Renault Twizy - ensaio

Um ensaio de um Renault Twizy em Londres por alguém que até está interessado para assim fintar a infame taxa de congestionamento. Interessante, se bem que ele faz um par de erros.


- para abrir as portas com as janelas da Renault não tem que enfiar o braço por cima, basta colocar (e manter porque até dá jeito) os fechos de correr no fundo da janela e assim é fácil ter uma abertura para meter a mão e chegar ao fecho;
- ele exagera o tempo de carga: por experiência em 3 horas carrega dos 0 aos 95% e os últimos 5% demora mais 30 minutos;
- ele faz parecer que a mala é mais pequena do que na realidade é. É pequena mas é bastante profunda indo até ao fundo do carro - eu tenho braços compridos e mal chego ao fundo. O formato é um rectângulo pouco alto, no meu sistema de unidades cabem 3 garrafas de ice-tea de 2 litros mais algumas coisas em cima;
- mesmo com 2 passageiros a bordo dá para colocar 2 sacos de compras dos grandes de cada lado do condutor entre as portas e o condutor. Se não levar passageiro atrás cabem ainda mais 2 sacos de comprar dos grandes;
- as portas dá para tirar mas não é fácil, fica sem espelhos retrovisores (ilegal) e depois é infernal voltar a acertar as portas com o fecho;
- conselho: não compre com o tejadilho de vidro porque é uma boa forma de apanhar uma insolação;

0 comentários: