Mini Electric Concept apresentado

Afinal ainda não é para já - a Mini vai levar um Cooper eléctrico ao salão de Frankfurt mas ainda como concept - modelo de série só em 2019.

O perfil não mudou nada, mas dá para notar as várias adaptações à motorização eléctrica como a grelha dianteira quase toda fechada à frente e a ausência de escape atrás. Recebe faróis dianteiros específicos (que provavelmente anunciam o restyle do modelo para breve), retrovisores minimalistas e varias modificações aerodinâmicas para melhorar a penetração no ar.

Este Mini tem a particularidade de alguns elementos externos terem sido impressos numa impressora 3D e provavelmente como tributo ao verdadeiro primeiro eléctrico da Mini, o Mini E de 2008 (600 unidades apenas para testes de campo e não para venda ao consumidor) recebe um esquema de cores prateado e amarelo semelhante a esse modelo pioneiro bem como o "E" característico na lateral.

Mecanicamente este concept tem o motor eléctrico de 130 kW\177 cavalos sendo capaz de ir dos 0 aos 100 km/h em 7,5 segundos (basicamente o mesmo do Cooper S) e tem uma autonomia NEDC de 300 quilómetros - para fins de comparação isso são menos 100 km que o atual Renault Zoe 40 e menos 200 km que o Opel Ampera-e/Chevrolet Bolt. Dito isto, são valores de autonomia calculados pelo ciclo NEDC, muito muito optimistas. Mas até a versão final a BMW deverá sem duvida espremer mais da bateria.

A versão final será o primeiro modelo 100% eléctrico da marca, mas o segundo modelo electrificado da Mini - o primeiro foi o Mini Countryman Plug-in Hybrid.

0 comentários:

"