Automóveis indianos - prejudiciais à saúde

Regularmente recebo emails sobre porque é que critico os automóveis chineses, afinal são prova que os automóveis não têm que ser caros. Só um problema - fabricar um automóvel é fácil e barato, produzir um bom automóvel custa dinheiro. E aí entra o Global NCAP que testou os automóveis mais vendidos (Tata Nano, Suzuki-Maruti Alto 800, Ford Figo, Volkswagen Polo e Hyundai i10) na Índia e conseguiram zero estrelas. Zero, nicles, nada de estrelas.
 
Testaram os modelos mais acessíveis, ou seja, nenhum tinha airbag. Mas segundo o resumo, a estrutura dos Alto 800, Nano e i10 são tão fracas que mesmo com airbags o mais certo era os passageiros não sobreviverem. Já o Figo e Polo tinham estruturas resistentes e os resultados podiam ser melhores com airbags.
 
A Volkswagen percebeu e deixou de vender a versão sem airbag. O mesmo Polo com airbags no mesmo teste conseguiu 4 estrelas - o automóvel mais pequeno mais seguro da Índia. Infelizmente é um pouco irrelevante porque na Índia eles acreditam que o destino está escrito assim que nascem...
 
Mas se está no Brasil ou na América Latina não se ria porque estes resultados aplicam-se quase totalmente aos automóveis aí vendidos.

0 comentários:

"