[update] Partilha de componentes

Ontem estava à conversa com um leitor e não sei como chegamos lá veio ao de cima que o Jaguar XJ220 usava os faróis traseiros de um Rover 214. A partilha de componentes mecânicos é comum dentro das marcas e mesmo entre construtores, economias de escala assim o ditam, mas também há partilha de componentes visuais e resolvi compilar abaixo alguns exemplos. Irei atualizando conforme mais surgirem.
Se se lembrarem de mais alguma deixem nos comentários.

Partilha de faróis traseiros entre diferentes modelos
Mazda 323F e do Aston Martin DB7


Lancia Thesis e Morgan Aeromax


Rover 214 e do Jaguar XJ220


Opel Vectra e o TVR Griffith.


Os faróis traseiros do Opel 1204 e Kadett C e o Aston Martin V8.



Se o Aston Martin Virage usava os faróis do Volkswagen Scirocco 2...


...já a versão Shooting brake usava os faróis traseiros do Renault 21 Nevada.



O Aston Martin DBS original usava os faróis traseiros do Hillman Hunter.


O Lotus Elan usou os faróis traseiros do Renault Alpine GTA.


Além de aproveitar a base do Corvette C5 o Callaway C12 usou algo mais da General Motors: os faróis traseiros do primeiro Opel Tigra.



A Noble saltou para a ribalta com o M12 que alem de usar o motor Ford Duratec V6 aproveitou a viagem e também trouxe os faróis traseiros do Mondeo...

...que também foram adotados pelo Catterham 21

Continuando ainda na Noble o seu M500 usou faróis traseiros de algo menos excitante mas muito mais prático: do Citroen C4 SpaceTourer.


O desconhecido mas veloz Zenos E10 aproveitou os faróis traseiros de outro automóvel que acelera o pulso: o Alfa Romeo MiTo.



O Lister Storm é uma máquina construída para os circuitos mas que usa os faróis de algo mais sedado - os do Audi 80.


O MVS Venturi foi um desportivo francês que tentava ser a resposta francesa à Porsche...aproveitando os faróis traseiros do BMW Série 3 E21



Três máquinas de sonho, som e velocidade a partilharem os mesmos faróis traseiros - o desenhados para o Ford Cortina também apareceram nos Lola Mk6 GT e nos TVR Griffith 400.



Talvez o primeiro super-carro americano (se bem que não "Made in the USA") o Ford GT40 usou os faróis traseiros do mais pequeno e tímido Simca 1000...

...que também foram parar ao De Tomaso Vallelunga.

Para o TVR Cerbera o construtor britânicos recorreu aos faróis traseiros de algo bastante mais insípido - do Ford Fiesta Mk3.


Se tal como eu teve na parede do seu quarto um poster do Lamborghini Countach então estivemos a olhar para os faróis traseiros do Alfa Romeo Alfetta.

Outra variante do Alfetta deu os seus faróis ao Lamborghini LM002.


O Alfa Romeo GTV doou os seus faróis traseiros a uma série de belas máquinas:
como o De Tomaso Deauville,
...no De Tomaso Longchamp,
..no De Tomaso Mangusta,
...no De Tomaso Pantera,
e no Maserati Bora.

Os faróis traseiros do Alfa Romeo GT foram aproveitados pelos vários modelos do Iso Grifo e do Lamborghini Miura 400.






Aston Martin DB7
O Aston Martin DB7 foi um dos mais belos automóveis de sempre mesmo tendo sido desenvolvido com um orçamento muito muito apertado - para terem ideia partes do chassis veio do vestudo Jaguar XJS. E se olharmos bem somos capazes de identificar vários elementos de origens "menos luxuosos".
- faróis traseiros do Mazda 377F;

- fechos das portas interior Mazda MX5 NA;


- interruptores Ford (como os reguladores dos espelhos, ventiladores, botões);



- fechos exteriores cromados das portas do Mazda 323 carrinha;




Faróis traseiros do Lotus Esprit
Sempre fui um grande fã da Lotus e em particular do Esprit. Infelizmente a Lotus sempre desenvolveu os seus modelos com poucos fundos em mão o que significa aproveitar o que está à mão - por exemplo para os faróis traseiros. 
Lotus Esprit Série 1 - Fiat X1/9


Lotus Esprit Série 2 e Série 3 - Rover SD1



Lotus Esprit restyle 1987 - Toyota AE86


Lotus Esprit restyle 2002 - Lotus Elise Série 2




O que liga o Pagani Zonda, Lamborghini Murcielago e o Rover 45?
O Zonda, Murcielago e 45 usam a mesma unidade de controlo de ventilação. Mas em defesa da Rover, a unidade é fabricada por uma empresa italiana...


Se bem que no caso do Murcielago os italianos tiveram "alguma vergonha" e esconderam estes comandos por detrás uma tampa.





McLaren F1
Uma maquina de sonho desenhada pelo gênio que é Gordon Murray, o McLaren F1 foi desenhado de raiz para ser o mais leve e rápido possível, e mesmo assim ser o mais utilizável possível. E se alguns elementos foram criados de raiz para esta máquina, como o V12 BMW ou o sistema áudio Kenwood, outros vieram de fontes...

Piscas dianteiros do Lotus Elan

Faróis traseiros do autocarro Bova Futura...

..mas o Lamborghini Diablo também os usa!
Espelhos retrovisores do VW Corrado mk2...


...mas foram a segunda escolha por nos protótipos XP3 e XP4 eram os do Citroen CX fase 2!



Faróis Hella 4169
Como referi antes o McLaren F1 partilhava os faróis traseiros com outros construtores, daí que é interessante listar que automóveis usam os faróis Hella 4169:
- Lamborghini Diablo 6.0
- McLaren F1
- Saleen S7
- Ford Think
- Bova Futura


MG XPower SV e o Punto
Partilhar os faróis traseiros é comum, os dianteiros é menos comum porque a dianteira e assinatura luminosa definem muito da atitude e posicionamento do veiculo. Mesmo assim as vezes acontece. 
Todos conhecemos o MG XPower SV, o grito de libertação da Rover do jugo da BMW, era baseado no Qvale Mangusta, tinha um V8 americano e...os faróis dianteiros do Fiat Punto 2.


Pouco depois da tomada de controlo pela Audi a Lamborghini apresentou a versão atualizado o Diablo e a maior alteração visível foi a troca dos faróis de levantar por unidades do Nissan 300ZX - aquela pequena pestana de fibra de carbono no topo do farol está lá para tapar o topo do farol que dizia "Nissan".

Estes faróis dianteiros do Nissan 300ZX também surgiram num dos elefantes brancos do mundo automóvel - no Nissan R390. 

Para o visual peculiar do Morgan Aeromax 8 os artesões da Morgan recorreram aos faróis dianteiros do New Beetle\Carocha. 


Dois ícones motorizados italianos partilham os faróis dianteiros - o Alfa Romeo Disco Volante e o Ferrar 599. 


Para o seu carro mais rápido de sempre (na altura) a Shelby Super Cars usou no Ultimate Aero os faróis dianteiros de algo igualmente rápido mas vulgar: as unidades do Ford Focus SVT.


0 comentários: