Novo Renault Clio E-TECH híbrido apresentado

A electrificação é o tema de 2020 e o recente Renault Clio, 5º do nome, recebe uma versão gasolina híbrida denominada Clio E-TECH completando os atuais SCe 65, SCe 75, TCe 100, TCe 130, Blue dCi 85 e Blue dCi 115. E esta é uma versão híbrida clássica não plug-in - para isso terá que ir para o Captur.
Este Clio E-TECH usa um 4 cilindros atmosférico de 1.6 litros com 91 cavalos associado a 2 motores eléctricos - um de 48 cavalos/36kW e outros mais pequeno de 20 cavalos/15kW no lugar do alternador, tudo alimentado por uma bateria de 1,2 kWh localizada entre as rodas traseiras. Curiosamente não tem a comum correia de acessórios - neste motor a bomba de água e óleo são motores eléctricos a fazer esse trabalho. Tudo combinado e esta motorização E-TECH debita 140 cavalos no eixo dianteiro via uma nova caixa automática de 4 velocidades.

Yup - ao contrario do resto dos híbridos com sistema semelhante que recorrem a uma caixa CVT este Clio tem algo de completamente novo inspirado na Formula 1: uma caixa multimodo de carretos direitos sem embraiagem.

É na realidade 2 caixas de velocidades numa com 2 velocidades para o motor eléctrico (todos os automóveis eléctricos com excepção do Porsche Taycan têm apenas 1 velocidade) e 4 para o motor combustão. Assim o Clio híbrido é capaz de arrancar em modo eléctrico sem ajuda do motor de combustão até atingir 70 km\h altura em que o motor de combustão entra em acção (desligando o eléctrico). Para assegurar a mudança suave de velocidades e rev-matching sem embraiagem usa o pequeno motor eletrico de 20 cavalos/15kW - que também faz o trabalho de alternador e motor de arranque.

Toda esta motorização pesa apenas mais 10 quilogramas que o motor diesel mais potente e apesar de não afetar a capacidade da mala este Clio E-TECH recebe um deposito de combustível mais pequeno: apenas 38 litros.
Em termos de performances a Renault ainda não abriu todo o jogo - refere que em cidade as pessoas vão poder circular 80% do tempo em eléctrico, que pode fazer até aos 70 km\h, que as emissões de CO2 ficam abaixo dos 100g/km e graças a electrificação as recuperações são boas (80 aos 120 km/h em 6,9 segundos),

Será interessante de ver em termos de preço onde fica na gama Clio - abaixo ou acima dos diesel?

0 comentários: