Hackers continuam a encontrar buracos

A revista Wired publicou mais uma dor de cabeça informática para os condutores - esta em volume e daquelas que nos faz pensar "porque raio ainda ninguém se lembrou disto?"
Ainda recentemente tivemos demonstrações de como era possível aceder aos sistemas multimédia dos automóveis (e assim ao sistema nervoso central dos automóveis) via a internet, interceptar sinais de smartphones ou mesmo invadir acessórios pós-venda ligados à internet, mas desta vez o buraco foi encontrado nas oficinas de manutenção.

O investigador Craig Smith apresentou na conferencia Derbycon no Kentucky uma ferramenta que detecta vulnerabilidades nas ferramentas que os mecânicos usam para fazer diagnósticos e actualizar os automóveis e transformar essas ferramentas como meio para infectar todos os automóveis que passarem pela oficina.
Para isso um hacker apenas teria que trazer um automóvel "infectado" para a revisão regular para infectar o equipamento da oficina e em seguida todos os automóveis que lá passarem por lá.

É um cenário que não me lembro de ver debatido, mas para alguém mal intencionado (seja simplesmente causar danos ou infectar com qualquer tipo de malware ou spyware) é um alvo bastante interessante - um ataque múltiplos alvos.
Mais detalhes no artigo da Wired

0 comentários:

"