[update]Novo Skoda Octavia apresentado

Renovar o modelo mais vendido é sempre um risco - daí que a Skoda não poupou esforços consultando o horóscopo para que tudo se alinhasse na apresentação da 4ª geração do Skoda Octavia, incluindo apresentar no dia que marca 60 anos de produção do Octavia que vendeu em 2018 400.000 unidades. Ok, tecnicamente é o 5º Octavia mas é o 4º Octavia moderno...enfim, detalhes. E este novo Octavia tem muitos detalhes - um interior de qualidade, muita tecnologia e opções híbridas.
Em termos de design exterior é basicamente uma versão reduzida do Superb com novos faróis LED monobloco à frente e alguns cromados para boa medida - pessoalmente, gosto muito do aspecto da carrinha. Mais adiante estão previstas as versões Scout e RS.









Baseado na mesma plataforma MQB do novo Golf 8 este novo Octavia é ligeiramente mais comprido que o anterior em 2,2 centímetros (para 4,69 metros), mais largo em 1,5 centímetros (para 1,83 metros) e uma distancia entre eixos de 2,67 metros. Esta permite mais espaço interior e a Skoda indica um aumento de 7,8 centímetros no espaço para as pernas dos passageiros traseiros e a mala passa para 600 litros no sedan e 640 litros na carrinha Combi.

No interior dá para ver a inspiração clara no novo Golf - pode receber um tablier digital ladeado por um ecrã táctil que pode ir até às 10 polegadas, teclas de atalho para os diferentes menus, assentos ErgoComfort do Passat, um novo volante com muitos muitos botões e nas versões de caixa automática um botão substitui a habitual manete selectora. Muitas opções de iluminação interior e materiais de qualidade completam o pacote.



Recebe também novas tecnologias como um head-up display e assistências à condução como cruise-control ativo com stop and go, alerta de colisão, deteção de peões, turn assist e muito mais. Claro que a maior parte de tudo isto são opcionais...



Debaixo do capot tem bastante por onde escolher: a gasolina o 3 cilindros 1.0 TSI de 110 cavalos (caixa manual ou DSG7 em opção), o 4 cilindros 1.5 litros TSI com 150 cavalos (pode receber em opção caixa DSG7 e tração integral) e o 2.0 litros TSI com 190 cavalos, caixa DSG7 e tração integral. Se for para a caixa automática nos motores a gasolina recebe um sistema híbrido ligeiro de 48 volts eTEC para ajudar a manter os consumos sobre controlo. A diesel tem apenas o 4 cilindros diesel de 2.0 litros TDI disponível com 115, 150 e 200 cavalos - todos podem receber opcionalmente a caixa DSG7 e as variantes de 150 e 200 cavalos tração integral.
Terá ainda à escolha uma versão híbridas plug-in com o 4 cilindros turbo a gasolina de 150 cavalos acoplado a um motor eléctrico na caixa de velocidades com um total de 204 cavalos - o mesmo do Passat GTE.
update 12-12-2019

0 comentários: