Fiabilidade Opel Insignia

Alguns Opel Insignia diesel vão ter que regressar à oficina devido a um problema de gestão do motor.
Os proprietários de Opel Insignia turbo-diesel fabricados entre 2009 e 2012 estão a ser contactados para que venham às oficinas da marca para uma que seja feita um reprogramação da gestão do motor - um problema ao nível do controlo do injector pode levar a uma perda de potência e até ao motor entrar em modo de segurança ou falha mecânica.

36 comentários:

  • Anónimo says:
    28 de maio de 2014 às 19:04

    Alguém foi contactado? O meu faz isto...

  • Adelino Santos says:
    23 de junho de 2014 às 18:00

    Um dos nossos carros desta marca também e a marca fechou-se em copas.
    mesmo depois de nos termos queixado e depois de cada manutenção nada nos foi dito.Hoje voltamos á oficina com os mesmos problemas.Perca de potençia, informações erradas,paragem da viatura com direcção bloqueada,acusar falta de combustivel com o depósito cheio Etc.
    Depois de ter tido conhecimento desta noticia contactei o vendedor e enviei-lhe por Email.
    vou aguardar e proceder em conformidade.
    A OPEL não é uma marca de vão de escada e quem a representa tem de estar á altura.

  • Anónimo says:
    8 de janeiro de 2016 às 09:20

    Tenham muito cuidado com os Insígnias 2.0 CDTI 130 cv de 2010 !!! Costumam colar e gripar cambota/capas de bielas e chumaceiras SEM AVISAR! Atenção sempre ao modo de funcionamento do motor! e à mínima diferença de ruído ir à oficina e ver se há limalhas no filtro óleo !
    Cumptos a todos e boas viagens.

    Jonavigator

  • Anónimo says:
    9 de janeiro de 2016 às 11:04

    Caros amigos
    A Opel é uma grande marca da qual sou cliente exclusivo há muitos anos e tive quase todos os modelos sempre com motorizações a gasolina!
    No entanto, o meu Insignia de jan/2010, o meu primeiro diesel o 2.0 CDTi-130 cv, tem saído, infelizmente, muito mau, será apenas um caso pontual !? Vejam aqui :
    http://forum.autohoje.com/forum-geral/130549-opel-insignia-2000cdti-de-2009-130cv.html
    https://carandblog.wordpress.com/2009/08/05/opel-insignia-sports-tourer-2-0-cdti-competencia-germanica/#comment-256
    No inicio, ainda dentro da garantia, tiveram de mudar os discos traseiros por defeito! Mais tarde, já fora da garantia, foi o arrefecedor da válvula EGR, no entanto a marca assumiu o defeito responsabilizando-se parcialmente pela reparação e paguei apenas a mão de obra!
    Tenho estado sempre atento, pois de inicio acho este motor ´mole´ não oferecendo confiança ! ( saudades de um dos meus últimos Vectra C, também tive o Vectra B, ambos a gasolina tão silenciosos que se ´punham a trabalhar duas vezes´ estiveram comigo 10 anos! ou o meu Astra que também me ´acompanhou´ durante muitos e bons anos ! nem menciono o primeiro Opel o Kadet!, em seguida dois Corsas e um pequeno Agila!)
    Ora este Insignia, desde sempre, deixou-me desconfiado, fui sempre mudando o óleo cada 15-20 mil kms e revisões a tempo e horas nos concessionários oficiais!
    Recentemente aos 135 mil kms mudei o kit de transmissão, não fosse o diabo tecê-las... apesar da marca recomendar apenas aos 150 mil kms.
    Nunca negligenciei a manutenção, não faço uso abusivo, cuido, mimo e quase ´dorme na minha cama´!
    Para mim não é uma ferramenta de trabalho pois utilizo-o apenas para meu belo prazer de o conduzir na descoberta do nosso Portugal ainda tão desconhecido para mim.
    Pois recentemente, aquele malandro ia colando!, gripou as capas das bielas e chumaceiras da cambota, sem me avisar, sempre trabalhando bem, voando se fosse preciso, sem consumo de óleo, sem ao menos dar um ´grunhido de dor´...
    Em viagem ao Algarve no Natal ultimo, notei à chegada uma ligeira alteração no seu ruído ao trabalhar. ´Useiro e vezeiro´, fui de imediato ao concessionário.
    Nada encontraram mas insisti que removessem o filtro de óleo e, qual não foi o espanto deles, já que de certo modo eu, já esperava aquilo.., viram ali limalhas de alumínio.
    Deparo-me agora com :
    Remoção total do motor para instalar cambota nova, capas de bielas e chumaceiras novas!
    Será para fazer apenas mais 136 mil kms!?
    Em conversa com o responsável do concessionário em Lisboa, que normalmente me assiste, foi-me dito que tive alguma sorte pois notei isto a tempo senão o motor teria ´agarrado´ e o dano seria maior !(pistões, etc..). sou um sortudo então!
    Olhando para as suas ´entranhas e miudezas´ nada de errado encontram, bomba de óleo sem anomalias, etc, etc..
    Espero agora respostas da GM-Portugal ( agora Opel-Portugal) que conhecem bem este problema pelos inúmeros casos já reportados, e de algum modo se responsabilizem também.

    Cmptos a todos e boas viagens com Opel sempre.

    J. de Abreu

  • Turbo-lento says:
    19 de janeiro de 2016 às 15:26

    Os automóveis modernos são sem dúvidas máquinas extremamente complexas e as tolerâncias cada vez mais pequenas - pequenos problemas de fabricação podem rapidamente originar problemas sérios e sim é extremamente preocupante um automóvel ter esse género de problemas apenas ao fim de 136mil quilómetros. Creio que fez bem em manter o automóvel na rede oficial porque assim torna muito difícil a marca atirar as culpas para um "mecânico de esquina".

    Quando tiver a resposta da marca partilhe connosco por favor. E boa sorte.

  • Anónimo says:
    31 de janeiro de 2016 às 12:09

    Bom Dia a Todos os leitores,

    Infelizmente venho comunicar mais um caso de MOTOR "AGARRADO" sem qualquer aviso e/ou pré aviso no computador de bordo (falta de óleo, temperatura, etc.), sendo que todas as revisões foram efetuadas na Auto Industrial - OPEL, nos intervalos previstos KM/ANO, assim como a mudança do circuito de distribuição antecipada (120.000km).
    Portanto, como cliente assíduo e fiel à marca OPEL tenho tudo de origem e cumpri com todas as indicações da OPEL, mas não foi suficiente, pois fiquei sem motor na minha OPEL INSIGNIA por volta dos 150.000km.

    O caso foi comunicado à General Motors e estou aguardar o parecer deles. Vamos ver como é que eles vão tratar um cliente 100% leal aos seus conselhos, pedidos, exigências e à marca.

    PVP da Viatura 43.000€


    Cumprimentos,

  • sonia cassiones says:
    3 de junho de 2016 às 16:16

    ola boa tarde o meu isignia 130cv de 2009 tambem teve sempre alguns problemas mas a semana passada sem qualquer aviso o motor morreu e vou tentar resolver a situação junto á opel que julgo ser uma marca credivel se alguem souber ulguma dica que ajude por favor diga-me scassiones@hotmail.com
















  • Turbo-lento says:
    6 de julho de 2016 às 14:10

    Contactei a Opel portugal e segundo eles não têm um número anormal de incidências no modelo Insignia e os casos reportados com motorização "foram devidamente analisados, nomeadamente quanto à idade e quilometragem do veículo, bem como ao histórico de manutenção na nossa rede de reparadores autorizados e devidamente solucionados".

  • Gabriel Ramos says:
    1 de agosto de 2016 às 13:31

    Boa tarde. infelizmente aconteceu-me o mesmo na passada 5 feira. em viagem o carro desligou-se totalmente perdendo direçao. Tive hé instantes a triste noticia que é um problema de uma biela e que é recorrente no Opel Insignia Sport Tourer 130 cv de 2010.
    Li o artigo e fiquei muito preocupado. Alguem nalguma altura foi chamado por parte da Opel para ir fazer essa tal revisao?
    Alguem teve resposta da Opel à reclamação?

    Estou num impasse sem saber que caminho seguir. Vender o veiculo (perdendo imenso dinheiro)? Tentar fazer uma troca de veiculo com a Opel? Fazer uma reclamçao para ver se se responsabilizam? Comprar motor novo (que valor)?

    Neste momento encontro-me em choque. Jamais imaginei que algo do genero acontecesse depois de ter tido um Seat Ibiza 1.9 SDI que tem neste momento 350 000 km sem problemas.

    alguem pode ajudar?

  • Anónimo says:
    7 de setembro de 2016 às 21:42

    O problema destes motores está num o-ring na bomba de óleo...
    A bomba de óleo trabalha mas não consegue fazer pressão suficiente para lubrificar corretamente todo o motor...
    Não é exclusivo dos motores de 130cv, os motores de 160cv também são afectados.
    É vergonhoso este comportamento da Opel pois este o-ring custa 3€ e a marca prefere não assumir o defeito da bomba e deixar os clientes lesados com prejuízos de milhares de euros.
    Vão para tribunal com a Opel, contactem a DECO...A Opel tem que assumir o defeito!!!

  • Anónimo says:
    19 de setembro de 2016 às 12:26

    Alguém me pode facultar o contacto da Opel onde podemos reclamar este problema de motor agarrado/ bielas... A minha insígnia motor 2000, 160 CV de 2009, com 150000 km começou a fazer um ruído diferente na semana passada e após diagnóstico numa oficina bosch referiram-me logo esse problema. O motor ainda não agarrou mas tendo em conta o que li aqui, acho que já nem o vou meter a trabalhar.
    Quem reclamou obteve alguma solução?

    Valores para a reparação? Estou a ter um ataque cardíaco... Que raiva! ������

  • Anónimo says:
    20 de setembro de 2016 às 17:17

    opel.portugal@gm.com

  • Artur Castro says:
    1 de outubro de 2016 às 21:45

    Boa noite a todos. Eu tenho um Opel Insígnia Cdti de 131 cv de 2010, que comprei em França, pois sou emigrante, e tive recentemente o mesmo problema. Depois de iniciar a viagem de férias para Portugal em Agosto, senti que o motor tinha um ritmo anormal, dava como que uns 'coices' , pensei até que fosse o debímetro de massa de ar que estivesse a falhar. Esse desconforto na condução durou apenas 200 km, ao fim dos quais aparece uma mensagem no computador de bordo a acusar ' Nível de óleo excessivamente baixo'. Ora, eu que tinha controlado os níveis de manhã antes da viagem, sabia que era uma leitura errada, deduzi que talvez a sonda estivesse a funcionar mal.
    Essa apreensão durou pouco tempo, pois poucos minutos depois o motor desligou-se, circulava eu a 140 km/h. Resultado : carro rebocado de regresso à Franca. Fui com um carro velho a Portugal, comprei uma bomba de óleo para o insígnia, para a substituição e depois de montada aproveitei para fazer a mudança de óleo e filtros, mesmo se o anterior tinha apenas 4.000 km de uso. O filtro usado estava cravejado de partículas metálicas. Depois de tudo montado = decepção total : o motor trabalha de maneira desconcertada, parece que tem um punhado de pregos lá dentro. O mecânico disse-me que não valia pena gastar nem mais um euro naquele 'lixo'. Conclusão: tenho um carro super estimado, mas sem motor. A Opel na França não assume responsabilidade. O que faço ? Motores usados e bons não há! Um usado nos cascos de rolha do mesmo ano custa 2490 euros, e se for preciso está na iminência de gripar pois só garantem 6 meses.É um investimento a fundo perdido. Que faço com o carro ' TODO Bonito? Só se o transformar em galinheiro.

  • Anónimo says:
    13 de outubro de 2016 às 17:40

    Boa noite, tenho uma de 2010 com 140000km, e la chegou a minha vez de lhe meter um bimassa mais embraiagem, quando a fui buscar o meu mecânico deparou-se com limalhas no filtro do oleo, resumindo bronzes desfeitos e os da cambota também, tentei saber o preço dos bronzes custam 68€+iva isto ×8, mais a cambota, uma vergonha com tantos casos e a GM no meu caso diz que nao se responsabiliza mediante a idade da viatura, uma vergonha!

  • Lívio says:
    27 de outubro de 2016 às 15:14

    Infelizmente, também tenho a insigina de 2009, 160 cv. É só problemas, mas desde sempre manifestei na marca que o carro mesmo com 160 cv desenvolvia pouco. Revisões sempre em dia, troca de peças sempre na marca, com constantes pedidos para verificar a situação do motor. É claro, sempre a dizerem que está tudo bem.
    É um roubo descarado o que esta marca anda a fazer. Vou expor a minha situação para Opel sediada na Alemanha "Email – kunden.info.center@de.opel.com".
    Não quero correr o risco de ficar com o motor na mão.
    Lívio

  • Anita says:
    16 de novembro de 2016 às 13:40

    Boa tarde,

    Chamo-me Ana e resido no Algarve, infelizmente, também adquiri um Opel insígnia de 2009, em Outubro de 2015, que ao fim de 7 meses na minha posse, simplesmente "Morreu".
    O mesmo de sempre nesta viatura deste ano!! Ao que parece é um defeito de fabrico, mas a Opel em Portugal não assume, contactei a Opel em Portugal e na Alemanha e nada...
    Acabei por ter que pagar os consumíveis e a empresa de garantia assim como o stand vendedor, assumiram o resto da despesa.
    No entanto, ainda não estou conformada com o que aconteceu e ainda pretendo divulgar o caso nas redes sociais. Pois não é admissível, uma viatura de gama alta, ter este defeito e a marca Opel tão "conceituada" no mercado simplesmente ignorar os clientes que investiram neles...

    Como tal, venho por este meio, pedir a todos vós, lesados, se estiverem interessados em partilhar com todo o Mundo esta situação para enviarem-me um e-mail com o vosso contato.
    Estou com o processo em mãos de uma jornalista de um canal público, líder de audiências, mas é muito importante unir o maior número de lesados, pois eu sozinha, sou um "caso isolado".

    Não fiquem indiferentes a esta mensagem, A Opel tem que sofrer impacto, assim como todos nós sofremos!

    Ana Santos: anita.bds@hotmail.com

    Cumprimentos,

    Ana Santos.

  • Nuno says:
    25 de dezembro de 2016 às 22:56

    Boa noite ,tenho uma insignia de 2010 160cv ,passei pelo mesmo problema e a solução foi um bloco de motor completo,cerca de 5000€,ficou novo outra vez e a marca não assume .

  • Anónimo says:
    13 de janeiro de 2017 às 00:59

    meus Caros,
    todos os Insígnias desde 2009 até 2012 padecem desse mal no motor e que começa num dos bronzes de cambota.
    a Opel, até 4 anos de vida do Carro, assume 50% do valor do motor.
    esqueçam reconstrução/reparação pois esse motor nunca mais será o mesmo.
    o meu gripou aos 208,000Km mas por norma é por volta dos 130,000Km que eles gripam.
    não descurem mudanças de óleo...
    Boa sorte.
    belíssimo Carro mas com uma Opel de merda em Portugal

  • André says:
    23 de fevereiro de 2017 às 18:26

    Boa tarde a todos,

    Tenho neste momento um Insignia 2.0 CDTi 160cv na oficina que há cerca de uns meses que começou a ter problemas de motor, o que basicamente acontece é em velocidade ficar sem reagir, não desliga mas vai perdendo velocidade até desligar e ligar outra vez e fica tudo bem.

    Já fui 4 vezes à opel e além de limpezas também já mudaram 2 tubos diferentes e o problema persiste, tem 150.000km agora e é de 2009.

    Alguém já teve o mesmo problema e conseguiu resolver? O concessionario parece-me muito perdido e isto é só passar facturas!!!

    Obrigado e boa sorte a todos

  • Anónimo says:
    29 de maio de 2017 às 19:23

    Boa tarde a todos !

    Reclamem pois o motor Insignia de 2009 até 2011 simplesmente tem má concepção! Instalaram um motor da Fiat/Alfa MultiJet JTd que por sinal são bastante fiáveis, fazem 300 mil kms sem problemas, mas a Opel resolveu aperfeiçoar (canibalizá-los) à maneira deles e estão todos a gripar sem aviso!
    Nada resolve mudar o óleo mais cedo aos 15 mil kms, como eu faço, pois gripa tudo na mesma !
    Não vale a pena inventar que são as regenerações mal feitas, ou O-rings deficientes ! A cambota quando roda chapinha no óleo do carter e
    enche tudo de óleo em volta com uma certa pressão! A bomba de óleo limita-se apenas a enviar o óleo para a cabeça, válvulas e cams!
    Há ali uma má concepção e pelos vistos escondida pois NINGUÉM diz o que realmente se passa.

    Nada de transcendente !


    Cumptos

    Jonavigator

  • Luis Borlido says:
    30 de maio de 2017 às 12:41

    Boa tarde. Estou a pensar em comprar um insígnia tourer 120ch de 10 de 2013 com 93000 km. Pelo que tenho lido, é um carro com muitos problemas. Que cuidados devo ter em conta? Desde já agradeço qualquer informação.

  • Luis Borlido says:
    30 de maio de 2017 às 12:44

    Boa tarde. Estou a pensar comprar uma insígnia tourer 120ch de 10/2013 com 93000km. É fiável, que cuidades devo ter em conta? Obrigado desde já por qualquer informação.

  • Turbo-lento says:
    30 de maio de 2017 às 15:25

    Caro Luis, sinceramente eu não me metia nisso. Depois de ouvir tudo o que os vários mecânicos me disseram quando escrevi no seguimento deste post (http://www.4rodas1volante.com/2017/02/motor-opel-20-cdti-diesel-fiabilidade.html) não arriscava. A não ser que seja de alguém que conheça e confie, com historial completo da marca e (no caso de venda de concessionário) lhe derem garantia no motor não arriscava.

    Uma mazda 6, ford mondeo ou mesmo a ultima renault Laguna carrinhas ficava mais bem servido em termos de fiabilidade e provavelmente a melhor preço/equipamento.

  • Anónimo says:
    2 de junho de 2017 às 20:55

    Possuo uma Opel Insignia com 7 anos, de 2010, e para um carro de 45.000 mil euros, a marca OPEL, construiu uma bomba relógio, ou uma "trampa" bem armadilhada, com um motor defeituoso. Devemos dizer mal nas redes sociais, nos blogs, jornais revistas e outros e tais. Já mudei o turbo, coletor de agua (com defeito de fabrica), e dois tubos, um de ar e outro de óleo. Tudo isto aos 90.000kms. É escandaloso. Vou vendê-la, se conseguir, e mudar para outra marca, se calhar nipónica. Estou a fazer a reclamação para a Opel portuguesa, alemanhã, DECO, Jornais, revistas, amigos e conhecidos, incluindo o Grupo PSA, que comprou agora a OPEL. Um abraço a todos. Não deixem de reclamar e dizer a verdade, porque foi o vosso dinheiro que lhes deu o que têm agora. ()

  • Sportrax says:
    24 de junho de 2017 às 14:18

    Boa tarde! Tenho um insignia de 2010 cdti 160 CV, 118.000km, ( que também desde novo teve vários problemas e avarias estranhas e sem resposta rápida e eficiente por parte da Opel) ,
    neste momento anda em baixas com uma batida estranha de motor, tipo téc téc téc ... E com falhas de motor... Situação que desaparece após acelerar... Já foi actualizado o software , testados os injectores, vela incandescente nova ... E continua tudo na mesma... Alguém que tenha passado pelos mesmos sintomas descritos?

  • Bruno says:
    15 de julho de 2017 às 10:03

    Bom dia, com muita pena minha tenho que entrar neste fórum para relatar o que se está a passar com a minha insignia 2009 160cv. Comprei a carrinha a um particular.....a carrinha estava irrepreensível a todos os níveis, fui à opel fazer a troca do amortecedor da mala e no mesmo dia fizeram uma actualização de software.....a partir desse momento a carrinha nunca mais foi a mesma: Um trabalhar mais a bater, etc, etc.....neste momento tem 170000km e depois de ter levado uma EGR, um turbo e uma embraiagem completa, arrisco-me a ter um problema interno......Que bosta de carro.....

  • Nelson silva says:
    16 de julho de 2017 às 14:20

    Boa tarde tive um opel insignia cosmo 2.0 cdti 160 cv , com 90000 klms o motor partiu por causa dos bronzes. Prejuiso de 4000e . Se o insignia foi o melhor carro que eles construíram até hoje então o pior deve ser mesmo muito mau. Opel na minha casa nunca mais . Autenticos xarutos é só estética.

  • Turbo-lento says:
    17 de julho de 2017 às 18:51

    Infelizmente continuam a chegar historias de horror de proprietários do Insignia - pena porque é, especialmente em carrinha, um belo carro.

    Gostava de ter boas noticias ou dizer que há uma solução, mas sinceramente depois de ter falado com vários mecânicos experimentados com este motor e este modelo, quando começa a correr mal raramente se endireita.

  • pratas says:
    29 de julho de 2017 às 14:34

    Tenho uma insignia 2010 160cv gostava de saber que cuidados devo ter, pois estou a mudar o oleo 10 em 10 e utilizo diesl da Bp ultimate e até agora não me aconteceu nada pois acrrinha tem 130000 kms

  • Turbo-lento says:
    2 de agosto de 2017 às 18:06

    Caro amigo Pratas:

    Acima de tudo mantenha-se atento e tenha o seu carro assistido num mecânico conhecedor deste motor - mudança de bronzes, degradação da borboleta na admissão e tudo o resto. É um carro que exige uma manutenção cuidada e deslizes saem caros. A única coisa que me falaram que por norma não concordo que se faça é o desligar do controlo de emissões via a reprogramação da ECU.

  • Anónimo says:
    4 de agosto de 2017 às 03:38

    Boa,noite enfim tenho um Opel insígnia que também pifou o motor de 2009 com 158000 km...avida do Algarve ..perto de Almodôvar começou Aosalavancos ate perder velocidade e não ligar mais ...pifou o motor de repente ...nunca mais Opel ...a três dias de acabar a garantia ..agora aguardo a resulocao do problema

  • Anónimo says:
    28 de agosto de 2017 às 11:51

    Enfim o Insígnia é realmente uma preocupação!
    O meu, de Jan./2010 c/ 130 cv, ia gripando em 2015 com 136 mil Km! (NÃO TINHA LUZES AVISADORAS ACESAS NO PAINEL DE INSTRUMENTOS, ÓLEO NO NÍVEL, ÁGUA NO NÍVEL E MOTOR A TRABALHAR!)
    Levou um motor novo, paguei 3300 €!, mas depois de muito reclamar(2M negociando!), queriam 6000 €!, mas agora, ouço de vez em quando um ruído irregular, tipo ´caixa de pregos´ que por vezes desaparece! Não sei o que será! Os Srs. da Opel dizem que está tudo bem !
    Espero agora que não gripe este motor também! Mudo o óleo (GM) de 15 em 15 mil km na Opel, e tal como antes, não uso diesel low cost, não ´puxo' por ele em frio e tenho todo o cuidado, levando-o a ´passear´ aos fim de semana para limpar o ´ranho´ do pára-anda na cidade...
    Em cada viagem que faço fico atento aos ruídos e desligo rádio antes de o ´apagar´ para poder ouvir o ´respirar´ dele no final...
    Enfim, começo a ficar escravo deste cabrã#$%&zinho, raios o partam!

    O carro agora tem 156 mil km ou seja fiz 20 mil km com o novo motor! Entretanto já mudei o óleo na Opel/GM depois de andar 15 mil km, pedi para verem o filtro e parece que estava tudo bem, sem limalhas!

    A ´caixa de pregos irregular volta e meia aparece e depois desaparece!(?)

    Que mais poderei acrescentar?

    Jonavigator
    (J. de Abreu)

  • Joao Goncalves says:
    16 de setembro de 2017 às 19:37

    Olá alguém me sabe informar se á opel insígnia 2.0 cdti 163cv de 2013 por norma costuma dar problemas.Obrigado

  • Turbo-lento says:
    19 de setembro de 2017 às 16:02

    Como pode ver pelos comentários acima o 2 litros CDTI é problemático. Tem que ser bem tratado, a manutenção feita por quem saiba (de preferência na marca para ter alguma capacidade de negociação se correr mal) conforme as exigências da marca e ao mínimo soluço levar logo a um mecânico porque quando começa a "patinar" pode ser ruinoso.

  • Carlos mendes says:
    20 de setembro de 2017 às 22:11

    Boa noite ,por fim de um mes e meio sem o meu carro opel isignia 160cv de 2009 com 158.000 klm ,foi colocado um motor rectificado com um bloco novo..e Com embraigem nova e volante bimassa nova ...tou muito aprensivo em relaçao ao seu comportamento no futuro ....seja o que deus quiser .

  • Turbo-lento says:
    21 de setembro de 2017 às 18:28

    Desejo-lhe boa sorte Carlos, mantenha-nos atualizados nos progressos.

"