Volvo no Salão Automovel de Paris 2014

Confesso que estava curioso por ver o novo Volvo XC90 ao vivo e a Volvo trouxe 2 exemplares a Paris...e absolutamente mais nada! Mais nenhum modelo da gama esteve exposto - sei que este XC90 marca o inicio de uma nova fase na Volvo, mas também não é preciso exagerar.

 
 3 anos e um balburdio de dinheiro depois eis o novo começo para marca sueca. E para ser sincero, parecia maior nas imagens mas igualmente belo. Consegue ser inovador e ao mesmo tempo clássico, ser novo e ao mesmo tempo Volvo.

 
A nova grelha, o logo mais marcado e o T nos faróis (sim, os suecos chamam-lhe de "Martelo de Thor"...) e as luzes diurnas em conjunto com aquela forma clássica do XC90 aperta os botões certos.


 
O novo interior é, à falta de melhor palavra, "limpo" - nada de complicações ou excesso de botões, tudo organizado e bem pensado. Quase ZEN.

 
O grande ecrã central sensível ao toque que permite o acesso ao sistema multimédia é de fácil uso e muito intuitivo - temos as normais funções de navegação, telemóvel, acesso a musica e vídeo, sincronização com telemóveis, mas para eliminar ainda mais botões no interior muitas funções passam para este ecrã como por exemplo a regulação dos bancos eléctricos.
 
Gostei do selector de velocidades em cristal e o acabamento no botão de arranque.
 

Como seria de esperar de um Volvo imensa tecnologia esconde-se debaixo do metal, e sentado lá dentro e fechando a porta dá uma sensação de segurança e protecção - recebe muito bem os seus passageiros.




0 comentários:

"