[update]Novo Maserati GranTurismo apresentado

O Maserati GranTurismo teve uma das carreiras mais longas da historia automóvel - 12 anos, mas enfim a Maserati apresentou (ainda que não completa) o novo GranTurismo que estreia um novo V6 biturbo e motorização 100% elétrica - mas ainda não uma apresentação completa, o interior ainda não foi apresentado.
Exteriormente o design já era conhecido e não há grandes novidades exceto terem aproveitado, certamente para economias de escala, os faróis dianteiros do Maserati MC20. Tem 4,96 metros de comprimento por 1,96 metros de largura e 1,35 metros de altura. Mantem o longo capot e frente baixa com o tridente do anterior modelo mas mais trabalhado - capot em concha com entradas de ar incorporadas, para-lamas traseiros musculados e faróis traseiros finos em LEDs.




Há algumas, se bem poucas, diferenças entre as versões com motor a combustão (a vermelho) e elétrica (em cinza champanhe): a versão elétrica tem um para-choques com menos aberturas e um spliter diferente, cada versão tem as suas jantes especificas e atrás o Folgore não tem saídas de escape.





Como disse não há fotografias ou informações sobre o interior do novo GranTurismo - a Maserati diz que é um grand-tourer de 2 mais 2 lugares terá um volante multifunções, um conjunto de instrumentos digital de 12,3 polegadas e um sistema multimédia com um ecrã táctil de 8,8 polegadas. Será certamente mais espaçoso que a anterior geração graças a uma maior distancia entre eixos para 2,93 metros.

Mas as grandes novidades são mecânicas - conforme já sabíamos a versão como motor de combustão utilizara o V6 biturbo 3.0 litros com carter húmido e desativação de cilindros acoplado a uma caixa automática ZF de 8 velocidades debitando 496 cavalos e 600 Nm de binário na variante Modena e 557 cavalos e 650 Nm de binário na versão Trofeo, ambas a pesarem 1.795 quilogramas e a tração a ir para o eixo traseiro. A versão Modena é capaz de acelerar dos 0 aos 100 km\h em 3,9 segundos e atingir 302 km\h de velocidade máxima, enquanto a versão Trofeo atinge os 100 km\h em 3,5 segundos e atinge os 320 km\h.

Mas a mais interessante versão será o GranTurismo Folgore 100% elétrico que terá 3 motores elétricos de imanes permanentes alimentados por uma bateria de 93 kWh cada um a debitar 300 kW - um total teórico de 1.200 cavalos, mas na realidade apenas um total máximo de 761 cavalos (830 cavalos com MaxBoost) e 1350 Nm de binário será debitado nas 4 rodas. A potencia e binário de cada motor é gerida em tempo real, com os motores traseiros no máximo a debitarem 400 cavalos. O Folgore usa um sistema elétrico de 800 volts compatível com carga até 300kW.

Normalmente a bateria ocupa o fundo do automóvel, mas no GranTurismo Folgore a bateria envolve os assentos traseiros assegurando que estes estão o mais baixo possível e permitir o design exterior. Infelizmente, bateria a quanto obrigas, o peso da versão Folgore é bastante maior: 2.260 quilogramas contra 1.795 quilos da versão com motor de combustão. Mesmo assim acelera dos 0 aos 100 km\h em 2,7 segundos, atinge 320 km\h de velocidade máxima e segundo a Maserati terá uma autonomia WLTP cerca de 450 quilómetros.

Nesta versão há algo que me preocupa - para compensar a partida dos sonoros V8 atmosféricos a Maserati anunciou que além de trabalhar na sonoridade dos V6 também criou uma sonoridade para o Folgore com "extratos do V8"...isto não soa nada bem.

Ambas as versões a gasolina e elétricas usam a mesma suspensão pneumática e plataforma modular de alumínio o que permite manter as mesmas dimensões, estilo e talvez comportamento independentemente da motorização utilizada.

As versões coupe a gasolina chegam primeiro na primeira metade de 2023 com os descapotáveis GranCabrio previstos para 2024. A versão elétrica Folgore deverá chegar na segunda metade de 2023.
update 10-10-2022

0 comentários: