[update EuroNCAP]Novo Audi TT apresentado

Enfim, depois de várias imagens e vídeos parciais temos o novo Audi TT, talvez um dos mais esperados deste salão e mais um exemplo que não é necessário reinventar constantemente a roda - claramente evolução acima de revolução: mantém as linhas do primeiro modelos com mais umas arestas e novos motores. Mas por debaixo há muitas novidades, mais masculino e tecnológico aponta claramente aos amantes da condução e aos geeks da tecnologia.


Temos linhas do concept Audi Sport Quattro de 2013 e o mais recente concept Audi Allroad Shooting Brake (que alguns dizem anunciar um possível TT shooting brake) misturadas com as 2 gerações TT - o tejadilho em arco/concha, as cavas das rodas proeminentes e várias das linhas de perfil - mas a frente mudou completamente. Novas grelha e faróis mais afilados que podem receber o sistema Matrix LED. Atrás temos novos faróis também e uma asa inspirada no R8.

Tem 4,18 metros de comprimento (ligeiramente mais curto que o TT2), mas a distancia entre eixos cresce 37 milímetros para 2,505 metros. É 10 milímetros mais estreito (1,832metros no total) mas a altura mantém-se a 1,353 metros.

Gosto da forma como a Audi simplificou o tablier do novo TT - um ecrã de 12,3 polegadas à frente do condutor onde normalmente estaria o conjunto de instrumentos capaz de servir para o GPS e sistema multimédia tudo controlado pelo MMI Touch.

Nada daqueles enormes ecrãs que parecem popular os mais recente automóveis. Temos os arejadores redondos que incorporam os controlos da ventilação, aquecimento dos assentos e ar condicionado.

É uma cabina simples, sofisticada com todas as funções a ficarem à frente do condutor logo por detrás daquele belo volante.



Debaixo do capot e suportado pela plataforma modular MQB (que ajudou a cortar 50 quilos ao peso total relativamente à geração anterior) vamos ter, na altura do lançamento, 3 motores: o 2.0 litros TFSI a gasolina de dupla injecção com 230 cavalos e 370Nm de binário disponível com tracção dianteira ou integral ou com a caixa DSG de 6 velocidades S tronic. Depois temos o TTS com o mesmo motor puxado a 310 cavalos e 380 Nm de binário e tracção integral de série. Falta o TT TDI com o 2 litros TDI que debita 184 cavalos disponível com tracção dianteira.

Mas não acabam aqui as novidades, porque apesar deste ser o novo Audi TT de série, a Audi resolveu dar um gostinho que ainda está para vir - este é o Audi TT quattro sport concept. Ou seja, sim, mais potência a caminho.


Aqui a Audi teve um pouco de mau gosto - pegou no nome do concept Sport Quattro que levou a sua tenebrosa combinação hibrida a Frankfurt no ano passado e simplesmente transferiram-na para este TTS em que a potência do pequeno 2 litros passou de 310 cavalos (que sinceramente soa a pouco...) para uns mais interessantes 420 cavalos e 450 Nm de binário às 4 rodas por uma caixa DSG S-tronic. Adeus Mercedes Classe A 45 AMG, o 4 cilindros mais potente do mundo...


O bloco do motor foi retrabalhado e recebe componentes de alta resistência capaz de empurrar os 1.344 quilogramas dos 0 aos 100 km/h em 3,7 segundos. É este o próximo TT RS? Espero bem que sim, e não gosto propriamente de Audi's...
Update 04-03-2015

0 comentários:

"