[update]Smart #1 apresentado

A Smart está de volta...mas não como nos lembra-mos: agora uma parceria entre a Geely (pensem Lotus, Polestar e Volvo) e Mercedes apresentou um SUV/crossover 100% elétrico designado Smart #1. E sim, parece um Mercedes...

O design exterior pouco ou nada muda relativamente aos últimos concept que o anunciou. É o maior Smart de sempre - 4,27 metros de comprimento dos quais 2,75 metros entre as rodas de 19 polegadas, e apesar da plataforma da Geely o design é misto Mini Countryman e Mercedes GLA: notem faróis dianteiros e traseiros inspirados nos modelos EQ da Mercedes como o EQA. O tejadilho que parece flutuar e as pegas das portas dá ao perfil um ar mais jovial.





O interior é uma versão Smart de componentes e tecnologias da Mercedes: o condutor recebe um conjunto de instrumentos digital de 9,2 polegadas complementado por um head-up display de 10 polegadas. O tablier é dominado pelo sistema multimédia com uma colocação muito Tesla que usa um ecrã táctil de 12,8 polegadas com um interface 3D a correr o sistema operativo Smart ID. Inclui um sistema audio Beats de 13 colunas e subwoofer, ar condicionado, iluminação ambiente e até um sistema de comunicação entre smarts.




O assento traseiro é capaz de deslizar para a frente e para trás em 13 centímetros podendo dar alguma modularidade ao espaço interior que deverá ser bastante: em 4,27 metros de comprimento mais de metade (2,75 metros estão entre rodas).

Baseado na plataforma SEA (comum à Volvo e Link&Co) da Geely o Smart #1 tem apenas 1 motor elétrico atrás a debitar 200kW de potência e 343Nm de binário alimentado por uma bateria de 66 kwh NMC com um sistema elétrico de 400v compatível com carregamento ate 150kW DC. Segundo a Smart apesar dos 1820 quilogramas o #1 terá uma autonomia wltp entre 420 e 440 km, acelerando dos 0 aos 100 km/h em 6,7 segundos e atinge uma velocidade máxima de 180km/h.

Este deverá ser a versão mais potente do Smart #1 que deverá ter versões mais acessíveis, certamente com uma bateria mais pequena. Mas, há sempre um "mas", está prevista uma versão Brabus e isso é sempre bom.
update 14-04-2022

0 comentários: