[update]Mercedes-AMG GT 63 E Performance apresentado

Este é o novo Mercedes-AMG GT 63 E Performance, o primeiro hibrido plug-in da AMG e o mais potente da sua gama...até chegar o Project One claro.
Exteriormente pouco muda - relativamente ao GT 63 recebe um novo para-choques próximo do usado no coupé GT, aluns logos "E Performance" a porta de carga elétrica e novas jantes de 20 e 21 polegadas.




Debaixo do capot temos o já conhecido V8 biturbo de 4 litros mas nesta versão, além de um pequeno motor eletrico de 14 cavalos no lugar do alternador, recebe a ajuda de um motor elétrico no eixo traseiro integrado com uma caixa de transmissão de 2 velocidades e o diferencial autoblocante ativo. 



Tudo somado e temos 831 cavalos e 1.400 Nm de binário - suficiente para acelerar dos 0 aos 100 km\h em 2,9 segundos (ultrapassado em 1 segundo pelo GT Black Series) e atingir a velocidade máxima de 316 km/h. Mas se conduzir de outra forma que não com o rabo a arder será capaz de médias de 8,6 l/100 km.


O motor elétrico é alimentado por uma bateria de 6,1 kWh de alta performance permitindo uma autonomia 100% elétrica de apenas 12 quilómetros. Esta bateria estreia um sistema de arrefecimento que usa 14 litros de um liquido não condutor que flui entre as 560 células individuais para a manter constantemente à temperatura de 45ºC para melhor performance.



Outra novidade é que tem 7 modos de condução à escolha no AMG Dynamic Select: Electric, Comfort, Sport, Sport+, Race, Slippery, e Individual.

Todos os Mercedes-AMG GT 63 E Performance recebem de série a suspensão pneumática ativa com nivelamento automático AMG Ride Control+ e discos de travagem de carbo-cerâmica (420 mm à frente e 380 mm atrás).
update 09-09-2021

0 comentários: