[update videos]Novo DS 3 Crossback apresentado

E temos o primeiro da nova geração de modelos da DS - adeus DS3, olá DS 3 Crossback. E seguindo a tendência do mercado a DS substitui o citadino por algo mais popular: os SUV citadinos. Terá pela frente os Audi Q2, Mini Countryman e o Lexus UX.
O estilo muda mas guarda alguns detalhes como o tejadilho plano, o pilar B invertido tipo barbatana de tubarão, os faróis diurnos verticais. Tem 4,12 metros de comprimento, ou seja apenas mais 7 centímetros que o atual DS3 mas mais pequeno os rivais: mais curto em 17 centímetros que o Mini Countryman e mais curto em 7 centímetros que o Audi Q2.


Ao contrario da geração anterior estes novo modelo terá apenas 5 portas, mas tal como os Tesla ou Range Rover Velar esta geração terá puxadores de portas retrateis. Tal como estes modelos mais luxuosos pode até ter faróis LED tipo Matrix com 15 segmentos independentes controlados individualmente em tempo real. Atrás recebe faróis finos ligados por uma linha cromada semelhante ao DS 7 Crossback.


No interior também vemos a ligação ao DS 7 Crossback, muito avant-garde. Recebe instrumentação 100% digital, um ecrã tactil que pode ter 10,3 polegadas nas versões de topo, projeção de informação à frente do condutor, os estranhos botões em volta do selector de velocidades, os ventiladores em forma de diamante colocados nas portas.



Pode receber assentos com massagem, audio Focal com 12 colunas, condução autónoma de nível 2 (cruise control activo ligado à manutenção em linha), estacionamento automático paralelo ou em espinha, sistema de travagem automática capaz de detetar peões e ciclistas à noite, materiais como couro Nappa ou Alcantara, poderá utilizar a app My DS para desbloquear o automóvel e até dar permissão aos seus parentes e amigos para poderem aceder ao seu automóvel. Pode ter 10 escolhas de jantes, 10 cores de carroçarias, 3 cores de tejadilho e 5 níveis de equipamento com nomes muito Parisienses: Montmartre, Bastille, Rivoli, Opera e Performance Line - além da versão de lançamento Première.

Segundo o chefe de produtos da DS Eric Apode o 3 irá prioritizar o conforto e redução do ruido graças a vidros e painéis de portas mais espessos, e um para-brisas optimizado para reduzir vibrações e sons.

Este novo DS tem uma grande novidade debaixo do metal - estreia a nova plataforma CMP do grupo PSA que veremos também em breve (em Genebra supostamente) no novo Peugeot 208. Além de permitir a colocação de baterias eléctricas no fundo do automóvel, esta plataforma é em média 40 quilogramas mais leve que a plataforma atualmente utilizada no Citroën C3 Aircross ou Peugeot 208 e mais flexível. Esta nova plataforma permitirá em 2019 a versão 100% eléctrica E-tense que fará a vida negra ao Renault Zoe - com um motor eléctrico de 136 cavalos e 260 Nm de binário alimentado por uma bateria de 50 kWh que permite segundo o WLTP uma autonomia de 300 km.

Mas no lançamento terá apenas motores de combustão - a gasolina o 3 cilindros turbo de 1.2 litros PureTech (com 100 e 130 cavalos) e o 4 cilindros 1.6 litros TPH com 155 cavalos associado a uma caixa automática de 8 velocidades, a diesel terá o novo 1.5 litros BlueHDi (com 100 e 130 cavalos).
update 21-09-2018

0 comentários:

"