[update]Mobilize Limo apresentado

Como parte do plano "Renaulution" do CEO Luca De Meo a Renault não quer ficar de fora do crescimento dos sistema de car-sharing, serviços de subscrição e e-mobility e para esse fim criou uma nova unidade denominada Mobilize especializada para este mercado que deve gerar mais de 20% dos lucros do grupo até 2030. A Mobilize terá 4 modelos específicos: 2 para car-sharing, um para serviços TVDE/Táxi e um para entregas curta-distancia (Uma recente fuga de informação anunciou o nome dos modelos que a Mobilize vai produzir - Duo, Bento, Hippo e Limo). Até agora apenas tínhamos o concept do EZ-1 mas agora temos enfim a versão final de um destes modelos - este é o Mobilize Limo, e você não pode comprar um.

Este Mobilize Limo é direcionado para os serviços de táxi e TVDEs (um mercado que a Renault projeta atingir 50 mil milhões de euros em 2030) não estando à venda a particulares, mas a profissionais como um pacote de automóvel e serviço. É 100% elétrico, confortável e equipado para lidar com o transporte de passageiros nas cidades.

Este Mobilize Limo com dimensões proximas às do Model 3 (4,67 metros de comprimento 2,75 metros a irem para a distancia entre eixos para uma melhor habitabilidade para os passageiros) e é de origem chinesa - desenvolvido em 2018 em parceria entre a Renault e a Jiangling Motors e é comercializado como o Ezoom Yi. Vem bem equipado - 8 airbags, compativel Apple CarPlay e Android Auto, conjunto de instrumentos digital com 10,25 polegadas, um sistema multimédia com um ecrã de 12,3 polegadas, cruise control activo, condução autonoma nivel 2 e muitas outros equipamentos. Mas apenas tem 3 escolhas de cor: branco, preto e cinzento. Foi dada maior atenção a parte traseira, onde vão estar os passageiros, que recebem 28,8 centímetros de espaço para os joelhos, apoios de braço amovíveis, portas USB, suportes de copos e controlos específicos para o sistema multimédia, ventilação e iluminação. Tem um motor eletrico no eixo traseiro com 110 kW/150 cavalos alimentado por uma bateria de 60 kWh que permite uma autonomia WLTP de 450 quilometros, acelerar dos 0 aos 100 km/h em 9,6 segundos e atingir uma velocidade máxima limitada de 140 km/h. Com a carga rápida consegue recuperar 250 km de autonomia em 40 minutos.

Para já vão ser produzidas 40 unidades iniciais que vão ser entregues a um parceiro (não especificado).

0 comentários: