Apple AirTags usadas no roubo automóvel

Quando era jovem, e as crianças dos anos 80 provavelmente também se recordam, haviam aqueles porta-chaves que tocavam um som quando assobiamos - basicamente uma forma de encontrar as chaves que estamos sempre a perder. Claro que a utilidade deste gadget dos anos 90 era limitado à nossa capacidade de assobiar - aceleremos várias décadas e temos o equivalente nas Apple AirTags, que pode colocar em qualquer coisa e localizar com uma aplicação. Mas não têm que estar no alcance do seu telemóvel porque as AirTags conseguem utilizar qualquer dispositivo da Apple de qualquer pessoa para dar a sua localização. Basicamente pode colocar uma na sandes do seu filho, ele/ela engole a AirTag e você consegue segui-lo durante o dia...até que ele vá à casa de banho claro - os amigos do alheio tiveram aparentemente a mesma ideia para seguir automóveis para os roubarem mais tarde! Neste caso um homem de Detroit chamado John Nelson encontrou uma dentro do seu Dodge Charger Scat Pack que tinha comprado 2 dias antes!
Ele terá detetado a AirTag depois de ter estacionado o seu novo carro num centro comercial durante cerca de 2 horas - uma das medidas de segurança é que SE tiver um iPhone ele avisa-o que há uma AirTag desconhecida nas proximidades e ao produzir um som permite a sua localização. O problema, daí o "SE" em maiúsculas é que se não tiver um iPhone (como a maioria do comum dos mortais) não tem forma de saber que ela está lá.

0 comentários: