[update video]Novo Ford Fiesta apresentado

Custa a acreditar mas o Ford Fiesta já tem 40 anos - não o modelo atual obviamente, mas o modelo em si. E para celebrar o evento a Ford apresentou a nova geração, que pode parecer um restyling da atual geração (que data de 2008) mas é um modelo (quase) completamente novo que deverá chegar aos concessionários no verão de 2017.
Confesso que inicialmente também pensei ser um restyling visto que os vidros laterais parecem exactamente os mesmos e segundo a Ford a nova geração é baseada numa versão revista da plataforma do modelo atual (e estreada no novo Ka+) - ou seja, evolução mais que revolução no Fiesta. É mais comprido em 7,1 centímetros (4,04 metros), mais largo em 1,2 centímetros (1,734 metros) e com 2,493 metros de distancia entre eixos (mais 4 milímetros) - se isso vai resultar em melhorias no espaço interior é o que falta descobrir, algo que a atual geração perde neste campo para os concorrentes.
À frente o capot é mais direito, os farois menos marcados e atrás a mala é mais larga e os faróis traseiros maiores horizontais em 2 partes. 

A personalização não ficou esquecida e será possível escolher cores diferentes para o tejadilho e espelhos retrovisores, bem como mais cores vivas no interior.

No interior grande evolução - recebe melhores materiais, desapareceram todos aqueles botões que só podiam ser operados por pessoas com dedos da espessura de palitos e aquele minúsculo ecrã central. O novo Fiesta recebe o sistema Sync 3 em ecrãs de 4.2, 6.5 e 8 polegadas - o grande ecrã tactil de 8 polegadas a dominar a consola centrar parece um pouco semelhante ao do novo Toyota CH-R não?

A lista de opcionais é interessante para o segmento: poderá ter um sistema audio Bang&Olufsen com 10 colunas com subwoofer na malaa para um total de 675 watts, tejadilho de vidro panorâmico e múltiplas ajudas à condução - 2 câmaras, 3 radares e 12 sensores ultrasonicos conseguem vigiar até 130 metros à frente do novo Fiesta conseguindo até detetar peões à noite, reconhecer sinais de transito, passagem de máximos automática, cruise control activo, alerta de tráfego em ângulo morto, ajuda ao estacionamento e outras funções.

A outra grande novidade é que a Ford está decidida a oferecer uma versão adaptada a cada cliente, com características diferentes (especialmente a grelha dianteira): além das versões 3 (ainda há quem os produza) e 5 portas "normais", o novo Fiesta terá uma versão luxo chamada Vignale (assentos de couro de maior qualidade e jantes de 18 polegadas especificas - Mini e DS aquanto obrigas)...



...uma versão ST-Line (continua a incluir suspensões e assentos desportivos, volante, jantes e acabamentos específicos)....
...e uma versão crossover Active que conta com suspensão elevada e alargadores dos para-lamas em plástico.


Debaixo do capot não há propriamente grandes novidades utilizando versões melhoradas dos atuais 3 e 4 cilindros, todos com stop-start e um botão Eco para versões de caixa manual. O 3 cilindros Ecoboost a gasolina está disponível com 1 litro turbo (100, 125 e 140 cavalos) ou com 1,1 litros atmosférico com 70 e 85 cavalos. 

Numa novidade mundial, o 3 cilindros Ecoboost turbo passa a estar disponível com desativação de 1 cilindro - ou seja, pode trabalhar apenas com 2 cilindros para reduzir consumos. Todos os 3 cilindros estão disponíveis com caixa manual de 6 velocidades. Pode parecer um pouco exagerado, mas a Ford esta decidida a tornar o novo Fiesta o mais económico possível sem recorrer a hibridização - quando estiver circular a velocidade baixa ou a levantar o pé para um semáforo o motor desliga automaticamente em 14 milissegundos um cilindro para poupar combustível. Segundo a Ford melhora a eficiência em 6%. 

A diesel o eterno 1.5 litros passa a estar disponível com 85 e 120 cavalos. Mais adiante deverá chegar a versão desportiva ST, mas para já mantém o segredo.

update 14-02-2017

0 comentários:

"