW
Prius – Dezembro trará nova geração "do hibrido"


Volkswagen
Sharan - restyle 3º trimestre
Tiguan - restyle 3º trimestre
Taigun - 3º trimestre
Beetle Dune - 4º trimestre
Golf cabriolet - 4º trimestr


Volvo
V90 - 3º trimestre

Volvo prepara motores 3 cilindros

|0 comentários
Parece que 3 será o número mágico nos próximos motores - da BMW à Renault todos parecem investir nestes motores. O mais recente é a Volvo que confirmou que já está a testar novos motores DriveE com 3 cilindros capazes de debitar até 180 cavalos. 

Em Agosto a Volvo já tinha confirmado que iria dar este passo e arrancam agora os testes - Os novos motores DriveE são modulares e basicamente tiraram um cilindro ao já conhecido 4 cilindros reduzindo assim a cilindrada e peso. Estão a ser desenvolvidos principalmente para a nova arquitectura CMA para pequenos automóveis (próxima série 40 - S40, V40 e XC40) e para ser incluído em sistemas híbridos plug-in (muito provavelmente próxima série 60 - S60, V60 e XC60). Ou seja, quando antes havia os 5 e 6 cilindros o futuro na Volvo terá 3 e 4 cilindros em linha.

BMW Série 2 coupe com motor de 3 cilindros

|0 comentários
Sim, em 2015 poderá comprar o Série 2 Coupé 218i com um 3 cilindros turbo de 1,5 litros com 134 cavalos. Mantenha-mos em mente que o i8 também tem um 3 cilindros de 1.5 litros e não é propriamente lento. 

Este 218i é capaz de atingir os 212 km\h e ir dos 0 aos 100 km\h em 8,8 segundos. Mas não foi esta a única alteração - a tração integral xDrive, antes exclusivo do 235i, passa a estar disponível no 220d e novas variantes: Advantage, Sport Line, Luxury Line e M Sport.

Novo Mini John Cooper Works apresentado

|0 comentários
Ou o Mini para dominar todos os Minis - o novo Mini John Cooper Works tem um motor de 4 cilindros turbo de 2 litros com 231 cavalos e 320 Nm de binário - o mesmo que o Audi S1, se bem que esse tem tracção integral. 

Relativamente à geração anterior é ligeiramente mais rápido a atingir os 100km\h (6,3 segundos com caixa manual de 6 velocidades ou 6.1 com a opcional automática "Steptronic"). Para ajudar a digerir toda a potência o JCW recebe acertos de suspensão e direcção específicos, e o EDLC (Electronic Differential Lock Control) que emula o bloquear do diferencial permitindo que a potência não se converta em fumo em todas as curvas. Recebe também um discos e calços específicos da Brembo, jantes de liga leve de 17 polegadas John Cooper Works Race Spoke e (em opção) amortecedores controlados electronicamente. 

Visualmente recebe vias alargadas, jantes de 17 polegadas, aileron traseiro, saias laterais e para-choques rebaixados, ponteira de saída dupla, uma cor exterior especifica chamada Rebel Green e mais grelhas por centímetro quadrado que qualquer outro automóvel. No interior recebe assentos de competição, pedais de competição e mais aplicações em vermelho que uma bolsa de ginásio masculina. Até se cheira o Old Spice...

[update]Mad Max: Fury Road - 1º trailer

|0 comentários
Novo trailer para o Mad Max: Fury Road!


Post original de 07-08-2014
Recomeçar velhos franchises parece ser a moda no cinema - temos os Transformers, Homem aranha, Guerra das Estrelas (Star Wars) e Caminho das Estrelas (Star Trek) e temos mais um a chegar em Maio de 2015: Mad Max está de volta!

Este Mad Max: Fury Road é o quarto episódio da saga iniciada em 1979, curiosamente dirigido pelo mesmo realizador dos 3 primeiros filmes - George Miller. Nunca pensei voltar a ver os penteados dos anos 80...

[trailer]Top Gear Especial Patagonia a caminho

|0 comentários
Está confirmado que o insólito especial da Patagonia do Top Gear: será emitido no dia 27 de Dezembro às 20:30 (primeira parte) e a 28 de Dezembro às 20:00 (segunda parte) - e pouco depois na internet certamente! Uma viagem pela Patagonia até à cidade mais a sul do mundo ao volante de um Porsche 928, Lotus Esprit e Ford Mustang. Se não sabe do que estou a falar recomendo que leia isto.
Estou curioso para ver como vão dar a volta ao final...

"