Ignições defeituosas atingem as 100 mortes

Um marco interessante - quando todo este debáculo das ignições defeituosas começou a GM disse inicialmente (1 atrás) que só haviam 13 mortes devido às ignições defeituosas instaladas em vários automóveis depois de, aparentemente por desorganização completa, não recolher estes automóveis por mais de 10 anos - começou com 13 e esta semana passou para os 3 dígitos com 100 mortes confirmadas. Também estão confirmados 184 feridos, 12 dos quais graves.
Os queixosos tinham até 31 de Janeiro para apresentar o seu caso e 4.342 deles chegaram-se à frente, 474 dessas queixas incluíam fatalidades - destes ainda faltam rever 626 queixas que incluem 37 mortes. Ou seja, muito provavelmente este número ainda vai subir até ao final de Julho que é a data prevista para concluir este processo de análise.

Mas isto são os acordos extra-judiciais, a GM ainda terá que responder em tribunal por todo este debáculo e poderá sair muito cara à GM - só em multas poderá atingir 2 mil milhões de dólares e isto sem falar em possíveis penas de cadeia para alguns. 
Visto no DetroitNews

0 comentários:

"