BMW Série 2 Active Tourer 225xe apresentado

|0 comentários
Mais um BMW hibrido plug-in a caminho de Frankfurt - depois do 330e eis o BMW Série 2 Active Tourer 225xe.
Externamente é um BMW Série 2 Active Tourer com uma tomada externa, mas a grande diferença está por debaixo do metal - neste modelo o motor a gasolina (o 3 cilindros de 1.5 litros turbo TwinPower a gasolina com 136 cavalos e 220 Nm de binário acoplado a uma caixa automática Steptronic de 6 velocidades e um alternador-arrancador que permite adicionar se necessário mais 15 kW/20 cavalos e 150 Nm de binário) acciona o eixo dianteiro e o motor electrico (65 kW/88 cavalos e 165 Nm) acciona o eixo traseiro permitindo a tração integral. No total é capaz de debitar 224 cavalos/165 kW e 385 Nm de binario - o suficiente para acelerar dos 0 aos 100 km/h em 6,5 segundos e atingir 202km/h de velocidade máxima.

Tem 3 modos de funcionamento 100% electrico - "Auto eDrive", "Max eDrive" e "Save Battery". Relativamente ao Active Tourer 225i xDrive "normal" esta versão hibrida ganha 150 quilogramas, principalmente devido à bateria de 7,7 kWh (demora 3 horas e 15 minutos a carregar na tomada doméstica ou 2 horas na iWallbox opcional) colocada debaixo do assento (segundo a BMW não afecta a capacidade da mala - 400 litros) que permite 41 quilometros de autonomia 100% electrica.
A nivel de consumos a BMW diz que é capaz de consumos mistos até 2,0 l/100km - isto segundo o mega-hiper-super optimista circuito de homologação europeu.

BMW 330e apresentado

|0 comentários
A BMW apresentou o sucessor ao malogrado ActiveHybrid3 - este é o 330e a versão hibrida plugin do actual Série 3.

Identificar um na rua pode ser complicado apenas 2 detalhes o diferenciam - exteriormente a tomada lateral e no interior apenas o botão atrás do selector de velocidade parfa escolher o modo electrico que o condutor deseja.

Mecanicamente é uma variante da mecanica hibrida do X5 xDrive40e - excepto que no 330e não terá tração integral, o 2 litros turbo a gasolina debita 184 cavalos e o motor electrico debita 65 kW/88 cavalos. Resultado final 252 cavalos e 420 Nm de binário via uma acixa automática Steptronic 8.


Segundo a BMW este 330e é capaz de ir dos 0 aos 100km/h em 6,1 segundos e é capaz de atingir 225 km/h de velocidade máxima. A autonomia 100% electrica máxima é de 40 quilometros e a nivel de consumos a BMW diz que é capaz de consumos mistos até 2,1 l/100km - isto segundo o mega-hiper-super optimista circuito de homologação. Mesmo assim 40 km em modo 100% electrico é muito bom para os pequenos percursos.

Novo Volkswagen Tiguan em Frankfurt

|0 comentários
A Volkswagen confirmou que vai levar o novo Tiguan ao Salão Automovel de Frankfurt...infelizmente não diz muito.

A nivel de design, tal como toda a gama VW, será uma evolução da actual geração. Mecanicamente sabe-se que terá a plataforma MQB, os motores de 4 cilindros a gasloina e diesel do Golf, e terá variantes de 5 e 7 lugares.
Visto no Worldcarfans

Lamborghini prepara algo

|0 comentários
A Lamborghini prepara algo para o salão de Frankfurt e publicou a imagem abaixo - bastante criptica: "o céu nunca sera o mesmo"?

Provavelmente será um modelo descapotavel e como o Aventador Super Veloce Roadster já foi apresentado será o Huracan Spyder? Ou algum concept mistério?

[update videos]Novo BMW Série 7 apresentado

|0 comentários
Eis o novo BMW Série 7, topo de gama da BMW e rival eterno do Mercedes Classe S e se por fora parece apenas uma evolução do designe, arrisco um actual Serie 3 cruzado com o antigo Serie 7, a verdade é que muito se esconde debaixo do metal. A questão é se isso bastará para chamar à atenção dos abastados o suficiente para destronar o líder inconstestado - em 2014 a BMW vendeu 48.480 unidades do Série 7, menos de metade do que a Mercedes conseguiu com o Classe S (101.428 unidades) mas mais que os 37.158 Audi A8 vendidos em igual período. 

Em termos de design é uma evolução da anterior geração com o look do recentemente refrescado Serie 3, é mais desportivo e apenas 2 centímetros mais compridos que a geração que substitui (5,10 metros de comprimento ou 5,24 metros nas versões longas L). 
O interior é completamente novo e que belo sitio para se estar parece ser - o iDrive foi redesenhado (e deve chegar à restante gama nos entretantos) passando a ser sensível ao toque, pode usar o comando tradicional mas também pode usar gestos para algumas funções como aumentar o volume ou controlar o telefone.

Pode carregar o seu telemóvel sem ter que o ligar, pode ter assentos traseiros que o exercitam enquanto está sentado ou permite-o esticar como na primeira classe de uma linha aérea, tablets nos assentos traseiros e nas versões longa pode ter um tecto de vidro panorâmico Sky Lounge Panorama com iluminação LED no interior. 

E as superfícies/ecrãs tacteis chegam até aos comandos da ventilação...como dizem os ingleses: SWEET!
O conforto promete ser fenomenal - os assentos (dianteiros e traseiros), volante e apoios para os braços são aquecidos, a suspensão é pneumática e pilotada de série em todos os modelos, e o sistema Active Comfort Drive tem as barras de anti-rolamento pilotadas e uma câmara que lê a estrada à frente e adapta a regulação da suspensão para qualquer irregularidade que apareça. Mas o melhor ainda é, para mim claro, a possibilidade de estacionar sozinho usando o comando à distancia. 
Mecânicamente falando a grande novidade é a perda de 130 quilogramas de peso que como sabemos ajuda a reduzir consumos e melhora comportamento - mas é a forma e não o valor que é interessante: a BMW pegou nas lições dos i3 e i8 e aplicou-as ao novo Seríe 7. Utiliza, e estreia esta mistura pela primeira vez na industria automóvel de série, alumínio, aço de alta qualidade e plástico reforçado com fibra de carbono em diferentes locais. Para melhorar o comportamento, além da redução de peso, o Série 7 poderá contar com a tracção integral xDrive e 4 rodas directrizes ActiveDrive.


Debaixo do capot a versão mais vendida deverá ter uma nova versão do 3 litros turbo diesel com 265 cavalos e 620 Nm de binário (730d capaz de acelerar dos 0 aos 100km\h em 5.8 segundos). A gasolina terá inicialmente o V8 biturbo de 450 cavalos associado à tração integral (750i capaz de acelerar dos 0 aos 100km\h em 4.4 segundos) o 6 cilindros turbo de 326 cavalos (740i capaz de acelerar dos 0 aos 100km\h em 5.5 segundos) e a mecânica híbrida do X5 que associa um 4 cilindros de 2 litros associado a um motor eléctrico que desenvolve 326 cavalos (740e). 
Segundo a BMW esta versão híbrida é capaz de médias (segundo o ciclo de homologação muito optimista) de 2.1 l/100km e uma autonomia 100% eléctrica de 40 km. Todos os motores estão associados à caixa automática de 8 velocidades Steptronic que está ligada ao GPS podendo seleccionar a velocidade de acordo com a geografia e tipo de estrada.

De série tem faróis Full LED com possibilidade de faróis laser por opção, e pode ter um pack Advanced Safety que inclui um modo de condução automático que actua sobre o volante e distancia de segurança e permite evitar uma colisão lateral e dianteira.


Update 23-06-2015


Update 03-09-2015
A BMW publicou 5 videos sobre o processo de design do novo Série 7 - se gosta de tecnologia automovel ou apenas curioso sobre que meios os construtores de topo têm ao seu dispor veja que vai gostar.

Renault Alaskan concept apresentado

|0 comentários
A Renault acabou de apresentar em Paris a sua primeira pick-up (o Dacia Oroch não conta), aqui ainda sobre a forma de concept - o Renault Alaskan, que deve estar à venda em 2016.

É uma pick-up capaz de carregar uma tonelada de carga mas acima de tudo até é bastante atraente (segue o design actual da Renault, com um pouco de Espace e Talisman à mistura) e com presença.
Trata-se de mais um produto do que é a parceria mais bem sucedida de sempre da industria automóvel: a Renault-Nissan e a Mercedes. A Alaskan e a variante Mercedes (prevista mais para 2020) utilizarão elementos da arquitectura da recentemente apresentada Nissan Navara NP300, mas o desenvolvimento e acerto será feito por cada parceiro e não será apenas uma questão de mudar faróis e grelha.


O Alaskan estará disponível para o mercado profissional e privado - os acabamentos de boa qualidade deste concept demonstram essa possibilidade. Detalhes mecânicos são poucos - é uma pickup de 1 tonelada, tem jantes de 21 polegadas, faróis 100% LED e debaixo do capot deste concept está o biturbo de 2.3 litros de 165 cavalos tirado da Renault Master. Segundo a Renault a versão final terá várias configurações de carroçaria e motores, versões provisionais e de lazer (fará companhia aos Captur e Kadjar).
Na mesma apresentação a Renault lançou a marca Renault Pro+, que ira estar disponível globalmente para os compradores e utilizadores de veículos comerciais ligeiros Renault. Trata-se de uma rede especifica para este mercado que terá a sua própria publicidade, produtos e relação ao consumidor.

A Renault é o líder do mercado europeu dos comerciais ligeiros (LCV) nos últimos 17 anos, tem uma forte presença na América do Sul e África mas agora quer ser global.

Mercedes Classe S Cabriolet apresentado

|0 comentários
E eis enfim a família Classe S completa - este é o ultimo elemento, o Classe S Cabriolet. O Classe S sempre foi acerca das tecnologias de topo para um automóvel, este ultimo é tudo acerca das tecnologias de topo para um descapotavel.

Passaram 40 anos desde os últimos descapotaveis de 4 lugares da Mercedes (o W111 e W112 de 1961-1971) e para este regresso os engenheiros não olharam a meios para garantir que mesmo com o tejadilho recolhido os ocupantes não tenham frio ou seja incomodados por correntes de ar desagradáveis.

Há o Aircap instalado no topo do para-brisas que dissipa correntes de ar graças a uma lamela plástica móvel que trabalha em conjunto com um corta-vento móvel atrás dos assentos traseiros. O Airscarf atira ar quente para a nuca dos passageiros dianteiros e seleccionando o pack Confort pode ter todos os assentos aquecidos, bem como os apoios de braços e volante. Para evitar os odores desagradaveis da natureza também pode ter o pack Air Balance que difunde um perfume para tratar desse problema e a climatização detecta se a capota está aberta ou fechada e configura automaticamente os diferentes arejadores. 

Mecânicamente é baseado no Classe S Coupe, a capota de 3 camadas está disponível em 4 cores (preto, azul, beje ou vermelho) e fecha em 20 segundos mesmo em movimento a 60km\h.

A condução também promete ser confortável já que a suspensão pneumática Airmatic é de série. Debaixo do capot, no lançamento, estará disponível com 2 motores: o S500 com um V8 de 455 cavalos e 700 Nm de binário, seguido do AMG S 63 com um V8 de 5.5 litros que debita 585 cavalos e 900 Nm de binário com tracção integral.

Corrida e caminhada Solidária Bosch em Aveiro a 13 de Setembro

|0 comentários
Sei que não tem nada a ver com automoveis mas é por uma boa causa - o total do valor das inscrições nesta corrida e parcerias reverte para instituições de solidariedade social de âmbito local e ao IPO Porto.
A prova do próximo dia 13 de setembro em Aveiro e Ílhavo é organizada com parceiros locais, nomeadamente as Câmaras Municipais de Aveiro e Ílhavo, a Universidade de Aveiro e a Associação Industrial do Distrito de Aveiro. Esta 4ª edição vai contar com a presença e incentivo da antiga campeã olímpica, Fernanda Ribeiro.

Impulsionada pelo sucesso das edições dos anos anteriores, que no total somaram 6.000 participantes e entregaram mais de 150 mil euros a instituições locais e nacionais, este ano, a Bosch pretende volta a encher a cidade de Aveiro com uma das corridas mais solidárias de Portugal. O objetivo é ultrapassar o valor angariado em cada edição dos anos anteriores e garantir, desta forma, ainda mais apoios a instituições de solidariedade social.

O conceito desta prova é diferenciador pelo seu carácter social. O valor angariado através do apoio de parceiros e das inscrições reverte totalmente a favor de cinco instituições: uma de âmbito nacional – IPO Porto – e quatro instituições locais – Centro Social de Azurva, Aveiro; Lar do Divino Salvador, Ílhavo; Associação Humanitária dos Bombeiros de Ílhavo; e ainda o Fundo de Social da Universidade de Aveiro.

A Corrida Solidária Bosch liga as cidades de Aveiro e Ílhavo no percurso de 10km em corrida, com partida da Calçada Carlos Paião, em Ílhavo, às 10h30, e através de uma caminhada de 4km com partida às 9h45, na Reitoria da Universidade de Aveiro. A organização aguarda a participação de mais de 2.000 pessoas.
Para inscrições e regulamentos, aceder a corridabosch.fullsport.pt

A sua casa é a mais eficiente de Portugal? Ganhe um Renault Twizy

|0 comentários
A minha não é a mais eficiente de certeza mas como já tenho um Twizy não há problema - mas se não for o seu caso então isto pode ser para sí: numa parceria com o National Geographic Channel, a EDP Portugal acaba de lançar o concurso A Casa Mais Eficiente de Portugal. 
As famílias residentes em Portugal Continental com a casa mais eficiente de Portugal (no que diz respeito aos seus consumos energéticos), poderão candidatar-se até ao próximo dia 11 de Outubro e após a fase de candidatura serão seleccionadas as 50 famílias com as casas mais eficientes, sendo automaticamente premiadas com uma auditoria energética EDP.

Do resultado destas auditorias, um painel de júri com personalidades ligadas à arquitectura, engenharia e temáticas de eficiência energética irá escolher as cinco casas mais eficientes de Portugal, que serão apresentadas como exemplos a seguir em termos de práticas energéticas eficientes, através spots televisivos emitidos nos canais National Geographic Channel, na Fox e na Fox Life. Depois, o grande vencedor será premiado com um carro eléctrico Renault Twizy.

Para além do spot de divulgação do concurso, serão ainda divulgadas 10 dicas de eficiência energética, que serão emitidas em todos os canais do portfólio da Fox International Channels Portugal (NGC, Fox, Fox Life, Fox Crime, FX, Fox Movies e 24 Kitchen) e nas respectivas plataformas digitais. A divulgação do concurso será também comunicada em imprensa, digital, rádio assim como nas lojas e agentes EDP espalhados por todo o país.

7ª Edição da Concentração de Automóveis Minis e Clássicos e Motas antigas

|0 comentários
A Junta de Freguesia de Ermesinde vai realizar no próximo dia 06 de Setembro a 7ª Edição da Concentração de Automóveis Minis e Clássicos e Motas antigas, junto à Sede da Junta da Freguesia. Este ano vamos contar com uma Prova de Carrinhos de Rolamentos (da parte da tarde, com participação gratuita mas é necessária inscrição) com brindes e surpresas para todos os participantes. Mais informações pelo email geral@jf-ermesinde.pt

EuroNCAP parte mais alguns SUVs - diz que não foi ele

|0 comentários
Ok, também partiu monovolumes e uma pick-up mas enfim - com a enchente de SUV's no mercado já era tempo de vermos como eles ficam quando os atiramos de encontro a uma parede. Algo que o pessoal do EuroNCAP adora fazer. 

E começando pelos mais caros, o novo Volvo XC90 e Audi Q7 conseguriam ambos nota máxima. O Volvo teve bons resultados na proteção de adultos, os sistemas de ajuda à condução em particular o sistema de travagem autonoma de emergencia de série contribuiram para optima notação.


O Audi Q7 também teve bons resultados e conseguiu ser melhor que o XC90 na proteção às crianças.



Mas não ficou por aí - também com 5 estrelas ficaram o Renault Kadjar, Ford Galaxy e S-Max (por parentesco), Volkswagen Touran e Toyota Avensis.
Euro NCAP Ford Galaxy 2015



Euro NCAP Renault Kadjar 2015



Euro NCAP Toyota Avensis 2015



Euro NCAP VW Touran 2015



Os novos Mazda CX-3 e Mitsubishi L200 também foram testados e receberam apenas 4 estrelas - principal problema foi a ausencia de série de assistencias à condução. Mesmo assim, 4 estrelas não é mau, particularmente para uma pick-up.
Euro NCAP Mazda CX 3 2015 



Euro NCAP Mitsubishi L200 2015


"