[update vídeos]Audi e-tron apresentado

Uns dias após o Mercedes EQC a Audi apresenta o seu SUV eléctrico - este é o Audi e-tron. Talvez menos audaz em termos de design mas anuncia performance de um desportivo. Mas é o primeiro de muitos - a Audi terá 12 SUVs até 2025 com 5 modelos Q eléctricos e um Sportback e-Tron pelo meio.

Se inicialmente os automóveis eléctricos se distinguiam dos convencionais, atualmente parece que vamos na direção oposta - sejamos sinceros, o atual Leaf parece o resultado de uma noite tórrida entre uma Micra jovem e o Pulsar mais velho que já foi reformado. Este e-Tron tem os faróis e grelha do Q3 e atrás temos o Q8. O único detalhe que verdadeiramente sobressai, e é um opcional, são as câmaras que substituem os espelhos retrovisores laterais - uma novidade em automóveis de série (o Volkswagen XL1 não conta porque é produzido por encomenda, não em série) que permite reduzir a largura do carro em 15 centímetros melhorando a performance aerodinâmico. 
Este Audi tem 4.90 metros de comprimento (fica entre os Q5 e Q8) e o Mercedes EQC é um pouco mais compacto com 4.68 metros. O perfil traseiro é bastante inclinado para uma aspecto dinâmico mas reduz a capacidade da mala - mesmo assim ainda consegue uma bagageira de 660 litros.

Em termos de designe exterior é simples "separar" os Audi e-Tron dos Mercedes EQC - se procura um SUV eléctrico que não se distinga muito do convencional quer o e-tron, se procura algo mais vistoso mas elegante então quer o EQC.

No interior temos a mesma situação, muito próximo dos mais recentes modelos de topo da Audi incluindo os touchscreens e o Virtual Cockpit. A ausência do túnel de transmissão ajuda ao espaço interior.



Mecanicamente falando este Audi e-Tron tem 2 motores eléctricos, um em cada eixo para tração integral e alimentados por 700 quilos de bateria de lítio com 95kWh alojada no fundo do carro, para um total máximo de 300kW ou 408 cavalos e 664Nm de binário - se soa familiar é porque é a mesmo que o Mercedes EQC debita. Em modo normal debita um pouco menos: 265kW de potência e 561Nm de binário, o suficiente para atingir os 100km\h em 6,4 segundos de silencio e uma autonomia WLTP de 400 quilómetros.

Infelizmente carregar uma bateria de 95 kWh na tomada de 220 volts em casa é inconcebível - para ajudar na recarga o e-tron consegue usar pontos de recarga até 150 kW onde 30 minutos bastam para uma carga. Para as residências a Audi oferece 2 escolhas de wallbox - a Compact de 11kW carrega o e-Tron em 8,5 horas e a "Charging System Connect" de 22 kW que o fará em 4,5 horas.


update 13-12-2018

0 comentários:

"