Mercedes-AMG GT Coupé 4 portas apresentado

Depois do GT coupé e roadster GT a AMG agora avançou para os sedans desportivos trazendo a Genebra o AMG GT Coupé 4 portas para ir atrás do Porsche Panamera. Anunciado como concept há um ano atrás temos o novo membro da crescente gama AMG - este Mercedes-AMG GT Coupé 4 portas mantém à frente alguma inspiração com o AMG GT Coupé e Roadster até o capot nervurado, mas os faróis traem o Mercedes CLS que o serve de base.

No interior a ligação ao CLS persiste com umas pitadas do AMG GT - o tablier com 2 grandes ecrãs de 12,3 polegadas ou saídas de ventilação são do CLS, mas recebe uma grande consola central entre os assentos com vários comandos além do comando da caixa de velocidades. Esta consola central pode prolongar-se até aos lugares traseiros ficando apenas com 4 lugares, ou pode terminar antes dos assentos permitindo uma capacidade de 5 lugares.



Este Mercedes-AMG GT Coupé 4 portas não é propriamente um peso pluma com pelo menos 1.970 quilogramas mas para assegurar o comportamento todos recebem transmissão integral 4Matic+ e direcção às 4 rodas, e no caso do 63 S recebe um diferencial auto-blocante.


Debaixo do capot terá motorizações mais potentes que as do CLS na tentativa de os diferenciar, com motores de 6 e 8 cilindros de 435 a 639 cavalos. A gama começa com 53 que terá um 6 cilindros de 435 cavalos e 520 Nm de binário acoplado à caixa automática 9G-Tronic (4,5 segundos dos 0 aos 100km\h e 285 km/h de velocidade máxima), seguida pelo V8 de 4.0 litros acoplado à caixa AMG Speedshift MCT 9G disponível na versão 63 4Matic com 585 cavalos e 800 Nm de binário e na versão 63 S 4Matic com 639 cavalos e 900 Nm de binário (3,2 segundos dos 0 aos 100 km/h e 315 km/h de velocidade máxima). Mais adiante deverão chegar variantes plug-in.




0 comentários:

"