[update videos]Novo Mercedes Classe A apresentado

O Mercedes Classe A continua a ser um sucesso de vendas, mas a idade não perdoa e está na hora de uma nova geração - novas formas, novos motores, novo interior. Será apresentado ao publico já no salão de Genebra com as vendas as arrancarem no verão.


O perfil pouco mudou, mas dá para notar que os flancos foram simplificados e é mais comprido em 30 milímetros. À frente é fácil de ver a inspiração no novo CLS com os faróis angulares. Atrás os faróis são novos deixando o formato rectangular por um em gota.


No interior podemos ter o que pode ser descrito como um Classe S em miniatura - mais espaço, mais tecnologia e mais conforto. Nos modelos topo de gama recebe 2 ecrãs de 10.25 polegadas (apenas 7 polegadas nos restantes) controlados por superfícies tacteis. Madeira, metal verdadeiro, plásticos de qualidade, iluminação ambiente capaz de produzir 64 cores diferentes, até o volante foi retirado do Classe S.



Este Classe A recebe um novo sistema multimédia chamado MBUX em que a principal novidade é a passagem para uma interface por toque - o ecrã é tactil, há uma touchpad na consola central e até botões sensíveis ao toque no volante. Para minimizar a distracção também terá um novo sistema de controlo por vós mais inteligente.


Com a maior distancia entre eixos melhora a habitabilidade traseira e a mala ganha 29 litros de capacidade para 370 litros.



Debaixo do capot temos no inicio, o novo 4 cilindros de 1.3 litros TCe M282 já estreado na Renault Scenic mas aqui com desactivação de cilindros e abertura variável de válvulas para debitar 163 cavalos e 250 Nm de binário acoplado a uma caixa manual de 6 velocidades ou dupla embraiagem de 7 velocidades. A gasolina temos ainda o Classe A 250 com um 2 litros a debitar 224 cavalos apenas disponível com a caixa DCT. A diesel no arranque das vendas está apenas disponível o já conhecido 1.5 litros dCi com 116 cavalos acoplado à caixa DCT. Outros motores se seguiram, incluindo motores mais potentes como 2 versões AMG: A35 e A45. O A35 debitará à volta de 300 cavalos graças à tecnologia híbrida EQ já vista no novo CLS 53, e o A45 deverá debitar mais de 400 cavalos mas só em 2019.

A nível de transmissões, continuara disponível integral 4Matic e além da caixa manual vão estar disponíveis 2 caixas de dupla embraiagem 7G-DCT: uma Getrag para os motores mais pequenos e a da Mercedes para os motores de 2 litros e maiores.

E claro não esquecer as "variantes" que devem destilar nos próximos 2 anos - o CLA, GLA, Classe B, uma versão 4 portas sedan clássica e o GLB.



update 16-08-2018

0 comentários:

"