Peugeot 508 PSE apresentado

A Peugeot oficialmente lançou a sua nova divisão Peugeot Sport Engineered (PSE) com a apresentação da versão de série do Peugeot 508 PSE, apresentando como concept no salão de Genebra em 2019 - é o modelo de estrada mais potente da Peugeot.
Exteriormente (e até mecanicamente) pouco mudou relativamente ao concept - o 508 PSE recebe um kit de carroçaria aerodinâmico, vias alargadas, suspensão rebaixada e jantes de 20 polegadas calçadas com Michelin Pilot Sport 4S completam o pacote.



Parece que o verde vivo que surge em alguns elementos exteriores é a cor de assinatura dos modelos Sport Engineered da Peugeot, uma cor curiosamente chamada Verde Kryptonite. Pode ter o seu Peugeot 508 PSE em 3 cores: preto Perla Nera, branco Perola e cinzento Selénio.



O interior está forrado em couro Mistral Nappa e Alcantara com costuras em cinzento Tramontane e verde Kryptonite. Como o resto da gama recebe o i-cockpit com head-up display digital, sistema multimédia com ecrã de 10 polegadas, sistema áudio Focal e assento do condutor com função de massagem.
Este novo Peugeot 508 PSE debita um total de 360 cavalos e 520 Nm de binário de uma motorização hibrida plug-in que combina o 4 cilindros turbo de 1.6 litros PureTech a gasolina com dois motores elétricos (um de 110 cavalos à frente e 112 cavalos atrás) alimentados por uma bateria de 11.5 kWh via uma caixa automática de 8 velocidades. Tudo somado e é capaz de acelerar aos 100km\h em 5,2 segundos e atinge uma velocidade máxima limitada de 250 km/h com consumos médios WLTP de 2,0l/100 km.

O 508 PSE tem 5 modos de condução, incluindo um modo "Electric" que permite 42 quilómetros de autonomia 100% elétrica, "Comfort" que regula as suspensões para uma viagem relaxada, "Hybrid" para gestão automática e mais eficiente possível do motor de combustão e elétrico, um modo "4WD" para melhor aderência, e finalmente um modo "Sport" que liga tudo a 100% incluindo som falso pelas colunas para uma condução mais desportiva. A bateria de 11.5 kWh pode ser carregada em 7 horas numa tomada caseira ou apenas 2 horas com uma wallbox de 7 kW.

Como referi acima as vias foram alargadas (24 milímetros à frente e 12 milímetros atrás), travões reforçados e amortecedores reguláveis.

0 comentários: