Novo Porsche Cayenne apresentado

Eis a terceira geração do Porsche Cayenne 2018, que apesar de exteriormente não ser propriamente muito diferente por debaixo do metal há muitas alterações.

Em formula vencedora não se mexe, afinal foi o Cayenne que salvou a Porsche da falência - a frente e perfil pouco mudaram: os faróis são novos, o capot mais trabalhado, maiores aberturas de ar à frente, as superfícies vidradas mais pequenas, mas atrás temos a maior mudança recebendo os faróis traseiros do Panamera 2.


No interior temos basicamente o interior do Panamera - o que é bom: adeus botões, olá superfícies tacteis complementadas com um grande ecrã de 12.3 polegadas no topo da consola central.
Ligeiramente mais comprido (mais 6 centímetros para 4,92 metros) e mais baixo em 1 centímetro, distancia entre eixos mantém-se, a capacidade da mala cresce 100 litros (para um total de 770 litros), é também mais leve graças à construção em alumínio baseado na mesma plataforma dos Audi Q7 e Bentley Bentayga - perde em média 65 quilogramas, conseguindo colocar a versão base abaixo da barreira das 2 toneladas.


Poderá receber direção às 4 rodas, suspensão activa pneumática e eléctrica por opção graças ao novo sistema eléctrico de 48 volts, sistemas audio da Bose e Burmester, e um tratamento especial de tungsténio aos discos de travagem clássicos que conseguem dar as vantagens (nos automóveis de turismo) dos discos de carbono mas sem o preço.

Inicialmente vamos ter o Cayenne S com um V6 de 2.9 litros de 440 cavalos e o V6 de 3.0 litros turbo de 340 cavalos. Mais adiante deveremos ter as versões GTS, Turbo, Turbo S e híbridos mas muito provavelmente poderemos não ter diesel - substituídos por versões híbridas e plug-in. Durante uma entrevista o CEO da Porsche AG CEO Oliver Blume disse que ao diesel não era importante e que ainda não decidiram o futuro destes motores na marca. O que faz algum sentido: o Cayenne vende principalmente a diesel na Europa, mas os maiores mercados são na China e os EUA que basicamente só compram a gasolina.

Mas qualquer que seja o motor escolhido o novo Cayenne terá 2 escolhas de caixa - automática clássica ou dupla embraiagem Tiptronic S de 8 velocidades.

0 comentários:

"