Piech não desaponta

Da ultima vez que falamos de Piech disse que provavelmente não era a ultima vez que iriamos ouvir dele - pois eis que Piech regressa para discordar de quem foi escolhido para ocupar o seu lugar e o da sua esposa na direcção da VW, que curiosamente são ambas suas netas! 

Com a saída de Piech e da sua esposa Ursula o quadro de supervisão da Volkswagen achou boa ideia nomear como substitutos 2 elementos da família Piech, provavelmente para assegurar que Piech não vendia a sua participação no construtor alemão - as escolhidas (2 senhoras sim) foram Louise Kiessling (57 anos é uma mulher de negócios que estudou designe automóvel no Royal College of Art de Londres) e Julia Kuhn-Piech (34 anos e filha do irmão mais novo de Ferdinand Piech e esta na imobiliária). 

Piech opõe-se às suas netas porque, segundo ele, não têm nenhuma experiência no ramo automóvel. Piech quer antes Wolfgang Reitzle (anterior responsável de produto da BMW e ex-director do antigo Premier Automotive Group da Ford) e Brigitte Ederer (ex-gestora da Siemens) - a escolha de Piech não deixa de ser interessante: Reitzle está na lista de possíveis sucessores a Winterkorn. Ele não desiste mesmo. 

Para já a escolha da supervisão da Volkswagen foi aceite legalmente e as netas de Piech vão cumprir o que resta do mandato de Piech e Ursula, ou seja, até 2017 mantém-se o equilíbrio de forças entre a família Porsche e Piech (que juntas detêm 51% das acções) na direcção. Chegando a 2017...bem, não se sabe: irá haver uma reunião de accionistas onde será eleito novo quadro de directores. Não sei porque mas consigo ver Piech a pensar para os seus botões "I will be back"...

0 comentários:

"