Volkswagen ID.4 GTX apresentado

GTI, GTD, GTE e agora GTX - a Volkswagen ressuscitou a designação GTX usada pela ultima vez numa versão do primeiro Scirocco nos anos 80 agora como identificador das versões elétricas desportivas e o primeiro a receber o tratamento é o ID.4 GTX: 300 cavalos nas 4 rodas e acelerações de supercarro.
Exteriormente o ID.4 GTX recebe para-choques redesenhados, uma nova assinatura luminosa à frente com faróis Matriz LED e atrás LED com efeito 3D, aplicações que eram em preto do ID.4 a passarem a ser de cor da carroçaria no GTX e jantes de 20 polegadas (que podem passar a 21 polegadas em opção).

No interior o tecido preto recebe cozedura em vermelho e os pedais em inox a completarem o conjunto de instrumentos digital, assistência ao estacionamento, manutenção de faixa de rodagem e iluminação interior com 30 cores à escolha. Como opção pode ter assentos desportivos e o sistema multimédia com um ecrã de 12 polegadas (de série é de 10 polegadas).


Mecanicamente tem um 2 motores elétricos, um traseiro de imans permanentes com 204 cavalos e à frente um motor assíncrono para puxar a potência aos 300 cavalos/220 kW totais. Tudo alimentado por uma bateria de 77 kWh que permite uma autonomia de ciclo misto WLTP de 480 quilómetros - pare referencia o ID.4 Long Range com a mesma bateria consegue 520 quilómetros. Acelera dos 0 aos 100km\h em apenas 6,2 segundos (basicamente o mesmo que o atual Golf GTI; o ID.4 normal consegue apenas 8,5 segundos) e atinge uma velocidade máxima limitada aos 180 km\h - mais 20 km\h do que o ID.4 normal.
As suspensões foram revistas no GTX e os discos de travagem dianteiro aumentaram para 358 milímetros. Como opção pode ainda baixar a suspensão em 15 milímetros e ter assistência progressiva da direção com o pacote Sport, amortecedores ativos se for para o pacote Sports Plus.

0 comentários: