Dacia Spring apresentado

Depois de estrear o seu primeiro automóvel com tejadilho de abrir a Dacia prepara para outra grande novidade - o primeiro automóvel elétrico acessível - este é o Dacia Spring...apresentado basicamente no inverno mas deve chegar na primavera. Vou já arrefecer os ânimos um pouco - a Dacia não precisou ainda o preço de venda do Spring, mas asseguraram que será o automóvel elétrico mais barato do mercado.
Tem o aspeto de um SUV pequeno (3,73 metros de comprimento, 1,6 metros de largura, 1,5 metros de altura e uma distancia ao solo de 15 centímetros) reforçado pelas proteções das portas e barras de tejadilho e com o design dos Dacia mais recentes particularmente na grelha dianteira - a versão de lançamento recebe aplicações em laranja pela carroçaria.


O interior mantem o aspeto minimalista que a Dacia já nos habituou e bastante espaço, especialmente na mala com 300 litros de capacidade. Notem a curiosidade do comando rotativo da caixa de velocidades e o conjunto de instrumentos digital do condutor - outra primeira para a Dacia.



O Spring estará disponível com 2 níveis de equipamento. Um básico com 6 airbags, direção assistida, fecho centralizado, ESP e mais nada - se quer ar condicionado ou sistema multimédia terá que ir para a lista de opcionais. O nível mais alto recebe um sistema multimédia com um ecrã táctil de 7 polegadas, camara de marcha atrás e sensores de estacionamento.
Baseado tecnicamente no Renault K-ZE à venda na China tem uma bateria de 26,8 kWh (para referencia o atual ZOE tem uma bateria de 52 kWh) que alimenta um motor de 33kW/44 cavalos sendo é capaz de uma autonomia WLTP de 225 km e é basicamente incapaz de ultrapassar o limite de velocidade: a velocidade máxima está limitada a 125 km\h.

A carga é feita pela grelha e permite vários tipos de carregamento mas a velocidade é limitada - pode carregar o Dacia na sua tomada caseira que demora (para uma carga completa) 14 horas, se usar uma wallbox de 7,4 kW passa para 5 horas e nos pontos de carga rápidos (limitado a 30 kW) 80% da carga é conseguida em menos de 1 hora.


Além dos clientes particulares a Renault aponta baterias aos serviços de carsharing com uma versão simplificada com assentos mais resistentes e aos serviços de transporte com o Spring "Cargo" capaz de transportar 800 litros ou 325 quilos de carga.

0 comentários: