ACP mete os pés pelas mãos

Antes de mais tenho que afirmar que sou sócio do ACP há muitos anos e sem grandes coisa a apontar à instituição. Mas tenho que confessar que o que li no outro dia deixou-me desapontado.

Devemos defender os nossos direitos mas devemos ser corretos nessa defesa sob risco de não sermos levados a sério. E ai entra o que o ACP disse anunciando que se ia opor ao agravamento do imposto de circulação para automóveis a diesel com base em ser inconstitucional.

O agravamento no IUC aplicável, em exclusivo, a veículos movidos a gasóleo, consubstancia uma discriminação sem qualquer justificação, sendo, portanto, inconstitucional por violação do princípio da igualdade.

Posso não ser advogado, mas este creio ser um assunto fiscal, tal como é a diferente tributação com base na cilindrada de um motor ou o facto que o diesel é menos taxado que a gasolina. Mas não é isso que me chateia - é que aparentemente deram uma entrevista à TSF (notícia 1 e notícia 2) e disseram isto:

 "...questiona ainda a «suposição» do Governo de que os veículos a gasóleo são mais poluentes que os veículos a gasolina e lembra os estudos que defendem que o gasóleo oferece benefícios ambientais que a gasolina não pode oferecer, nomeadamente pelo facto de um motor a gasóleo usar apenas 70% de combustível comparativamente com um motor a gasolina"

Suposição? A sério?! Bem, até é verdade se apenas entrarmos em conta com a quantidade de CO2 produzida e claro se ignorarmos completamente o que a World Health Organization (Nações Unidas), International Agency for Research on Cancer, National Toxicology Program (EUA), Environmental Protection Agency (EUA) e National Institute for Occupational Safety and Health (EUA) disseram que a exposição a gases de escape de motores diesel aumenta o risco de cancro. Mas o que sabem eles, né?!

Devemos defender o que acreditamos, mas temos que ser responsáveis, sérios e corretos na forma como o fazemos sob risco de sermos exatamente iguais aos que nos opomos. A recorrer a estas táticas o ACP esta a descer ao nível do PS que jura nada ter a haver com a atual situação do país mesmo tendo governado o dito país nos 2 anteriores governos.

P.S. : e 70% menos combustível?! Também posso dizer que o meu Twizy usa menos 100% de combustível que um diesel mas não é propriamente sério dizê-lo...

2 comentários:

  • Anónimo says:
    14 de novembro de 2013 às 16:38

    Boa Tarde,
    Concordo com o seu post em tudo.
    apenas um comentario; o acp não diz que um carro a disel gasta menos 70% de um carro a gasolina; diz que gasta apenas 70% do que gasta um carro a gasolina.
    De qualquer maneira, para mim a posição do acp não faz sentido nenhum uma vez que circulam por ai carros recentes a disel a gastar enormidades (eu por ex tenho uma R. espace 2.2 dci que gasta "apenas" 10L/100km)

  • Turbo-lento says:
    14 de novembro de 2013 às 17:36

    Tens toda a razão...li ao contrário. Mea culpa.

"