Aliança Renault Nissan Mitsubishi anuncia planos

Com a compra da Mitsubishi a aliança Renault Nissan passa a ter mais um elemento e temos um plano para os próximos 6 anos designado "Alliance 2022". É algo de importante - este novo grupo vendeu um total de 5.27 milhões de veículos na primeira metade de 2017, em termos de volume basicamente o maior construtor automóvel do mundial. E não pretendem ficar por aí.
E segundo este plano estas empresas vão colaborar muito proximamente no desenvolvimento de novos produtos e outras colaborações. O objetivo é duplicar eficiencias e poupar 10 mil milhões de euros por ano até 2022.

Os 3 construtores planeiam acelerar o uso partilhado de 4 arquitecturas automóveis. O objetivo é passar de 2 milhões de veículos de arquitecturas partilhadas em 2016 para mais de 9 milhões em 2022. Motores vão também ser partilhados e a nova aliança Renault Nissan Mitsubishi pretende que três quartos da sua produção use motores partilhados quando actualmente apenas um terço é partilhado.

A Mitsubishi irá até 2020 receber a plataforma modular Common Module Family (CMF) da Renault Nissan e motores associados e a tecnologia híbrida e eléctrica da tecnologia da Mitsubishi já esta em estudo. Ainda no campo da tecnologia este novo gigante automóvel espera ter 12 automóveis apartir de plataformas electrificadas partilhadas, 40 modelos com condução autónoma e ira entrar no mercado dos "robo-vehicle ride-hailing" ou seja táxis autónomos.

0 comentários:

"