[update]Renault Zoe com nova bateria

Apesar de não parecer o Renault Zoe tem evoluído desde a sua apresentação em 2013 e se na ultima evolução ganhou cerca de 20 a 30 quilómetros de autonomia desta vez a autonomia NEDC passou de 240 para 400 quilómetros (na vida real passa de 170 para 300 quilómetros provavelmente): este é o Renault Zoé 40.

Com o aproximar do Ampera-e todos os fabricantes de automóveis elétricos não tiveram escolha se não ripostar maior autonomia - afinal o Ampera-e é capaz 383 quilómetros de autonomia combinada segundo o protocolo da EPA americana ou 411 quilómetros em cidade.
Além da bateria recebe também novas cores (vermelho e cinzento), jantes de 16 polegadas em 2 tons, novos materiais e cores nos assentos e interiores. Vai haver uma versão Edition One com estofos de couro aquecidos, sistema Bose e pintura exclusiva.

A autonomia é maior mas a um preço. A bateria de 41 Kw demora 7 horas a carregar numa Wallbox de 7 kW (antes 4 horas) e 1 hora e 40 minutos num ponto rápido de 43 kW; e a bateria apesar de ser do mesmo tamanho pesa mais 20 quilogramas.

O preço em França (a evolução deverá ser semelhante em Portugal) pouco mudou: o modelo mais barato é 1.500 euros mais caro que antes (de 22.100 para 23.600 euros) mas perde o sistema R-Link. O aluguer de bateria passa a depender apenas da quilometragem anual (não do tempo do contrato) e o valor mais baixo é 69 euros por mês para 7.500 quilómetros por ano ou quilometragem ilimitada por 119 euros por mês.
Fica uma boa noticia para quem tem os modelos atuais com a bateria de 22kWh (pelo menos em França para já) - por 3.500 euros podem trocar a vossa atual bateria pela de 41 kWh.

A Renault também apresentou 2 novos serviços para os automóveis elétricos: o Z.E. Trip e Z.E. Pass que facilitam o acesso aos pontos de carga rápida por toda a Europa. O Z.E. Trip ajuda na localização e o Z.E. Pass dá acesso à maioria desses pontos de carga.


update de 28-09-2016
Segundo a Autocar o site da Renault holandesa publicou (e depois retirou) ontem à noite as especificações para o novo ZOE - e a grande novidade é que pelos vistos será capaz de uma autonomia de 248 milhas ou basicamente 400 quilómetros. Novamente, deve ser números NEDC o que significa que na realidade é menor.

Este salto de autonomia deve-se à nova bateria de 41kWh (antes 22kWh), mas pelos vistos não é a única novidade - o Zoe vai estar disponível com 3 níveis de potencia, incluindo um mais fraco (provavelmente mais acessivel) de 76 cavalos. Mas será que a nova bateria vai ser a única opção ou a mais pequena vai continuar disponível a um aluguer mais baixo?


Post original de 21-09-2016
Com a chegada do Leaf com maior bateria e a estreia no salão de Paris do Opel Ampera-e, este rumor tem alguns pés para andar: a Renault vai instalar uma bateria maior e um novo motor elétrico no ZOE aumentando a sua autonomia.
O ZOE pode parecer igual desde o dia que foi apresentado mas foi evoluindo mecanicamente: em 2015 recebe um novo motor que aumentou ligeiramente a sua autonomia e novos modos de carregar a bateria, mas a autonomia continua relativamente curta: em condições reais dá para 150 quilómetros mas um leitor já conseguiu espremer 201 quilómetros da bateria.

Mas voltando ao rumor, a Renault deverá apresentar em Paris um ZOE com uma bateria nova da LG e um motor elétrico mais pequeno e mais eficiente que deverá permitir 320 quilómetros de autonomia em "condições normais". 

O que significa "condições normais" não sei: se estão a falar do valor de autonomia obtido pelo NEDC (uns muito otimistas 240 quilómetros) ou se pelo valor realista (como disse acima anda pelos 150 quilómetros) é uma boa pergunta.

0 comentários:

"