Salão Automóvel de Lisboa deu que pensar

Se não foi ao recente salão automóvel de Lisboa então perdeu um belo evento, não só pelas belas máquinas mas também pelos descontos que estavam a ser oferecidos. Sonhou com o novo Mercedes GT? Então saiba que podia, pelo menos, sentar-se ao volante de um, fechar os olhos, respirar fundo o cheiro do couro e sonhar que estaria a abrir pela estrada fora... 



Mas não foi só pelas belas máquinas que lá estive, alias poucas fotos tirei porque fui com a família toda atrás - algo que não recomendo a nenhum fã dos automóveis que visite um salão automóvel. A sério, mande a família passear para outro lado e vá sozinho! 






A família foi toda porque devemos trocar de carro para o ano e queríamos ver de perto todas as possibilidades. Mas o mais importante nem foi isso, foi algo que nos apercebemos - esse próximo automóvel familiar terá que ser a gasolina. Não, não vou reabrir a discussão da gasolina versus diesel, é algo que muitos de nós devem começar a interiorizar.


Além do Twizy temos uma Renault Megane carrinha com o 1.5 dCi que compramos nova em 2007 pouco antes do nosso segundo filho nascer. Na altura tive que escolher entre mais potência e menos brinquedos ou menos potência e mais brinquedos - acabei por ir para a versão menos potente (85 cavalos) mas com interior de couro, rádio de qualidade e mais alguns extras. Mas o que não veio incluído foi um filtro de partículas.

7 anos passados apenas percorri 122.000 quilómetros (muitos em cidade) e se tivesse um filtro provavelmente já o teria bloqueado várias vezes. Algo que pode ser dispendioso de reparar e com a entrada em força dos novos sistemas com adblue ainda mais dispendioso se vai tornar. 

Dispendioso a reparar e a comprar - estava a olhar para uma Opel Zafira na altura que isto me caiu e para o mesmo nível de equipamento um Zafira com o 1.4 litros turbo a gasolina custa 28.690 euros e com o 1.6 litros a diesel custa 32.020 euros: são 3.330 euros de diferença. E fazendo alguma matemática chego a uma conclusão interessantes:
Custo litro de gasolina: 1.244 euros/l
Consumos Zafira 1.4 turbo: 6.5 litros/100km
Consumos Zafira 1.4 turbo mais realistas (+20%): 7.8litros/100km

Assim 3.330 euros dá para 2676.8 litros de gasolina. Que à uma média de 7.8l/100km dá para 34318 quilómetros. Ora se eu faço cerca de 18.000 km por ano isso significa que só ao fim de 2 anos é que o diesel valeria a pena. E isto sem entrar em conta com o custo das manutenções (bem mais dispendiosas e mais regulares num motor a diesel moderno) e com os sistemas de catalizador com AdBlue que são ainda mais caros que os actuais.

Saímos do salão automóvel com uma short-list de 3 talvez 4 possibilidades de escolha para automóvel familiar a adquirir para o ano, mas apenas uma escolha de combustível...

4 comentários:

  • Hugo says:
    26 de novembro de 2015 às 13:49

    Sr. Turbo-Lento,

    Pode, por favor, partilhar as suas possíveis escolhas?

    Também vou entrar nesse dilema!

    Abraço,

    HG

  • Turbo-lento says:
    26 de novembro de 2015 às 18:03

    Infelizmente tenho mais 1 detalhe - a esposa exige que tenha 7 lugares...a minha cara-metade está a jogar a carta do "compraste o Twizy".

  • Turbo-lento says:
    27 de novembro de 2015 às 10:54

    Mas conte-me mais detalhes sobre o que procura.
    A gasolina, se tivesse que escolher 3/4 de cada segmento que definitivamente iria ver seriam:
    Citadinos/pequenos: Toyota Yaris hibrido, Renault ZOE, Mazda2 1.5, Aygo/108/C1 1.0 e o peugeot 208 1.2 110 cavalos
    Compactos: auris hibrido, Golf 1.2 ou 1.4 TSI, C4 1.2 ou Megane 1.2
    Suvs e outros - Mazda CX-3, Qashqai 1.2, B-Max 1 litro Honda hr-V 1.5, Peugeot 2008 1.2 110 cavalos

  • HG says:
    1 de dezembro de 2015 às 16:14

    Boa sorte com a compra de um carro de 7 lugares...

    O que procuro é uma carrinha com fiabilidade, bons consumos e que o motor não "acuse" o peso do conjunto!

    Neste momento estou reduzido a uma possibilidade:
    Honda Civic Tourer 1.5 (futuro motor).

    Vi a Auris, mas aquele interior, com o relógio digital "à la AE86" não me agradou.

    Aceito sugestões!

    Abraço e obrigado pelo blog que tem, há muuuuuiiiito tempo!

    HG

"