Hackers continuam a dar dores de cabeça

Parece que os hackers continuam a encontrar buracos nos sistemas informáticos automóveis, e depois da Fiat-Chrysler é a vez da GM e Tesla também terem os seus problemas - lado positivo é que ambos os casos foram descobertos por hackers "amigos".

No caso da GM um hacker chamado Samy Kamkar conseguiu encontrar uma forma de contornar a segurança do sistema OnStar da GM e construiu um dispositivo (a que chamou OwnStar) com o qual consegue localizar, abrir e arrancar o motor de um automóvel com este sistema. Depois de encontrar a falha Kamkar colaborou com a GM para a falha no sistema OnStar e uma actualização já foi feita.

E sim, a Tesla também foi afectada - 2 investigadores disseram que conseguiram desligar um Model S à distancia. Segundo o artigo da revista Wired, depois de aceder fisicamente ao sistema multimédia do Model S para depois aceder remotamente. 
Novamente estes 2 hackers colaboraram com a Tesla para tapar o buraco e uma actualização já foi enviada.


Sinceramente, acredito que estes casos são importantes porque os construtores automóveis estão a ir depressa demais com certas tecnologias sem antes se assegurarem que são seguras. Se antes havia uma corrida à potência, agora há uma corrida para introduzirem a mais recente tecnologia no mercado com a segurança informática a ficar em segundo plano. Segurança automóvel até agora era o EuroNCAP e testes desse tipo, mas agora é muito mais que isso e parece não estarem preparados.

Não há legislação que obrigue os construtores a preocuparem-se com a "segurança informática" mas provavelmente já era altura de alguém criar uma - provavelmente aproveitando a experiência da industria aeronáutica que já estuda estes riscos há muitos anos?

0 comentários:

"