Volkswagen e Suzuki - divórcio oficial

Da ultima vez que tínhamos falado das desavenças entre a parceria Volkswagen e Suzuki esta seguia para o tribunal que deliberou que a Suzuki pode virar costas aos alemães - enfim conclusões.
Para quem não se recorda (afinal esta "parceria" data de 2009) a Suzuki e a Volkswagen formaram uma parceria para trabalharem juntos no desenvolvimento de híbridos, elétricos e células de combustível com a VW a aproveitar a presença dominante da Suzuki na Índia tendo os alemães adquirido 19.9% da Suzuki Motor Corp. Mas passados 2 anos nada do planeado avançou, a Suzuki resolveu ignorar o acordo com a VW e foi ter com a Fiat para o fornecimento de motores diesel que chateou a VW ao que a Suzuki respondeu que nunca teve acesso à tecnologia prometida. A Suzuki diz que quer sair da parceria e quer as suas ações de volta, ao que os alemães dizem não.

Agora temos a conclusão cortesia do International Chamber of Commerce em London - deram razão à Volkswagen em como a Suzuki violou os termos do acordo e a Suzuki terá que pagar uma indemnização aos alemães, mas a VW terá que vender as suas acções da Suzuki. A quem vão ser vendidas é outra questão - a Suzuki diz que tem direito a elas, a VW diz que ira analisar o deliberar do tribunal para decidir a quem vende.

Infelizmente quem sai a perder é a Suzuki - um pequeno construtor que depende principalmente dos mercados em desenvolvimento, particularmente da India com a Maruti, mas cada vez mais apertada pela chegada de Dacia, Datsun e outros construtores low-cost bem como pelos crescentes custos de desenvolvimento. Esta dissolução vem também servir de aviso a outras empresas que queiram trabalhar com a Suzuki - eles não jogam bem em equipa. Ao longo de todo este processo vieram a público documentos internos em que era visível a crescente preocupação da Suzuki em que a VW percebe-se o negócio do low cost e como os alemães também não davam muita informação temiam que fossem engolidos.

Para mais informação cliquem na tag SuzukiContraVolkswagen

0 comentários:

"