Ausências do Salão de Paris 2014

Não me perdi em Paris, mas é tanta coisa para preparar que vou lentamente actualizando sobre a minha visita ao Salão Automóvel de Paris - portanto voltarei. Mas antes de mais queria falar sobre o que NÃO esteve no salão e contava lá encontrar.
 
Porsche
Enquanto o salão decorria apresentaram o 911 GTS, mas não o levaram a Paris - provavelmente guardar algo de novo para o salão de Los Angeles que se segue em Novembro. O Porsche 918 Spyder esteve em Paris, mas esteve o tempo todo escondido numa sala envidraçada e apenas acessível aos bons clientes.
 
 
Ferrari
Os italianos não levaram nenhum, para minha grande pena, exemplar do LaFerrari. Mas ao menos apareceram, algo que a McLaren nem sequer fez! Isto no salão automóvel europeu com maior número de visitas, totais e de clientes estrangeiros.
 
Grupo BMW
Os esperados Mini Cabrio (tal como o 911 GTS deve estar guardado para LA) e o Série 2 Grand Tourer não apareceram.
 
Mercedes
Já anda a testar uma versão Shooting Brake do CLA, mas parece que não será para já. Mas levaram o Serie S que foi perfeito para tirar uma soneca no banco de trás...
 
Volkswagen
Depois de apresentaram o tenebroso XL Sport levaram-no embora e mais ninguem o viu...
 
Mazda
A estrela do expositor monocromático (sim, todos os modelos expostos da marca japonesa eram todos da mesma cor!) da Mazda era sem dúvida o novo Mazda MX-5, mas estranhei a ausencia do novo Mazda2 que já foi apresentado e comercializado no Japão. Ao menos não fizeram como a Honda que trouxe tudo com o sufixo "Protótipo".
 
Volvo
Se quiserem ver o novo XC90 de perto era possivel porque a Volvo levou 2 exemplares a Paris - e absolutamente mais nada. A sério - mais nenhum modelo da marca sueca estava exposto...
 
Automóveis eléctricos
Não houve nenhum novo automóvel 100% eléctrico para o mercado apresentado em Paris. Com excepção dos já disponíveis no mercado, e incluo o Toyota FCD, vários VW's, Kia Soul e Mercedes Classe B eléctrico porque já foram apresentados antes nos EUA, ninguém trouxe uma única novidade eléctrica ao salão - diz algo sobre a confiança nos automóveis 100% eléctricos. Já o mesmo não se pode dizer sobre os híbridos plug-in que basicamente estavam por todo o lado.
 
Outras ausências notadas - os chineses, Lotus, Chevrolet (esperado já que desaparecem para o ano) e a já referida McLaren que me privou de ver o P1.

0 comentários:

"