Elon Musk e jonalistas, uma novela sem fim à vista!

Foi uma semana atribulada para o CEO da Tesla. O  então proclamado visionário do século 21 pelos Mídia começou uma guerra sem fim à vista com aqueles que o colocaram no Poleiro. Ora então vamos aos factos. No dia 25 de Maio, a Tesla assinou um acordo com os donos do Modelo X e Model S, comprados em 2016 e 2017. Estes colocaram um processo em tribunal alegando que pagaram extra 5000$ por um sistema de segurança chamado Autopilot que se provou insuficiente nessa matéria. Este acordo prevê o pagamento de uma quantia entre 20$ e 280$ a cada condutor mais os custos do processo e "siga para Vigo".
Na mesma semana, aparece nas notícias mais um acidente envolvendo um Tesla e o sistema Autopilot. É claro que os sites de notícias deram grande destaque ao acidente, dando uma imagem não muito positiva como é óbvio.

Quem não reagiu bem mais uma vez à publicidade negativa foi o próprio Elon Musk que passou o fim de semana no twiter a mandar postas para os jornalistas. Aqui estão alguns deles.

Pravda que quer dizer "a verdade" em russo era o antigo jornal do regime comunista. Daí seguiram-se várias trocas de twites e comentarios entre Elon Musk, os seus apoiantes e alguns jornalistas mais ou menos de renome. Enfim uma novela. Resumindo e de uma forma simples, vamos ao que interessa. O Autopilot é um programa de computador que analisa dos dados e sensores do carro para dirigir o condutor em segurança até ao seu destino, evitando obstáculos. A Tesla avisa que é necessário manter os olhos na estrada e as mãos no volante, mas as pessoas ignoram e preferem dormir a sesta! Claro que o sistema, sendo um programa de computador não é perfeito e as pessoas muito menos. A Tesla tem grande cobertura mediática, os jornalistas publicam bastante sobre a empresa e o sistema polémico Autopilot. Estas notícias nem sempre trazem publicidade positiva. 
Mas nada justifica a reacção de Elon Musk. Para mim usar o twiter, com milhões de seguidores, para influenciar um grande número de pessoas e atacar os jornalistas e o jornalismo desta maneira, é triste e não está ao nível de um visionário do século 21. 

0 comentários:

"