[update videos]Mercedes AMG GT apresentado

Este é o Mercedes AMG GT, o substituto do Mercedes SLS e segundo a Mercedes um rival ao Porsche 911 e Audi R8. Sinceramente, posso já avançar que fiquei um pouco desapontado.


Digo isto porque esperava mais - ao ver as imagens parece o cruzamento entre um SLS e o Maserati Alfieri. Parece que a Mercedes quer emular a Porsche ao manter o 911 semelhante ao longo do tempo - neste caso a Mercedes parece querer manter as linhas do antigo 300 SL. Assim, temos um GT tradicional baseado numa uma versão encurtada em 50 milímetros na distancia entre eixos da plataforma do SLS, baixo, capot longo a esconder o V8 (o 911 tem o motor atrás, o R8 tem-no em posição central traseiro e o Mercedes GT tem o motor à frente se bem que puxado para trás.), para-brisas muito vertical e traseira fluída com um aileron escamotavel que se eleva a velocidades mais elevadas. 2 portas clássicas (adeus provavelmente para sempre às portas em gaivota) e uma mala simpática de 350 litros.


O GT terá uma gama mais alargada que o SLS - arranca com o GT e GT S (ambos com um V8 biturbo), mais tarde chegam as versões V6, descapotavel e Black Series. Para já arranca com um V8 de 4 litros bi-turbo com 423 cavalos e 600 Nm de binário na versão GT que bastam para atingir os 304 km\h (limitados) e acelerar dos 0 aos 100km\h em 4 segundos. Na variante S atinge 510 cavalos e 650 Nm de binário - a corrida dos 0 aos 100km\h é ligeiramente mais rapida e atinge 310 km\h (limitados). O motor e caixa de velocidades (de dupla embraiagem e 7 velocidades AMG Speedshift DCT-7), suspensão e escape têm 4 configurações (Controlled Efficiency, Sport, Sport Plus, Individual) e no GT S uma quinta chamada "Race".

Pesa 1.570 quilos de peso total (menos 25 que um 911 Turbo) muito ajudado pelo chassis construído principalmente em alumínio (90%) e com uma distribuição de peso 47%/53%. Curiosamente, remando contra a tendência geral de adoptar direcção assistida electricamente, a Mercedes manteve no GT a assistência hidráulica do SLS - uma ferroada à Porsche?

No interior temos uma gigante consola central plana a separar o condutor e passageiro, interruptores no tejadilho para libertar a consola, um ecrã de grandes dimensões e controlador do sistema multimédia COMAND.


Além da investida tecnológica a Mercedes também vai oferecer um preço muito competitivo, mais barato que o 911 e R8, e acima de tudo muito mais barato que o SLS. O GT S de 503 cavalos está já disponível em 2014 enquanto a versão GT de 456 cavalos só chega em 2015.

Update 15/09/2014

Update 01/10/2014
Update 06/10/2014
Update 07/11/2014

Update Salão de Paris 2014
















0 comentários:

"