Comprar um Renault Twizy usado

Comprar um Renault Twizy usado é tentador: sendo um veiculo mecanicamente simples e a bateria comprar usado soa a uma boa ideia - por cá arranja um apartir de 6.000 euros mas se for lá fora é capaz de arranjar por 4.000 euros (e ao ser eléctrico não paga a importação), mas mesmo assim há alguns pontos que deve prestar atenção. Artigo com a colaboração de "La vie em Twizy" e a minha experiência com o Twizy.

Recomendações pessoais:
- não confundir a versão 45 com a versão 80: no sistema legal português não vale a pena a versão 45 porque precisa pelo menos de uma carta B1 para ambos e o 45 só dá 45km\h;
- compre com portas: sim, é divertido conduzir sem portas mas o inverno é duro;
- preferir modelos pós-2012;

O que deve procurar num Twizy usado:
- cuidado com as versões de 2012 que têm um carregador frágil e dado a falhar (é um componente que custa mais de 1.000 euros). Se o carro for seguido na Renault terá sido substituído gratuitamente sobre a garantia mas peça comprovativo;
- verifique se a bateria de 12 volts foi trocada: é recomendado trocar a cada 5 anos mas podem falhar antes (a minha durou 4 anos);
- verifique o estado dos discos de travões: infelizmente é possível empenar um disco de travão. É preciso muito abuso (a minha esposa abusa o Twizy muito mas não o suficiente para empenar os discos). É fácil de detectar ao conduzir e tocar suavemente no travão;
- pergunte quando foram mudados os calços dos travões;
- se vier com as "janelas" da Renault verifique se elas encaixam correctamente na carroçaria e o estado dos pontos de encaixe da estrutura da janela: são 2 (ou 3) peças de metal soldadas que podem separar-se e reparar é quase impossível e a Renault não as vende separadas das janelas;
- verifique a força dos amortecedores que ajudam a levantar as portas;
- cada porta tem um batente de borracha para que a porta pare na posição vertical. Tendem a ser peças resistentes mas com o tempo e falta de cuidado na abertura das portas podem partir - troquei ambas quando a da porta direita falhou depois de 6 anos de uso diário. Boa noticia é que pode reparar usando uma câmara de ar de bicicleta BTT;
- verifique se o comando do desembaciador funciona correctamente: nas versões antigas pode ser danificado por humidade;
- atenção aos pneus instalados e este ponto vai ser longo, portanto vamos por partes. O twizy vem de série com pneus de baixo atrito M mas gastam-se depressa (especialmente se conduzir como a minha acima mencionada esposa) e os primeiros a ir são os traseiros. Para o eixo dianteiro só há um pneu disponível com essa medida (125/80 R13) e tem índice M, mas para o eixo traseiro (145/80 R13) tem mais oferta e como o com o índice M (de série) é mais caro é mais económico montar um mais aderente atrás. Mas para evitar fugir de frente nas curvas deve-se mudar os traseiros primeiro, coça-los e depois montar novos à frente.

0 comentários:

"