Plataforma CMF-EV - detalhes

Com a apresentação do Nissan Ariya e do concept Renault Megane eVision a aliança apresentou a sua plataforma CMF-EV para os 100% elétricos - e que deverá em breve surgir em outros veículos da aliança Renault-Nissan-Mitsubishi. A Automotive News Europe conseguiu arrancar alguns detalhes do engenheiro-chefe da Renault Gilles Le Borgne.
O desenvolvimento desta plataforma foi feita no japão custando aproximadamente 500 milhões de euros e pode ser usada para automóveis (berlinas e SUVs) de comprimento total entre 4 e 4,70 metros, ou seja, segmento C.

A CMF-EV tem as suas baterias no fundo a alimentar o motor elétrico que por defeito está debaixo do capot dianteiro mas pode receber um segundo motor elétrico no eixo traseiro para modelos de tração integral. Esta plataforma pode receber baterias LG Chem de 3 capacidades: 40, 60 e 87 kWh. O concept Renault Mégane eVision com um motor de 217 cavalos alimentado por uma bateria de 60 kWh anuncia uma autonomia mista de 450 quilómetros e 300 quilómetros a uma velocidade estabilizada de 120 km/h mas pesa 1.650 quilogramas - ou seja, mais 400 quilos que o atual modelo com motor de combustão.

Mas a Renault planeia aumentar a densidade elétrica destas baterias regularmente todos os 18 meses/2 anos aumentando a capacidade sem alterar o tamanho exterior. Segundo o engenheiro Gilles Le Borgne a possibilidade da Alpine usar esta plataforma para um modelo elétrico está em cima da mesa.

0 comentários: