Kia Niro PHEV apresentado

Digo desde já que acho este uma das mais interessantes novidades do salão de Genebra, é o Kia Niro que já conhecemos mas esta é a versão híbrida plug-in! Mas vamos primeiro ao Niro.
A versão PHEV utiliza o mesmo 4 cilindros de injeção direta GDI de 1.6 litros de 104 cavalos acoplado a um motor eléctrico de 44.5 kW alimentado por uma bateria de lítio de 8.9 kWh (a do híbrido clássico é de 1.56 kWh), com a tração dianteira via uma caixa de dupla embraiagem de 6 velocidades. Segundo a Kia é capaz de uma autonomia eléctrica de 50 a 55 quilómetros.
Então porque é que acho este Niro PHEV tão interessante? Como já referi antes os limites de emissões estão a empurrar-nos cada vez mais para a electrificação, sejam híbridos (clássicos e plug-in) ou 100% eléctricos. Se os híbridos prometiam muito a verdade é que os que funcionavam ou eram caros ou eram um Prius - não existiam híbridos acessíveis verdadeiramente úteis e acessíveis.
O Niro é uma lufada de ar fresco: o motor de 1.6 litros mantém o imposto em linha, é um crossover pratico e atraente, e apesar de bem equipado o preço fica nos 29.000 euros (32.000 euros se acrescentar travagem Autónoma de Emergência + Cruise Control Adaptativo + Detector de Ângulo Morto + Alerta Tráfego Retaguarda). 

Uma conversa com uma pessoa da Hyundai (o Kia Niro é baseado no Hyundai Ioniq) disse-me no salão de Paris que a diferença entre a versão híbrida e híbrida plug-in é aproximadamente 2.000 euros. É perfeito para a cidade (eléctrico+gasolina), pratico e pode carregar rapidamente em qualquer tomada caseira - se fizer muitos quilómetros em cidade, este pode mesmo valer a pena.

0 comentários:

"