[update]Novo Peugeot 308 apresentado

Este é o novo Peugeot 308 - maior, mais eficiente, eletrificado e com a nova versão o i-cockpit. E para minha alegria é um hatchback clássico de 5 portas e não mais us SUV ou Crossover! Estreia também o novo design da Peugeot e logotipo. Terá motores a gasolina, diesel, hibridas e possivelmente 100% elétrica!
Exteriormente o design não surpreende, de certo forma era esperado - é musculado, temos os faróis diurnos em forma de dentes, os faróis traseiros que parecem a garra de um leão e até o perfil pouco muda relativamente ao modelo actual. O para-brisas está mais inclinado (recua 10 centímetros), o capot mais comprido, e as rodas (que vão de 16 a 18 polegadas) foram puxadas para as extremidades. Este novo modelo é 11 centímetros mais comprido (4,367 metros de comprimento) com metade desse aumento a ir para a distancia entre eixos e também mais baixo em 2 centímetros (para 1,43 metros)o que dá um ar mais dinâmico. A aerodinâmica foi muito estudada e graças ao trabalho nos para-choques, espelhos proteção inferior e o maior aileron traseiro a Peugeot conseguiu um coeficiente aerodinâmico de 0,28. As vendas arrancam com o hatchback mas está confirmada uma versão carrinha que o diretor do projeto diz que vai ser "dinâmica mas prática".



O novo logotipo é muito importante, dando para percebe que a frente foi desenhada em torno dele - a grelha maior dá-lhe destaque, a placa de matricula desceu para não interferir (ao contrario do novo BMW M3/M4 em que só no fim é que se lembraram que tinham que por uma) e se uma cavalinho fica bem no para-lamas lateral então um leão também fica bem! A capacidade da mala desce um pouco - 412 litros nos modelos clássicos e apenas 361 litros nos modelos híbridos. Além deste profundo verde Olivine Green poderá escolher entre 6 outras cores - será que vai haver opção de 2 tons?

No interior o design e os materiais dão-lhe um ar mais premium que o modelo atual - algo que a Peugeot espera reforçar com a maior rigidez da ultima versão da plataforma EMP2 e vidro mais grosso para isolar do ruido exterior. Depois de lançado à 10 anos com o 208 a Peugeot reformulou o i-cockpit para o novo 308. Temos o conjunto de instrumentos digital em altura com um ecrã de 10 polegadas com gráficos animados que nos modelos mais caros são 3D ladeado pelo ecrã táctil do sistema multimédia com as teclas de atalho personalizáveis virado para o condutor e o pequeno volante.

Recebe um sistema multimédia completamente novo - o i-Connect. É personalizável podendo colocar em destaque as funções que mais usa, utiliza um ecrã de 10 polegadas colocado um pouco mais baixo que a versão anterior. É possível configurar até 8 perfis de condutor, ligar sem fios simultaneamente 2 smartphones e chamar o seu assistente digital dizendo "Okay Peugeot".

Abaixo tem um ecrã digital denominado i-toggle que funciona para as teclas de atalho. Os únicos botões físico presentes são os do desembaciamento, recirculação do ar e botão de atalho para os controlo de ar condicionado. Se for para a caixa automática de 8 velocidades recebe um controlador rotativo, além do seletor de modo de condução, botão de arranque e o do travão elétrico - que é de série em todos os modelos. Nos modelo híbridos o espelho retrovisor recebe uma iluminação LED em azul.

Ao nível das assistências à condução o Drive Assist 2.0 inclui o cruise control ativo com função de filas de transito, sugerir mudar de faixa para ultrapassagens, vigiar os ângulos mortos até 75 metros de distancia, travagem automática de emergência, assistência ao estacionamento 360º com 4 camaras, manter o automóvel dentro dos limites de velocidade e até desacelerar na entrada de curvas se sentir que vai depressa demais e pode não conseguir manter o carro na estrada.

Debaixo do capot poderá ter, no lançamento, motorizações a gasolina, diesel e hibrida plug-in. Nas motorizações clássicas a gasolina o 3 cilindros turbo de 1.2 litros PureTech com 110 (apenas caixa manual de 6 velocidades) e 130 cavalos (disponível com a automática de 8 velocidades), a diesel apenas o 1.5 litros BlueHDi com 130 cavalos (disponível com a automática de 8 velocidades) estará disponível. Mais adiante está prevista a chegada de um sistema hibrido ligeiro de 48 volts para reduzir ainda mais os consumos e emissões.

Também terá à escolha uma motorização hibrida plug-in disponível em duas versões: a primeira a chegar será a versão GT com a motorização de 225 cavalos do 3008 Hybrid que combina o 1,6 litros turbo a gasolina com 180 cavalos ajudado por um motor elétrico de 110 cavalos alimentado por uma bateria de 12,4 kwh tudo debitado no eixo dianteiro via a caixa automática de 8 velocidades. Mais adiante vai haver uma versão hibrida plug-in de 180 cavalos em que a única diferença é que o motor a gasolina passa a debitar apenas 150 cavalos. Segundo a Peugeot o novo 308 PHEV é capaz de uma autonomia elétrica de pelo menos 55 quilómetros. A bateria de 12.4kWh demora 2 horas a carregar com uma wallbox de 7kW ou 7 horas numa tomada normal de 220 volts.

O novo Peugeot 308 deve chegar aos concessionários em Setembro.
update 31-03-2021

1 comentários:

  • Deadlock says:
    22 de março de 2021 às 00:10

    Gostei da reportagem turbo lento.