[update video]McLaren Speedtail apresentado

Parece que a McLaren apanhou o gosto às séries limitadas e depois do Senna temos agora o Speedtail: mais potente, mais rápido, mais raro e mais caro com um "zest" do F1 dos anos 90.


E é impossível não comparar os dois - especialmente com o regresso do celebre arranjo dos assentos, com o condutor no centro e 2 passageiros atrás para apreciar a viagem. Tal como o F1 vão ser produzidos 106 Speedtail (se bem que no caso do F1 não foi por escolha, neste é) e já estão todos vendidos, o V12 de 627 (ou 680) cavalos é trocado por uma motorização híbrida de 1050 cavalos (características técnicas não são totalmente conhecidas), a caixa manual é trocada por uma automática e a caça ao peso superfulo passou para segundo plano com este Speedtail a pesar 1.400 kg relativamente aos 1.100 do F1. Tração continua apenas no eixo traseiro.



Como disse acima pouco se sabe sobre a mecânica híbrida - o mais certo é combinar uma versão melhorada do V8 biturbo do 720S com um sistema eléctrico mais potente. Mas sabemos o resultado final - 1050 cavalos, 0 aos 300 km/h em 12,8 segundos e velocidade máxima em modo Velocity é de 403 km/h (para referência o F1 ficava-se pelos 391 km/h).

Exteriormente dá para perceber que foi feito para velocidade máxima com linhas alongadas e aerodinâmicas. Com 5,137 metros de comprimento tem mais meio metro que o P1 mas é mais estreito. A frente parece uma versão esticada da que a McLaren já nos habituou mas com entradas reduzidas para melhor aerodinâmica. Do spliter dianteiro até aos faróis traseiros toda a atenção foi dedicada a gerir e direcionar o fluxo de ar para o mínimo de resistência aerodinâmica - notem como a admissão do ar do motor atrás quase não interfere com as linhas.


O meu detalhe favorito são as "asas" atrás - não tem um grande aileron como o P1 mas pequenos ailerons aproveitam a fibra de carbono flexível atrás para criar um apoio quase invisível. Interessantes também são as coberturas aerodinâmicas das jantes de 20 polegadas dianteiras.

Tal como o Volkswagen XL1 ou o Audi e-tron, o McLaren Speedtail tem câmaras de filmar para substituir os espelhos retrovisores mas em modo de velocidade máxima são recolhidas electricamente para melhorar ainda mais a performance aerodinâmica - além de baixar o carro em mais 35mm.

No interior parece uma nave espacial - o piloto no lugar central ladeado dos ecrãs digitais, comandos (todos em alumínio polido) estão todos no tejadilho por cima da sua cabeça (caixa de velocidade, abertura das portas e janelas, etc) e o para-brisas foi desenhado para não precisar de palas. 


Sim, se gosta de retocar a maquilhagem no automóvel o Speedtail não é o carro para si.
update 05-11-2018

0 comentários:

"