GM vende acções da PSA

Quando esta parceria foi anunciada fiquei com a sensação que não iria durar muito e não demorou muito a provar ter razão: 9 meses depois do 1º anúncio a General Motors anunciou que vai vender toda a sua participação de 7% na PSA/Peugeot-Citroen e reduzir os esforços de desenvolvimento conjunto de novos automóveis. Ou seja, parte dos planos ainda vão avançar.
 
Para já a GM diz que abandonou planos para desenvolver conjuntamente uma nova plataforma para subcompactos e um motor de 3 cilindros. A GM espera agora que a aliança consiga poupanças de 1,2 mil milhões anuais apartir de 2018 bastante abaixo dos 2 mil milhões inicialmente previstos - ira manter-se as compras e logística cruzada, bem como alguma produção partilhada se bem que menos que inicialmente previsto.
 
A Opel também anunciou que a PSA ira construir um SUV compacto (CUV) par a Opel na fábrica de Sochaux (frança), mas ainda nada confirmou sobre o substituto do Zafira. A PSA confirmou um investimento de 90 milhões de euros para o substituto do Peugeot 5008 que fica apontado para 2016. A produção será feita na unidade de Rennes baseado na plataforma EMP2 arrancando a meio de 2016.
 
Mantem-se o plano da construção do novo Opel Meriva e Citroen C3 Picasso na fábrica da Opel em Saragoça. Curiosamente, a Opel também anunciou a produção de um novo modelo na fábrica de Ruesselsheim mas não deu mais detalhes mas o mais certo é ser o novo Corsa.
 
Apesar de estar previsto um restyling em 2014, a Opel prepara o novo modelo. O Opel Corsa esta bastante desatualizado, para os que desconhecem é baseado na mesma plataforma do atual Fiat Punto - mas aparentemente a Opel prepara para apresentar no próximo salão automóvel de Paris sobre a forma de um concept. O plano inicial seria usar a nova plataforma da PSA EMP1 que ira servir de base aos próximos Peugeot 208 e Citroen C3, mas afinal ira usar uma nova plataforma chamada Global Gamma ou G2XX. A nível de design deverá seguir as linhas do Adam. Tal como o Astra terá uma suspensão traseira de paralelogramo de Watt, receberá o novo 1.6 CDTi a diesel e novos motores de 3 cilindros turbo e todos os motores de 4 cilindros devem receber turbo e injeção direta e Stop e Start.
Mas infelizmente o Auto motor und Sport diz que pode ser um novo modelo mais acessível, que ficara abaixo do Adam e Corsa, para colmatar a saída da Chevrolet da Europa em 2015. Soa um pouco a "Ka Concept" - 4 portas, 4 lugares e apartir de 10.000 euros. Quem terá razão?

0 comentários:

"