[update]Audi Skysphere concept apresentado

A Audi acabou de apresentar o seu mais recente (e espetacular) concept: o Skysphere, um roadster com um zest de Transformer porque pode variar o seu comprimento total em 25 centímetros.

Antes de mais detalhes sobre este concept é importante dizer à partida que não será o único nos próximos tempos - vão ser 3 concepts, este Skysphere é o primeiro. Vamos ter um concept berlina chamado GrandSphere que deverá ser apresentado a 2 de Setembro e um SUV chamado Urbansphere que deve ser apresentado em 2022. Mas para já falemos do Audi Skysphere que parece uma versão moderna dos concepts Vision Maybach 6 coupe e roadster de 2016 e 2017 respetivamente.

Um automóvel com comprimento variável não é propriamente novidade - tivemos os concepts Renault Morphoz e Zoom , e o Rinspeed Presto  mas este consegue fazê-lo da forma mais elegante. Assim, este Audi Skyphere tem uma versão curta desportiva (4,94 metros) e uma versão longa Grand Tourisme (5,19 metros), com 2 metros de largura e apenas 1,24 metros de altura. O capot dianteiro (frunk) é bastante comprido (e dividido em 2 partes), empurrando o habitáculo para trás, pilar A bastante inclinado e a secção traseira é algo entre a dupla bossa de um Speedster mas com uma boa capacidade capaz de transportar 2 sacos específicos portanto seria uma shooting brake também. 




Os faróis dianteiros laser e traseiros OLED, e um difusor traseiro ativo que sobe e desce conforme a velocidade para melhorar apoio aerodinâmico. As grandes portas têm assistência elétrica, estreia os mais pequenos espelhos retrovisores com camara do mercado (algo a chegar em breve à produção em série) e jantes de 23 polegadas em carbono completam o pacote.

Segundo o seu designer Gael em modo longo o SkySphere é um cruiser luxuoso como um A8L, mas em modo curto transforma-se num ágil e rápido RS5 - tudo num único veículo. Sinceramente, fico feliz por ver a Audi a quebrar com o design tradicional da marca, demonstra que não tem medo de tentar algo novo.

O interior é bastante arte-deco, mas a transformação ocorre também no interior - se for para o modo curta desportiva o assento do condutor recua e terá acesso ao conjunto de instrumentos, volante, pedais mas se for para o modo longo Grand Tourisme então a condução é autónoma de nível 4 que oculta todos os comandos do condutor.


Temos também a versão Audi do Hyperscreen do Mercedes EQS e materiais cuidadosamente escolhidos como couro vegan (sintético), madeira de eucalipto, tecidos de microfibras e outros materiais. O interior é também "digital" oferecendo várias possibilidades de entretenimento, ligação às redes sociais, ajudas ao estacionamento e se circular em modo Grand Touring os ocupantes podem participar em videoconferências, ter filmes e musica via streaming e muito mais.


Como seria de esperar trata-se de um concept elétrico com um motor apenas no eixo traseiro que debita 465 kW\632 cavalos e 730 Nm de binário alimentado por uma bateria de 80 kWh que permite uma autonomia WLTP de 500 quilómetros - que para mover 1.800 quilogramas parece pouco. Mesmo assim o Skysphere é capaz de acelerar dos 0 aos 100 km/h em 4 segundos e para se comportar conforme a direção steer-by-wire é nas 4 rodas que podem ser individualmente levantadas ou baixadas para se adaptar ao perfil da estrada ou irregularidades e em modo curto/Sport além da redução do comprimento a distancia ao solo reduz-se em 10 centímetros.

Este concep Skysphere, e os seguinte Grand Sphere e Urbansphere, anunciam o futuro da Audi : autónomo, conectado e elétrico.

update 17-08-2021

0 comentários: