Peugeot apresenta o i-Cockpit v2

|0 comentários
Estive na apresentação do Peugeot 208 em Portugal e confesso que o i-Cockpit com o seu pequeno volante mais baixo e o conjunto de instrumentos por cima do volante custou a adaptar mas com a ajuda de um colaborador no acerto até é algo de pratico. A Peugeot apresentou agora a segunda versão do i-Cockpit que deverá tornar-ser realidade no próximo 3008 que deve ser apresentado em breve antes de destilar para a próxima geração de Peugeots.


E a palavra-chave é "digital". Continua a caça aos botões no tablier (o que é bom), o volante é semi-cortado para permitir fácil leitura do tablier e todo ele é virado para o condutor.


No centro temos um ecrã sensível ao toque de 8 polegadas e à frente do condutor a versão da Peugeot do Virtual Cockpit da Audi. Terá até um modo noturno em que reduz a informação nos mostradores para baixar a luz produzida. Tem ainda a possibilidade de criar até 3 perfis de condutor com definições individuais de luz ambiente, rádios favoritas, tipo de gráficos digitais, configuração dos assentos elétricos e intensidade de libertação do perfume ambiente...

Honda Clarity será uma série de modelos

|0 comentários
A Toyota já tem o seu Mirai há já algum tempo na estrada mas a Honda, que foi a primeira no campo dos automóveis com pilha de hidrogénio, a adiar continuamente o novo Clarity - o recente anuncio da Honda explica o porque do atraso: a Honda esta a ultimar 3 variantes do Clarity.
Seguindo a ideia da Hyundai com o Ionic, a Honda está a preparar 3 variantes: uma versão movida por pilha de hidrogénio que deve chegar no fim de 2016, uma versão 100% elétrica alimentada por uma bateria de lítio e uma versão híbrida plug-in ambas previstas para o fim de 2017.

Suzuki Baleno com 2 resultados no EuroNCAP

|0 comentários
O Suzuki Baleno teve 2 resultados nesta ultima leva de resultados do EuroNCAP porque a Suzuki mandou 2 níveis de equipamento do novo Baleno: uma versão base (1ª imagem) e uma versão com o pack de segurança opcional chamado "Radar Brake Support" (2ª imagem). 

O compartimento dos passageiros manteve-se estável no embate parcial frontal com boa proteção dos joelhos e fémures de ambos condutor e passageiro. No impacto frontal completo com uma barreira rígida a proteção do condutor foi considerada boa exceto no peito onde foi considerada adequada.
No embate lateral com a barreira o Baleno obteve boa proteção mas o resultado para a pontuação da cabeça foi penalizado pelo airbag de cortina que não foi ativado corretamente neste teste. No teste mais exigente do embate lateral com um poste a proteção da cabeça foi considerada apenas adequada (por causa do tal airbag) e fraca no peito. Os assentos e encostos de cabeça foram considerados oferecer boa proteção e o sistema opcional "Radar Brake Support" de travagem autónoma foi bem pontuado.

Na segurança de crianças foram detectados valores elevados de esforço no pescoço no simulador de crianças de 10 anos e proteção marginal do pescoço e peito no simulador de crianças de 6 anos. No impacto lateral não houve pressão suficiente no airbag de cortina para evitar que a cabeça do simulador de criança de 10 anos atingisse o interior do automóvel junto ao pilar C causando um mau resultado. Na proteção dos peões o para-choques e capot tiveram principalmente resultados bons ou adequados. O Baleno não tem opção de travagem autónoma com deteção de peões.

A grande diferença nas pontuações é o sistema de travagem autónoma que até teve bons resultados nos testes do EuroNCAP, mas o Baleno tem alguns problemas que precisam de ser resolvidos.

Novo Toyota Prius 5 estrelas no EuroNCAP

|0 comentários
O novo Toyota Prius conseguiu a pontuação máxima de 5 estrelas nos testes do EuroNCAP - um ótimo começo para "o hibrido".
O compartimento dos passageiros do Prius manteve-se estável com boa proteção dos joelhos e fémures do passageiro e condutor de diferentes tamanhos. A proteção do peito do condutor foi considerada marginal no impacto frontal completo contra uma barreira solida, mas em geral boa para ambos condutor e passageiros traseiros. No embate da barreira lateral o Prius teve pontuação máxima em todas as áreas criticas do corpo.
No mais exigente embate lateral com um poste todas as zonas do corpo tiveram bons resultados exceto no peito onde foram detetadas leituras elevadas de compressão lateral das costelas. Os assentos dianteiros e encostos de cabeça demonstraram boa proteção do pescoço nos embates por trás.

Relativamente à proteção dos peões, o capot teve bons resultados exceto na zona da base do para-brisas e pilares A. O para-choques obteve pontuação máxima e o sistema de travagem autónoma deteta peões.

Nos equipamentos de segurança o Prius recebe de série o Toyota Safety Sense que inclui a travagem autónoma que funciona mesmo a velocidade de auto-estrada, lane assist e leitura de sinalização vertical.

Este é o verdadeiro Diabo da Tasmânia

|0 comentários
Como aumentar o interesse nos rallies de estrada? Promover a participação de automóveis como este Porsche 911 GT3 na Targa Tasmânia. Fechem a porta e aumente o volume, vale a pena.

Renault Passion Days chega a Braga

|0 comentários
O novo Renault Mégane GT e o Clio R.S. 200 EDC vão estar à sua disposição no Circuito de Braga e pode ganhar uma aula com o Pedro Matos Chaves. Mas há mais... 
O novo Renault Talisman vai estar disponível para ensaio, bem como o novo Renault Espace, o Renault Captur, o elétrico ZOE e mais fora da pista vai estar o Dacia Duster. Os Renault Passion Days decorrem no Circuito de Braga, nos próximos dias 30 de Abril e 1 de Maio. A entrada é livre e gratuita mas tendo já participado deixo uma recomendação: esteja lá logo de manhã cedo ou não conseguira fazer grande coisa.

Novo Audi TT RS apresentado em Pequim

|0 comentários
Quase todos os construtores já abandonaram os motores de 5 cilindros, mas como que a jeito de estalada de luva branca o Audi TT RS não só mantém esta arquitetura como puxa-a para os 400 cavalos!

Debaixo do capo está o 5 cilindros de 2,5 litros turbo da geração anterior mas agora construido em alumínio, com injeção dupla e abertura das válvulas variável tornando o motor não só mais leve (menos 26 quilogramas) e mais potente (340 para 400 cavalos) e 480 Nm às 1.700 rpm. O que significa mais uns 30 cavalos que o RS3.


Este novo TT RS está apenas disponível com a caixa S tronic de 7 velocidades e tração integral quattro.



Continuando com números de cortar a respiração, o novo TT RS vai dos 0 aos 100 km/h em 3,7 segundos (coupe) ou 3,9 segundos (no roadster) e atinge 250 km\h limitados eletronicamente.

Momento "abram os olhos" do dia

|0 comentários
Calculo que era uma questão de tempo - a cidade alemã está a colocar semáforos no chão porque pessoal distraído com smartphones está a ser atingido por veículos nas passagens de peões!
Se conhece o termo "Zombies" agora aprenda o "Smombies" que são infelizmente reais - pessoal que caminha enquanto distraídos pelos seus smartphones. Mas depois de inúmeras campanhas a tentar chamar as pessoas à razão a cidade alemã de Augsburg implementou algo que suspeito em breve vir a ser comum nas cidades: semáforos incluídos no pavimento junto às passadeiras que os "Smombies" possam "ver.

Pode parecer exagero mas em Munique já faleceu uma jovem de 15 anos que não ouviu um elétrico de superfície a aproximar-se e estava distraída com o seu smartphone.

Volkswagen T-Prime GTE Concept apresentado

|0 comentários
Mais um SUV a caminho com a Volkswagen a apresentar na China um novo concept de um SUV híbrido - este é o T-Prime GTE. E como é principalmente para americanos e chineses verem é enorme - 5,07 metros de comprimento e 2 metros de largura. Mas acima de tudo anuncia o próximo Touareg.


Debaixo do capot está uma motorização híbrida plug-in que combina um 2.0 litros turbo a gasolina com 250 cavalos acoplado a um motor elétrico de 280kW alimentado por uma bateria de lítio 14 kWh. No total é capaz de debitar 381 cavalos e 700 Nm de binário via o sistema de tração integral permanente.

Apesar do seu tamanho o T-Prime GTE só recebe 4 passageiros em grandes sofás. É tudo digital sem um único botão à vista - há ecrãs tateis, controlo por gestos, comandos por indução e controlo por voz.


Porsche 718 Cayman apresentado

|0 comentários
Primeiro o (718) Boxster, agora o Cayman a receber a designação 718 e trocar os 6 cilindros atmosféricos por 4 cilindros turbo.


Acabado de apresentar em Pequim recebe as mesmas alterações do primo descapotável - principalmente o modelo base troca o 6 cilindro Boxer de 2.7 litros e 265 cavalos por um boxer de 4 cilindros turbo de 2 litros e 300 cavalos, e o 718 Cayman S troca o 6 cilindros de 3.4 litros e 325 cavalos por um 4 cilindros turbo com geometria variável de 2.5 litros e 350 cavalos. Curiosamente acaba também um pormenor que nunca fez muito sentido - o Boxter e Cayman passam a ter exatamente a mesma potencia quando antes o Cayman tinha sempre mais alguns para o mesmo motor.

Há uma melhoria de performances - com a caixa PDK e pack Sport o 2.0 litros atinge os 100 km/h em 4,7 segundos e o Cayman S em 4,2 segundos.

Recebe também um refrescar cosmético exterior e interior, e mais equipamento de série.

Novo Smart Brabus apresentado

|0 comentários
A Brabus é um tuner alemão que nos habituou a máquinas como o Brabus Rocket e os seus 900 cavalos, mas também dá um toque de magia negra aos Smart - e agora trouxe-nos a nova geração dos Fortwo e Forfour Brabus que ultrapassam (ligeiramente) a barreira dos 100 cavalos.
Apresentados no salão de Pequim estes usam o 3 cilindros de 0.9 litros turbo acoplado à caixa de dupla embraiagem Twinamic que graças a um escape desportivo, aumento da pressão de injeção e admissão melhoradas o motor passa de 90 para 109 cavalos e o binário passa de 135 para 170Nm. Para lidar com a potência todos recebem suspensão reforçada, ESP recalibrado e pneus Yokohama em jantes maiores (16 à frente e 17 a trás). A direção terá sido acertada para ser mais direta e caixa para mudanças de velocidades mais rápidas em 40%.


Na pratica significa que, ambos os Fortwo coupé e roadster vão dos 0 aos 100 km/h em 9,5 segundos graças ao Launch Control e atinge 165 km/h de velocidade máxima. Já o Forfour Brabus atinge os 100 km\h em 10,5 segundos o que é mais lento mas atinge 180 km/h.
Noutro tema - será que vamos ter em breve um Twingo RS? Afinal são parentes...

[update imagens]Novo Renault Koleos apresentado

|0 comentários
O 1º Renault Koleos foi uma tentativa sem sucesso de importar um SUV fabricado na Coreia para a Europa, mas quando à primeira não consegues tenta de novo. Para já só há esta imagem frontal e o vídeo abaixo, mais provavelmente só quando for apresentado no salão automóvel de Pequim. 
Visualmente parece uma versão SUV do Talisman (se bem que mais comprida - 4,70 metros de comprimento total) baseado na mesma plataforma do Nissan X-Trail. Excepto que deverá ter apenas 5 passageiros tal como o novo Kadjar para não roubar clientela à nova Scenic e Espace, aproveitando os motores de 1.6 litros a gasolina e diesel desta ultima. O principal mercado deste modelo será sem dúvida a China (onde a Renault acabou de montar uma fabrica novinha em folha em Wuhan) mas deve cá chegar em 2017.

Novas imagens










Nova Volkswagen Amarok a caminho

|0 comentários
6 anos depois da apresentação a Volkswagen Amarok vai receber um pequeno restyling em breve tendo sido publicados os desenhos abaixo.
Os para-choques parecem mais curvos e a grelha diferente. Atrás recebe novos faróis e novas jantes.
No interior perde os arejadores redondos e recebe os mais recentes sistemas multimédia.

Ponto de situação Dieselgate: 22-04-2016

|0 comentários
Mais desenvolvimentos do dieselgate by Volkswagen mas também da Mitsubishi - como de costume sem tretas, conservantes ou adoçantes acrescentados.

VW e governo americano chegam a principio de acordo 
O grupo Volkswagen chegou a um principio de acordo com as autoridades americanas sobre os automóveis com 2 litros TDI com emissões falsificadas - o acordo não inclui os 80.000 automóveis equipados com o V6 3 litros TDi. 

Há muitos rumores sobre o que foi acordado mas poucos pormenores oficiais - a VW terá aceite oferecer aos clientes afetados varias opções que incluem comprar de volta viaturas, cancelar leasings e se possível fazer cumprir os regulamentos reparar os automóveis. Segundo o juiz os proprietários também vao ser compensados e a Volkswagen aceitou estabelecer um fundo para compensar os danos ambientais do excesso de óxidos de azoto produzidos e investir em tecnologias verdes. 
Detalhes precisos do acordo vai ser difícil - o juiz ordenou silencio aos advogados.  


Mitsubishi - mais detalhes 
Mais alguns detalhes sobre como a Mitsubishi Motors falseou as emissões em 625.000 automóveis. Segundo declarações do presidente da Mitsubishi Motors alguns automóveis foram homologados 10% mais eficientes que a realidade e já andam a fazer isto desde 2002. 

Ao testar a eficiência a marca subvalorizou propositadamente a resistência aerodinâmica e dos pneus na estrada o que resultou em consumos inferiores em mais de 600.000 automóveis do tipo K-cars. O governo japonês já está a investigar a situação, tendo "visitado" a fabrica da Mitsubishi e centro técnico de Aichi e em breve deverá apresentar o seu caso. 
Além de um possível processo crime a Mitsubishi Motors terá que compensar os consumidores, a Nissan e o governo japonês do qual recebeu muitos subsídios para a produção destes automóveis. E tendo em conta que as acções do construtor automóvel japonês caíram 31% desde que isto veio a publico o mais certo é ter que vender bens e possivelmente ser salva por uma empresa do grupo. 

O que é um sério problema porque a Mitsubishi é o mais pequeno dos construtores automóveis japoneses e no passado teve que ser salva da falência 2 vezes por empresas do grupo Mitsubishi. E porque é que teve que ser salva no passado? Porque em 2000 a Mitsubishi Motors admitiu que escondia propositadamente queixas de milhares de clientes desde 1977 para não ter que recolher os automóveis com componentes defeituosos: tanques de combustível, embraiagem, travões e transmissões. Isto ocorreu em automóveis no mercado japonês e norte-americano. Aparentemente não aprenderam nada com os erros do passado. 

Acresce ao escândalo da Takata que também, curiosamente, falsificou dados relativos aos airbags que fornecia ao seu maior cliente - a Honda.  


Volkswagen começa a recolher automóveis Audi e Seat 
O grupo Volkswagen começou a recolher na Alemanha os modelos da Audi e Seat com os diesel afectados pelo dieselgate - 90.000 automóveis que incluem o Audi A4, A5, Q5 e Seat Exeo com o 2 litros TDi. 

A Volkswagen conseguiu até agora recolher apenas 8.500 Amarok e asegir ia recolher 160.000 VW Passat e Skoda Superb mas a KBA suspendeu a acção - não há razão oficial para esta decisão. Vários jornais alemães dizem que a reparação da VW afecta negativamente os consumos, já a VW diz que é apenas uma questão de optimizar o novo software. 

Aseguir na fila de reparação devem estar os VW Golf, Audi A3 e A6 com o 2 litros TDi.
"