Mercedes Maybach Classe S 500 e 600 apresentados

Ditadores de todo o mundo e Simon Cowel, o seu carro chegou. A Mercedes pode ter abandonado a ideia da Maybach como uma marca independente, mas o nome regressa como designação da versão de topo do Mercedes Classe S no Salão de Los Angeles. 

 Se AMG faz levantar os pêlos da nuca, a designação Maybach fará uma doce e suave massagem pelo anteriormente citado pêlo. Ganha 20 centimetros de comprimento para um total de 5,45 metros - os Rolls Royce Ghost e Bentley Flying Spur são mais curtos! 

Além de mais espaço para as suas pernas, terá assentos "Executive Rear Seats" especificos regulaveis electricamente, inclinaveis num angulo de 43.5º, massajantes, aquecidos, refrigerados com cintos de segurança insuflaveis, almofadas regulaveis (em inclinação e horizontal), couro por todo o lado, flutes de champanhe de série, todas as possibilidades de personalização e 2 ecrãs para ajudar a entreter na longa viagem percorrida graças ao V8 biturbo de 4,7 litros com 455 cavalos e 700 Nm de binário acoplado à nova caixa de 9 velocidades 9G-Tronic (no Classe S 500) ou um V12 biturbo de 6.0 litros de 530 cavalos e 830 Nm de binário acoplado à caixa 7G-Tronic Plus. 



 Mas não fica por aquí - em 2016 deverá chegar o ainda maior e mais opulento Classe S 600 Pullman e uma versão 400 4MATIC com o V6 de 3 litros de 333 cavalos e 480 Nm de binário distribuido pelas 4 rodas. 

A pergunta fica no ar - será que o nome Maybach irá surgir em outros modelos da Mercedes?

0 comentários:

"