[update]Novo Audi RS3 apresentado

Este é o novo Audi RS3, terceiro do nome baseado na quarta geração e o mais potente de todos eles - 400 cavalos e 500 Nm de binário extraídos do 5 cilindros turbo melhorado e distribuídos nas 4 rodas por uma nova transmissão.
Exteriormente definitivamente não o vai confundir com qualquer outra versão - "descrição" é palavra desconhecida no departamento RS. A grelha dianteira é substancialmente maior com um padrão em favo de abelha ladeada em preto e duas grandes entradas de ar. Recebe faróis Matrix LED, que tal como os usados Q4 e-Tron, conseguem produzir diferentes padrões particularmente um que projeta/soletra "RS3" e uma bandeira de xadrez quando deixa o carro e cruza a linha da porta da entrada para sua casa. A distancia ao solo foi reduzida, em 15 milímetros relativamente ao S3 e 25 milímetros relativamente ao A3.





Lateralmente temos extratores de ar nos para-lamas dianteiros, saias laterais e atrás as conhecidas saídas de escape ovais incluídas no difusor traseiro. Se for para a versão Sportback recebe um aileron no tejadilho e na versão Berlina um spoiler na mala.

O interior é também...nada discreto: recebe assentos assentos específicos com ponteado em vermelho ou verde, o conjunto de instrumentos digital e headup display recebe um novo visual "RS Runway". O seletor de modos de condução passa a dispor dos modos "confort", "auto", "dynamic", "RS Individual", "efficiency", "RS Torque Rear" (se quiser um pouco de drifting) e "RS Performance" (para os trackday).
O 5 cilindros turbo de 2,5 litros TFSI foi puxado aos 400 cavalos que chega mais cedo (5.600 rpm contra 5.850 rpms da geração anterior) e o binário para 500 Nm (mais 20 Nm que a geração anterior mas chega mais tarde às 2.250 rpm) tudo debitado nas 4 rodas graças a uma transmissão redesenhada via a caixa de velocidades de dupla embraiagem de 7 velocidades.

Para lidar com toda esta cavalagem o chassis recebe regulações especificas, novos amortecedores, vias alargadas (relativamente à geração anterior 33 milimetros à frente e 10 milímetros atrás na versão Sportback), travões reforçados que podem de carboceramica em opção (10 quilos mais leves e 20% mais eficientes a arrefecer) e a assistência à direção variável é também reprogramada. Se a suspensão pilotada é opcional, a nova versão do sistema de tração Quattro é de série. 

Aproveita o sistema traseiro do Golf R que abandona o diferencial por 2 embraiagens multidisco (uma por cada roda) geridas eletronicamente (sincroniza o diferencial ativo, a vectorização do binário e os amortecedores adaptativos) para variar continuamente o binário enviado a cada roda permitindo o Torque Vectoring e até o drifting. No RS3 chamam-lhe o RS Torque Splitter.

Tudo somado e temos um carro capaz de atingir os 100 km/h em 3,8 segundos (0,3 segundos mais rápido que a geração anterior) e atingir 250 (de série), 280 (nas versões "Launch Edition" e "Vorsprung") ou mesmo 290 km/h se for para o pacote opcional RS Dynamic.
update 05-08-2021

0 comentários: