[update vídeo]Novo motor Infiniti/Nissan acaba com o diesel?

A Nissan, via a sua marca de luxo Infiniti, vai levar ao salão de automóvel talvez um dos maiores saltos tecnológicos do setor automóvel dos últimos anos: um motor a gasolina, que graças a capacidade de mudar dinamicamente a sua taxa de compressão, é capaz de igualar os consumos e binário dos motores diesel.
Este 4 cilindros de 2 litros turbo designado de VC-T (Variable Compression-Turbocharged) é 27% mais económico que o antigo V6 de 3,5 litros que vem substituir para quase a mesma potencia e binário. Este motor é também muito mais barato de produzir que os atuais turbo-diesel e eliminaria o problema das emissões de partículas finas e óxidos de azoto que exige todos aqueles sistemas dispendiosos de controlos de emissões.

E como é que variar a compressão do motor altera a sua performance? A relação de compressão mede o quanto a mistura ar-combustivel é comprimida nos cilindros antes de ser, nos motores a gasolina, dada a ignição e explosão. A titulo de exemplo: se a câmara de compressão tiver uma capacidade de 1000 cm3 quando o pistão está no fundo e 100 cm3 quando o pistão está no topo então a compressão é de 10 para 1 ou 10:1. Mas é algo que é fixo, os engenheiros têm que decidir à partida se querem privilegiar a economia (maior compressão) ou a performance (mais baixa) - neste novo motor esse fator passa a poder variar conforme as condições de condução. A Nissan não explica completamente como funciona este sistema expecto que permite alterar o percurso dos pistões dentro dos cilindros alterando a compressão.

Segundo a Nissan a taxa de compressão do VC-T é capaz de variar entre 8:1 (para resposta mais desportiva) e 14:1 (para mais eficiente). A maioria dos motores a gasolina andam entre os 8:1 a 10:1, mas como disse estão fixos a esse valor. E sendo um motor a gasolina poderá ser usado num sistema híbrido melhorando ainda mais a questão dos consumos...

Será que a Nissan conseguiu o truque de puxar na hora certa (o dieselgate que demonstrou acima de tudo o quanto poluidor o motor diesel consegue ser) o produto certo (o motor a gasolina capaz de substituir o motor diesel)? Um motor a gasolina com o mesmo binário e economia de um diesel ou híbrido mas com o baixo peso, emissões, ruído e vibrações de um motor a gasolina? Parece, no papel para já, que bem pode ser o caso.

Este motor irá ser apresentado no salão de Paris a 29 de Setembro numa versão atualizado do concept QX da Infiniti que deverá chegar ao mercado em 2018 provavelmente no QX50 e mais tarde chegará aos Nissan e certamente aos seus parceiros Renault e Mitsubishi.

0 comentários:

"