Volkswagen XL Sport apresentado

O Volkswagen XL1 é um automóvel de extremos - um concentrado de tudo o que pode ser feito para construir um automóvel capaz dos consumos mais baixos. Mas depois de o concluirem os engenheiros olharam para ele e pensaram "isto dava uma bela máquina de pista". E provavelmente olharam para uma Ducati que por acaso estava para lá e largaram uma gargalhada maléfica colectiva...

E o resultado foi o XL Sport - o filho de uma noite S&M entre uma Ducatti 1199 Superleggera e um Volkswagen XL1. A igreja católica provavelmente designa-o como o anti-cristo, a Greenpeace Belzebu, para os humanos, uma maquina que aperta todos os botões certos. E sim, tal como XL1, este também poderá ser produzido em pequena série.

É ligeiramente maior que o XL1, o comprimento passa de 3,89 metros para 4,29 metros, a largura aumenta 18 centímetros para 1,85 metros e apenas 1,15 metros.


Recebe pneus largos, um grande aileron, entradas de ar mais abertas para arrefecer o coração italiano que bate no interior dentro de 890 quilos de fibra de carbono e outros materiais raros. É um coração de titânio e magnésio com 2 ventrículos em V, capaz de debitar 200 cavalos e atingir 11.000 batimentos cardíacos por minuto. A potência continua a passar pela caixa DSG de 7 velocidades do XL1 para as rodas traseiras acelerando dos 0 aos 100km\h em 5,7 segundos e atingir 270 km\h...


E quem será o louco por detrás deste projecto maléfico - Peter Wouda. Que passou a maior parte da sua carreira na Skoda - o que faz perfeito sentido: depois de tanto tempo no cinzentismo e bom senso, o espírito humano tinha que escapar.

0 comentários:

"