[update]Novo Ferrari 296 GTB apresentado

Temos um novo Ferrari entre nós, um que mistura historia com elegância e modernidade - o mais pequeno dos Ferrari volta a ter um V6, que de apenas 3 litros debita um total de 830 cavalos graças à adição de 2 turbos e um sistema hibrido plug-in: este é o novo Ferrari 296 GTB. Alerta - vou dar uma de cromo já a seguir.
Oficialmente este é o primeiro Ferrari de estrada com um motor V6. Claro que os fãs vão rapidamente apontar para os Dino 206 e 246 GT que tinham um V6 mas Enzo Ferrari com medo de que manchariam a imagem da marca italiana nunca permitiu que tivessem o nome Ferrari - foram vendidos com o nome Dino em honra ao filho de Enzo que ajudou no desenvolvimento do 6 cilindros usado.
Em termos de design confesso que adoro que a Ferrari tenha deixado de tentar competir com a Lamborghini em agressividade e tenha regressado à elegância que sempre inspirou. Mais simples, harmonioso, apurado e ligeiramente mais compacto. Combina curvas que recordam o Dino e os 250 LM dos anos 60 mas as portas parecem tiradas do Lancia Stratos.


Mas passando para o que se esconde debaixo do metal damos um grande salto para a atualidade e este 296 GTB pode ter apenas 6 cilindros mas os mágicos do departamento de motores da Ferrar fazem milagres - extrair 830 cavalos às 8.000 rpm a partir de apenas 2992 centímetros cúbicos. Para referencia o V8 de 3,9 litros usado no F8 Tributo debita menos 110 cavalos. 

Verdade que esta potência é conseguida graças à inclusão do motor elétrico de 167 cavalos entre o motor e a caixa de velocidades alimentado por uma bateria de 7,45 kWh - mas mesmo assim o motor de combustão sozinho debita 663 cavalos e isso é muito! O motor foi desenhado de raiz para incorporar o sistema hibrido mas mesmo tendo menos cilindros consegue ser 140 quilogramas mais pesado que o V8 do F8 Tributo. Para compensar o maior peso da motorização a Ferrari construiu este bloco V6 com uma ângulo bastante aberto (120º) para baixar o centro de gravidade colocando os 2 turbos (capazes de rodar a 180,000 rpm) no topo e centro deste V com a admissão a ser mais exterior e lateral. Ao ser mais pequeno este motor V6 consegue ser 30 quilogramas mais leve que o V8 de 4 litros.


Tudo somado e temos um V6 de 3 litros capaz de atingir as 8.500 rpm debitando 830 cavalos e 740 Nm às 6.250 rpm no eixo traseiro. O 296 GTB é capaz de acelerar dos 0 aos 100 km\h em 2,9 segundos e atingir os 200 km\h em 7,3 segundos mas para quando não precisar de acelerar como tivesse as calças a arder pode fazer 25 quilómetros em completo silêncio graças ao motor elétrico.
update 04-08-2021

0 comentários: